30 julho 2014

Eventos e cosplays para esse ano!

Oi, gente!
Como passaram essas duas semanas que sumi?
Peço desculpas, eu estou sem aulas e os dias estão ficando confusos, tem sido difícil lembrar que dia da semana é XD
Essa semana teve festa de aniversário em família aqui em casa, então foi um terror, não tive tempo de viver.
Só fiquei mais tranquila hoje, porque terminamos de arrumar toda a bagunça.

Bom, vim contar meus planos para esse ano.
Eu não escondi que estava passando alguns problemas financeiros e meus cosplays atrasaram por isso.
Estou melhorando consideravelmente e no próximo mês já pretendo estar com tudo tranquilo.
Estive planejando várias coisas aqui na minha mente perturbada, e já estava com planos de ir à eventos esse ano porque há muito não os visitava.
Como sei que os eventos são muito parecidos, decidi ir aos eventos que nunca fui.
Estou tentando ir ao Ribeirão Preto Anime Fest no mês que vem, mas muito provavelmente não vai rolar.
Confirmei presença na primeira edição do Jundiaí Anime Fest. Vai ser muito legal porque é um evento novo, em uma cidade que nunca fui, e vou ter a oportunidade de rever uma amiga que há muito não via, já que ela mora lá.
Pretendo  ir na Brasil Game Show em São Paulo em Outubro e confirmei presença no Animararaquara e na Comic Con Experience em novembro e dezembro respectivamente.
Criei um gadget no blog para mostrar qual é o próximo evento que irei, para quem quiser me encontrar lá poder saber em qual estarei e combinarmos de nos ver :3
Eu adoro encontrar cosplayers de outras cidades nesses eventos, então se você vai em algum desses eventos que citei, me deixe um comentário aqui nesse post pra que a gente possa combinar de se ver por lá :3


Eu ainda não decidi qual cosplay vou usar em qual evento, mas tenho alguns personagens que pretendo terminar esse ano ainda, então provavelmente vou estar usando algum deles nessas edições.
Ainda não sei a ordem porque né? Eu sempre escolho no dia anterior XD


 


Você deve ter percebido que estou com um problema numérico, já que confirmei presença em 5 eventos e tenho só 3 cosplays, na verdade tenho 2, porque não estou com intenções de usar a Lisa em uma convenção. Então não sei como proceder.
Eu estou com problemas para escolher meu cosplay para a Comic Con e mais ainda para saber como vou pagar por todas as viagens haushaushuahsa XD
Bom, no próximo mês vai estar tudo certo com meus dinheiros e já vou guardando os trocados.
Semana que vem preciso comprar QUILOS de coisas porque quero fazer todos esses cosplays esse mês ainda, como? Não sei também.
Coloquei uma enquete no rodapé do blog pra que votem em qual cosplay devo usar na Comic Con!

E agora fazendo algumas atualizações sobre essa semana que passou batida:
-Criei um Instagram pra mim porque troquei de celular e agora tenho todos os aplicativos daora. Me adicionem nos seus grupos de cosplay no what's up, gente!
Estou postando minhas fotos em tempo real lá, porque fechei meu twitter, porque ele era íntimo como meu perfil pessoal do Facebook em que só aceito pessoas que realmente conheço.
Estou seguindo os cosplayers tudo!



-Revelei minha lista de cosplays de League of Legends, porque MUITA gente tem que perguntado quais cosplays de lá eu faria.
Eu geralmente recebo uma média de 16 mensagens no Facebook toda semana na minha página.
Isso sem contar todas os comentários lindos que recebo no Youtube, no blog e agora no Instagram.
Eu recebi várias sugestões de personagens mas no fim acabei me decidindo apenas pelos personagens que realmente gosto de ver em campo em LOL.
Morgana, Syndra e Vayne.
Tenho um amorzinho especial por cada uma delas e pretendo fazer todas com muita dedicação.
A Syndra é a que pretendo fazer já, a Vayne e a Morgana ainda não tem data de estreia.
2015 vai ser um ano estranho porque tenho alguns projetos espinhosos pra realizar e não sei quanto tempo vou demorar.
Eu sempre gosto das personagens obscuronas complicadas.


