30 janeiro 2019

CCXP - 2018

Oi, gente!
Como estão?
Estou atrasada para o primeiro post de 2019, claro hahaha

E como atrasada que sou só consegui agora postar sobre a CCXP que fui em dezembro.
Tô rindo da situação mas é de nervoso hahaha
Passei  por um furacão de coisas na minha vida pessoal e acabei me afastando do cosplay por umas semanas pra poder colocar certas coisas em ordem, mas já estou de volta focada na missão.


Essa CCXP foi realmente uma daquelas lições que eu precisava. Vai demorar um pouco para eu voltar na CCXP por mim mesma depois dessa.
O formato da feira continua o mesmo de quando eu fui pela primeira vez, mas a maneira como os estandes atendem mudou bastante.
Quase tudo esse ano funcionou por senhas e momentos específicos em que você precisava estar colado com o que quisesse ver.
Pra mim que preciso chegar e me arrumar antes de sair para a feira foi uma catástrofe.
O estande da HBO que eu mais queria ver, não pude entrar porque as senhas foram distribuídas no momento que a feira abriu, quando eu ainda estava no camarim me arrumando.
Também não pude entrar na fila de espera porque todas as vezes que tentei a fila já estava com o número máximo de pessoas esperando para entrar.
Como resultado eu tentei nada menos de 6 vezes visitar o estande e simplesmente não consegui.
Encontrei vários cosplayers que também chegaram um pouco mais tarde no estande e também ficaram do lado de fora.
Foi um horror pra mim como fã.




O cosplay que usei foi a Sansa de Game of Thrones na temporada 7. Tem umas 2 coisas que não consegui realmente terminar nesse cosplay porque fiquei sem sol para curtir o couro como eu gostaria.
Preciso arrumar um ensaio fofinho com ela agora, mas preciso esperar o calor passar, né?
Os cosplayers de Game of Thrones estavam muito fofos na CCXP desse ano.
O camarim para cosplayers da CCXP é um dos melhores camarins que já vi, não tenho o que realmente reclamar.
Consegui guardar minhas malas e não precisei sofrer carregando bagunça como aconteceu na BGS. Glória.



Ser a Sansa nesse evento foi bem interessante como fã dessa personagem. Tirei MUITAS fotos que não achei quase nenhuma, e foi bem enriquecedor ver a percepção que as pessoas tem do personagem da Sansa.
A maioria das pessoas da feira que tiravam foto comigo, mulheres do público visitante, fotografavam e brincavam com o fato que não gostavam da Sansa de jeito nenhum. hahaha
O que é bastante normal porque a maioria do público de GOT torce pra Daenerys, especialmente os que acompanham apenas a série de TV e perdem o pensamento e as motivações dessas personagens.
Os homens visitantes não tinham reclamações em relação à ela, gostavam dela e torciam pra que ela chegasse ao final da história viva.


Mas o que realmente me surpreendeu foi como o pessoall do Artist's Alley reagiu ao cosplay. Eu visitei os artistas usando cosplay porque não tinha realmente tempo hábil pra trocar antes de passar nos estandes, e foi uma experiencia muito única porque as artistas mulheres TODAS gostavam muito da Sansa e torciam demais por ela. Ouvi mais de uma delas dizendo que queriam ver essa personagem Rainha no final da história, e que tinham ela como personagem preferida na história.
Peguei na mão de várias pra compartilhar nosso amor por Sansa Stark porque ela merece hahahaha


Embora eu realmente nunca tenha esperado essa reação eu suponho que ela seja bastante compreensível, né?
A Sansa é uma das personagens mais sensíveis no que tange o feminismo e a luta das mulheres em Game of Thrones.
Ela é uma das personagens mais humanas e fáceis de se projetar, porque em um universo de mulheres que lutam e soltam dragões pra cima dos inimigos, a Sansa, assim como as mulheres do mundo real, tem só a inteligência e a força emocional pra usar como arma.
Ela não pega em espadas nem comanda exércitos mas, como as mulheres de verdade, ela precisa usar palavras e a própria determinação pra seguir em frente.
Ela pode não ser a personagem que gostaríamos de ser na história, mas é a personagem que melhor representa quem nós mulheres somos.
É incrivelmente poético que uma personagem tão humana que representa uma bandeira tão presente na vida das mulheres reais siga viva temporada após temporada, e as artistas percebem e apreciam isso.
Eu vou deixar meu monólogo sobre a Sansa pra outro dia porque posso ficar horas e horas falando o porque amo essa personagem e torço tanto por ela hahaha



Enfim, o resumo da CCXP foi um rombo financeiro, uma certa frustração com filas e uma felicidade  por finalmente ter representado essa personagem que gosto tanto.
Pela primeira vez eu consegui visitar o Artist's Alley com calma e foi incrível.
Eu comprei um zilhão de coisas pra compensar o que não comprei nas lojas realmente, e pra mim foi a parte que mais valeu a pena de toda a CCXP.


 


Enfim, era isso!
Beijos!