20 outubro 2014

Minha Viagem para São Paulo e 19º Prêmio Cláudia

Oi, gente!
Como passaram essas semanas?
Eu estou bem cansada dos últimos dias, mas agora estou em ritmo normal.
Vai ter post toda semana novamente!

Bom, quero compartilhar  os motivos que me deixaram ausente por tanto tempo.
Eu estive super atarefada com mil coisas, como fiquei reclamando nos posts passados.
Estou dando os corres das minhas coisas da Iniciação Científica e estive ocupada com a minha viagem!
Nem sei por onde começar a contar de tanta coisa que aconteceu.

Bom,eu fui pra São Paulo sozinha pela primeira vez, fiquei orgulhosa de mim.
Eu sou uma menininha muito de interior, cresci em fazenda no Paraná, então eu sempre fico maravilhada com pequenas coisas da vida moderna.
Na segunda-feira eu fui ao médico e no período da tarde peguei o ônibus para São Paulo.
Senti uma felicidade estranha em deixar São Carlos em um ônibus, porque Botucatu não tem busão, então sempre vou embora de carona.
Percebi que ia ser infinitamente mais feliz indo de ônibus por mais fodido que fosse XD
Enfim, passei um frio do demonho no ônibus porque sou extremamente friorenta sobre ar condicionados.
E mesmo fazendo 43ºC do lado de fora do ônibus ainda passei frio nos 19ºC do bus.
Eu fui sentadinha na janela e estava um por-do-sol lindo que não consegui fotografar.
Gosto muito de viajar e ver as paisagens, Sempre tento fotografar quando é possível.Dessa vez não deu.
Paramos em um posto no meio do caminho que fiquei brincando com esses peixinhos assassinos no aquário grande XD



Depois de quase ser devorada pro esses peixes gigantes, eu finalmente cheguei em São Paulo.
Confesso que fiquei impressionada com a rodoviária hasuhaushaus
Aqui em São Carlos, a rodoviária tem umas 12 plataformas de embarque de ônibus, Cheguei em São Paulo no Tietê e desci na plataforma 76 e ainda tinha muitas outras! Fiquei olhando para a plaquinha até me lembrar que há outras rodoviárias em São Paulo e perceber a quantidade doida de ônibus que passam por aquela cidade todo dia.
O tempo todo que estive lá só conseguia pensar no quão grande a cidade era.
Sakura me buscou perto do metrô, e confesso que achei a rodoviária do Tietê muito interessante, são tão diferentes das rodoviárias do interior, cheias de lojas e gente formigando por todos os lados, ai fomos para a casa dela, já que ela me acolheu.
No dia seguinte ela me guiou de metrô até a 25 de Março onde compramos os tecidos que fui procurar.
Confesso que nunca tinha andado de metrô e achei bem engraçado, porque você paga um dinheiro e fica poucos minutos dentro dele. Foi tão rápido, mas achei muito legal XD
Foi muito emblemático para mim, ver a cidade de dentro do metrô, olhando ela por cima no período da manhã.
Achei uma experiência que gostaria de ter compartilhado com várias pessoas.
Sakura foi minha guia por todo o tempo que fique lá, me mostrou os lugares que ela conhecia, e as coisas que nunca ouvi falar de São Paulo.
Achei tudo muito interessante.
Da última vez que estive em São Paulo, não consegui encontrar os tecidos que estava procurando, dessa vez encontramos tudo na mesma galeria em duas lojas que fiquei apaixonada.
E gente, os preços foram TÃO baratos.
Dizem que o Brás é muito bom para comprar tecidos, mas você precisa conhecer bem os lugares para comprar.
Eu queria poucos metros de cada tecido e acabei achando tudo na 25.
Eu fui para lá procurar uns 3 tecidos diferentes que não encontro aqui no interior.
Fui preparada para gastar uns R$150,00 e acabei gastando menos de R$90,00 comprando tudo.
Comprei muito tecido a mais do que precisava porque estava bem em conta.


Comprei meu Lamê para a Elektra, uma pelúcia peluda e vinil branco.
Precisava tanto de vinil vermelho para a Scarlet Witch e esqueci de comprar!
Quis me bater quando voltei para Botucatu e percebi o que tinha feito.
Destruiu meus planos de usar a Feiticeira na Comic Con. Estou cogitando usar a Elektra mesmo. Vamos ver como andam minhas costuras nos próximos finais de semana.
Sakura me levou até a Galeria do Rock  para que eu finalmente conhecesse S2
Achei todas as lojas lindas e me apaixonei pela vista de lá.
É claro que nunca chego muito perto das sacadas mas gosto de fotografar.

 

Sakura me levou para a Sé e andamos pelo centro velho.
Eu gosto de ver aqueles prédios velhos e bonitos de pedras caríssimas.