- Passamos dos 650 seguidores no Youtube e no Facebook também!
Muito obrigada, gente. Algumas pessoas pensam que 650 pessoas é pouco, principalmente quando a gente compara com páginas que já passaram dos 10 mil seguidores, mas eu considero MUITO MUITO mesmo.
Eu NUNCA esperei conseguir tanta gente acompanhando meus cosplays assim.
Quando comecei com o meu blog anos atrás, e há dois anos quando comecei a fazer tutoriais eu não esperava mais de 50 pessoas me acompanhando, e hoje estamos passando dos seiscentos e cinquenta!
Isso não é pouca merda, não! XD
E acho isso especialmente lindo porque eu não tenho costume de ficar "mendigando likes".
Muitos amigos inclusive nem sabem que eu tenho uma página de cosplay ou esse blog, porque eu tenho para mim, que as pessoas devem encontrar seu trabalho por elas mesmas, por daí se elas seguirem, é porque elas realmente gostaram e não porque você pediu "por favorzinho curte minha página" ou "olha tá aqui o link de todas as minhas mídias, dá um like em todas pra ajudar, tá?" e coisas assim.
Eu inclusive tenho pra mim uma aversão muito forte à gente que fica se oferecendo muito sobre qualquer assunto.
Eu tenho o costume de mostrar meus links quando alguém me pergunta, e eu não costumo falar "olha, tá aqui se puder curtir seria daora". Eu simplesmente coloco o link e se a pessoa quiser ela segue.
Então eu aprecio muito muito MUITO mesmo as pessoas que me seguem, e interagem comigo nessas redes, porque eu não coloco nenhum tipo de pressão sobre elas. Elas acompanham porque gostam e acharam legal.
E 650 pessoas desconhecidas acharem seu trabalho legal é muita gente. Isso lota vários auditórios que conheço e poucas palestras de cosplayers atingem esse público.
Então eu agradeço a cada pessoa que me seguiu e segue até hoje, e quero dizer que aprecio muito cada um de vocês.

-Testei vários tipos de técnicas novas de maquiagem e consegui efeitos bem legais para os meus cosplays!
Encontrei o tipo de técnica que estava procurando e logo logo vou fazer um post mostrando como estou fazendo agora.
Estou fazendo um tutorial sobre maquiagem masculina pro Youtube e preparando um post sobre maquiagem para pele morena/negra.
Fica aqui minha cara branca, e não laranja como costumava fazer, que consegui com minhas peripécias de maquiagem.
Como estava testando só a pele, não fiz nada de legal nos olhos, mas fico impressionada em como consegui cobrir todas as minhas olheiras e marcas fundas.
Sinto como se tivesse subido de level na skill de maquiagem.


Enfim é isso!
Espero que tenham passado bem, um beijo pra todo mundo e me avisem em qual evento vocês vão!

11 julho 2014

Heroes of Cosplay! - O Reality Show com Cosplayers

Oi, gente!
Como passaram a semana?
Eu passei bem, estou tentando fazer algumas coisas aqui mas a preguiça tem reinado nesse meu corpo decadente.

Eu comecei e terminei de assistir a "tão famosa" série da Syfy sobre cosplayers: o Heroes of Cosplay.
Queria fazer esse post enquanto minhas memórias  ainda estão frescas sobre a minha experiência.
Acho que todo mundo tem uma coisa com a forma como o cosplay é mostrado na tv pelos programas, mas acho que nenhum programa causou tanta polêmica na comunidade cosplayer no mundo todo como esse programa.
Heroes of Cosplay é uma série de 2013/2014 sobre cosplayers produzida pela SyFy que conta atualmente com uma temporada de 12 episódios, também ditas como duas temporadas de 6 episódios.
A ideia central da série é mostrar a confecção de cosplays de alto nível para competições nos Estados Unidos.



Os protagonistas
A série conta na primeira temporada com cosplayers famosos dos EUA como :
 Yaya Han, famosa pelo alto nível de costura das  roupas que ela produz;
Riddle, que confesso que acreditava ser alemã e não americana, mas que é absolutamente talentosa com materiais muito peculiares e peças em acrílico,
Monika Lee, que cresceu no país por fazer séries bem populares por lá,
e alguns cosplayers que confesso nunca tinha ouvido falar, como:
o Jesse, que é  um artesão muito bom com materiais que eu nunca vou conseguir moldar na minha vida (ele molda peças em metal!!),
Victoria, que junto com o namorado sempre deixam os cosplays pra terminar horas antes do evento, assim como todos nós aqui no Brasil, né?
A Chloe, que tem um canal no youtube onde faz coberturas de eventos do público nerd.
As amigas Holly e Jessica, que juntas mantem uma micro empresa de construção de fantasias para anúncios e festas.
e a Becky que é uma aspirante a atriz que sempre faz uns cosplays exóticos.
Na segunda temporada de seis episódios temos a saída da Monika, da Vanessa e da Becky mas a entrada de novos participantes:
Carl que é um rapaz bem jovem e ambicioso dentro do cosplay e que tem alguma experiência com competições
A Indra que voltou as competições para poder participar da segunda temporada do reality e é muito talentosa.
O Miguel que tem ideias muito boas também, mas não tem muita experiência com campeonatos
A Katie que foi representante dos Estados Unidos no WCS em 2012
e a Meg que praticamente não aparece nos episódios.