Depois seguimos para a Liberdade pra comer!
Compramos Melona por motivos de sim, e voltamos para casa.
Eu gosto tanto daqueles mercadinhos da Liberdade, gosto de ver todas as coisas diferentes que eles vendem e comprar coisas estranhas.
Eu realmente gosto da comida de lá e sempre fico com vontade de comida japonesa de tempos em tempos.
Foi bom poder comer tanto naquele dia XD


Na noite seguinte seguimos para a festa de Premiação do 19º Prêmio Cláudia.
O Prêmio Cláudia premia mulheres notáveis do país por seus diferentes feitos de importância social majoritariamente.
O Coletivo que participo e ajudei a fundar em Botucatu ajuda vítimas de estupro na faculdade, fomos indicadas por nosso apoio a diferentes vítimas ao longo do ano.
 O prêmio Cláudia foi o motivo principal de eu ir para São Paulo e ficar na casa da Sakura.
Era uma festa de gala, e foi bem engraçado ver o Amaury Jr. entrevistando gente rica lá.
Quero só dizer que festa de rico é bem chata em vários aspectos.
Primeiro não tem muito o que comer, então já dou o ponto positivo pro churrascão da classe trabalhadora porque rola carne daora ao invés dos patêzinhos que a Premiação serviu.
Segundo que não tem onde sentar na premiação, então super curto as festas na casas dos amigos que termina com todo mundo sentado no chão, e por último quero dizer que tinha duas opções de bebida: champagne e refri light.
Pra mim foi tipo a junção do demônio com o capiroto porque não gosto de champagne e odeio refrigerante com adoçante.
Aproveitamos o coquetel de entrada para conversar com as pessoas e tirar fotos, porque comer não deu, né?
Essas festas da aristocracia não valem a pena, gente. É cilada.


A cerimônia de premiação foi realmente bonita.
Tinha bandinha, gente famosa e cadeira pra sentar (muito importante!)
Teve Marília Gabriela, Raí, Dira Paes, Luíza (a do Magazine Luiza) e outras pessoas que não conhecia.
Eu sabia q venceríamos porque acertei todos os vencedores da noite, mas mesmo assim foi muito emocionante participar da premiação.
Foi uma homenagem linda de empoderamento às mulheres e foi uma honra ter vencido ao lado de tantas mulheres fortes que competiram por esse prêmio.
O Genis venceu na categoria Revelação, que premia jovens mulheres e confesso que chorei como criança no nosso discurso.
Foi muito emocionante ver nossas pautas expostas lá no palco e aplaudidas por tantas mulheres fortes que estavam lá presentes.
Foi lindo ver nossos votos e desejos ditos em voz alta para que todo aquele auditório soubesse que nossa luta nunca termina, que nosso desejo de mudança é diário e que sempre faremos o que for de nosso alcance em prol das mulheres.


Acredito que o prêmio não signifique muito para mim, porque ele não me pertence.
Ele pertence à cada uma das garotas de minha faculdade que se levantaram contra uma opressão esmagadora e denunciaram seus agressores, pertence às mulheres que levantaram suas vozes para que a violência que sofreram não seguisse em silêncio e seus agressores impunes.
É para cada uma dessas mulheres que me dedico ao Genis, e esse prêmio pertence a elas, não à mim.
Eu digo que não faço mais do que minha obrigação: a obrigação de não me manter imparcial quando a violência chega até mim, quando uma vítima conta seu caso, ou quando essas mulheres pedem a nossa ajuda.
Eu nunca me considerei uma pessoa boa de caráter, mas do Genis é algo que realmente me orgulho.
Não faço para ganhar pontos na vida, faço porque acho que é certo, porque acredito que é correto e que é meu dever fazer algo sobre.
Não penso muito se lutar com o Genis me faz uma boa pessoa, porque não passo os meus dias tentando me encaixar na definição de "Boa Pessoa" que a sociedade prega. Eu só tento, a cada dia, fazer o melhor possível da maneira que acredito ser correta.
Desejo do fundo do meu coração que chegue o dia que Coletivos como o Genis não sejam mais necessários.
E que mulheres como eu não precisem mais levantar suas vozes perante os outros, exigindo respeito e dignidade às mulheres, e punição aos agressores.
Até lá, eu sigo com o Genis, porque afinal, no fim de tudo, todas nós mulheres Somos Genis.



Bom, depois de tudo isso voltei para Botucatu e estou começando a estudar para as minhas provas.
Espero que possam me perdoar por demorar tanto para retornar as atividades normais.
Foi por todos esses motivos bonitos que postei.
Um beijo para todos!

4 comentários:

  1. Hey Di-Lua!
    Ah, que coisa mais lindinha. Também sou do interior do Paraná e acho ir para São Paulo uma atividade excitante. Até andar de ônibus e metrô me encanta (que coisa de cidade pequena !).
    Também acho Melona muito amor! Assim como a Liberdade inteira~♥♥♥
    O projeto Genis realmente mereceu o prêmio ( eu votei para ele hashashash )
    Espero que as coisas se acalmem para você, porque tudo está realmente de boa para mim agora.
    Tenha uma ótima semana
    Alice²

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alice!
      Não é uma coisa fascinante?
      Achei metrô uma coisa hipnotizante hasuhaushasu
      Sou muito menininha de interior. Meu namorado meu zuou bastante por isso.
      Melona é muito bom, meu deus <3
      A Liberdade realmente é um lugar que encanta a gente, né?

      Ah, muito obrigada <3
      Fazemos o Genis a cada dia com muita dedicação.
      Eu estou meio tranquila no momento, mas logo começam minhas provas e tenho certeza que vou surtar.
      Estou nos dois semestres mais difíceis da graduação, então já sei a bucha que me espera XD

      Uma boa semana para você também!
      Beijos!

      Excluir
  2. Prêmio loko, parabéns! Espero que logo não precisem mais do trabalho de vocês em Botucatu, mas o trabalho nunca acaba né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Karime!

      Espero também que um dia o Genis não seja mais necessário, mas sei que o trabalho nunca termina.
      Não é fácil nascer mulher nesse mundo cretino.

      Excluir

Todos os comentários são lidos e respondidos.
Comentários com teor preconceituoso ou intolerante não serão publicados.