A ideia da série seria mostrar o cotidiano desses cosplayers montando suas roupas e acessórios, e mostrar o climão das competições de cosplay nos EUA.
Até ai tudo muito bonito, muito legal. O problema é que o Heroes of Cosplay tem várias falhas, e elas fizeram com que a comunidade norte americana de cosplay detestasse o reality.
Por um lado o público não cosplayer e uma  parcela de cosplayers norte americanos realmente aprecia a série, embora não a considere muito representativa, mas por outro, Heroes of Cosplay conseguiu uma horda de inimigos dentro do cosplay, que despertou tamanha raiva na comunidade, que eles decidiram fazer um abaixo assinado exigindo uma mudança na forma como o reality era feito, e acho que surtiu algum efeito já que a segunda temporada é sensivelmente diferente da primeira.
Eu como cosplayer brasileira,confesso achei Heroes Of Cosplay interessante por um lado, mesmo tendo todas as falhas que ele tem, e acho até bastante representativo de como é o cosplay para os cosplayers que apenas pensam em competição.
As briguinhas por causa de prêmios, os preconceitos e arrogância de alguns cosplayers, isso tudo é presente nos campeonatos brasileiros em nível muito pior. E achei muito pertinente mostrar isso em um reality que mostra as competições cosplay.
O problema é que os cosplayers que fazem cosplay apenas pelo hobby, sem ligar para vencer ou não, se sentem muito ofendidos em como a série representa os cosplayers.
E dá pra entender o lado deles, com certeza.


Na minha visão o reality tem seus pontos fortes e fracos que você consegue enumerar bem facilmente e decidi colocar os pontos negativos e positivos da série para quem se interessa em saber o que achei.
Primeiramente os ruins:

O problema com a Yaya Han
Embora seja um reality sobre cosplayers, a primeira temporada de Heroes of Cosplay poderia se chamar o Diário de Yaya Han.
A série é totalmente focada na Yaya e sem ela, obviamente a série não seria continuada.
Poucos episódios ela não está presente, e chega a ser chato como a série a coloca como "Embaixadora do Cosplay".
Eu gosto muito dos cosplays da Yaya, e ela tem um nível fantástico de costura, mas aí a chamá-la de Embaixadora do Cosplay, como se ela fosse a melhor cosplayer dos Estados Unidos é muita inocência dos produtores.
É claro que o reality precisava de uma cosplayer para colocar como a melhor dentre os melhores, mas acho que o que mais irrita os cosplayers norte americanos que assistem a série, é o fato de que a Yaya Han  (embora eu acredito que isso tenha sido algo que a produção colocou como papel dela) realmente parece achar que é a Rainha do Cosplay nos EUA na primeira temporada.
Nos primeiros seis episódios chega a ser cansativo como tudo no programa gira em torno da Yaya defender a "reputação dela cosplayer famosa". Em momento algum ela declara que vai fazer o cosplay porque gosta do personagem, ou porque ele é legal e coisas assim, ela só repete exaustivamente coisas do tipo "vou fazer esse cosplay e essa apresentação porque são incríveis e vão manter minha reputação e Zzzzzzz.....".
Isso ficou tão chato e o público reclamou tanto disso que nos últimos 6 episódios da primeira temporada, a palavra "reputação" não é utilizada em momento algum, porque ninguém aguentava mais.
Foi bom terem feito tantas modificações na série porque a deixou muito mais aceitável.
Eu sempre gostei muito da Yaya como cosplayer, mas assistir o reality me fez ver um lado dela que eu realmente não gostei.
Primeiro porque eu percebi que a Yaya é uma cosplayer muito normal, só que com uma excelente habilidade de costura.
Os acessórios que ela faz são todos muito normais, ela usa Worbla, pinta umas coisinhas aqui como todo mundo, mas pegar meio quilo de silicone e montar um demônio feito de resina como os outros participantes se propõem? Não isso ela nunca fez.
As partes mais complicadas do cosplay dela são feitas pelo Bryan, que é o seu noivo.
É como se ela tivesse algum tipo de alergia forte à qualquer material diferente de Worbla na vida. Achei decepcionante porque ela é colocada como a "maior cosplayer dos Estados Unidos" e nem moldar uma armadura em borracha ela parece conseguir.
A coisa mais diferente de Worbla e tecidos que você vai ver ela usando é cabelo pra montar perucas, mas como eu disse, isso todos os outros competidores também fazem. Então achei meio chatas todas as filmagens que mostram ela construindo os cosplays que ela usa, porque eu não vi nada de mais. =/
Fiquei absolutamente decepcionada porque ela exige tanto dos competidores que eles montem cada parte do cosplay, cada centímetro com técnicas diferentes, e no fim, ela mesma não faz isso.


Ela em um dos episódios defende junto com a Vanessa, que pessoas acima do peso não devem fazer cos
play.
As duas insistem que pessoas plus-size não estão preparadas para o tipo de comentários ruins que vão ouvir e por isso devem evitar fazer cosplay e principalmente competir.
Eu não sei se isso reflete realmente a opinião dela ou se foi algo colocado no roteiro para ela, mas eu achei isso triste de tal forma que me fez deixar de gostar dela uns 40%.
Yaya já foi atacada diversas vezes em comentários de fotos por fazer personagens tipicamente americanos, já que ela é asiática e tem olhos puxados. A comunidade cosplayer sempre saiu em defesa dela, e ela mesma sempre disse que defendia a bandeira do "Cosplay para todos por diversão". Ai ela me aparece em um programa de tv, dizendo que gente gordinha não pode fazer cosplay.
Achei de uma hipocrisia sem tamanho, especialmente para ela que não está no perfil ideal de corpo que a sociedade ocidental procura.
Yaya tem uma estrutura óssea mais larguinha e é uma das cosplayers mais famosas por usar cintas e espartilhos apertadérrimos para manter o visual magro nos cosplays.
Então veja, ela não é lá muito magra (para os padrões americanos) e faz cosplay, mas insiste em dizer que cosplayers chubby não devem fazer cosplay.
A coerência mandou aquele abraço, né?



O problema com a Monika Lee
Se a Yaya Han é uma pessoa que o público cosplayer não gostou na primeira temporada, não tem nem o que comentar sobre a Monika Lee.
Monika é a mais nova dentre todos os participantes da primeira temporada,  e é sem dúvida a que aparenta ser mais antipática.
Ela é a cosplayer com mais arrogância dentre os competidores, e eu realmente peguei uma birra forte da forma como ela trata a própria mãe nas filmagem. Em vários momentos ela mandou a mãe calar a boca, ou sair do local onde ela estava, simplesmente porque Monika estava trabalhando em seu cosplay e sua mãe a "atrapalhava".
O cúmulo da Monika Lee foi quando a Becky sugeriu que elas fizerem um grupinho cosplay para competir, e a Monika foi extremamente grossa, dizendo que NUNCA faria grupo com uma cosplayer de nível tão baixo como a Becky.
Foi realmente grosseiro e a Becky ficou visivelmente chateada. Monika não tem a menor noção de união em comunidade, e é bastante egoísta para uma cosplayer.
Eu posso concordar que a Becky não tinha o nível de cosplay como os outros membros do elenco, mas aí a dizer esse tipo de grosseria desnecessária quando ela só queria fazer um grupinho pra se divertir? Achei desnecessário e deselegante.
Enquanto a Jessica e a Holly são duas lindinhas, que compartilham e estão sempre dispostas a ajudar quem quer que seja, a Monika me parece uma menininha que não quer dividir o doce com ninguém.
A verdade é que a Monika deveria ser uma pequena estrela dentro do reality. Ela é apresentada como a grande promessa do Heroes of Cosplay por ser "afilhada cosplay" da Yaya, a tão famosa "Rainha do cosplay". Os produtores até tentaram dar uma empurrada nela dentro da série, arrumando uma entrevista, e posteriormente um emprego, na Blizzard, produtora de games, mas a verdade é que Monika era totalmente odiada pelo público da série.
Quando o Heroes of Cosplay foi renovado para mais uma temporada de 6 episódios, Monika não voltou. E o público agradeceu por isso.



A polêmica com decotes e cosplays curtos
Heroes of Cosplay entrou em várias polêmicas dentro no universo cosplay na primeira temporada que é a mais controversa.
O mais famoso deles foi o caso de slutshaming por parte da Yaya Han para com a Jessica Nigri.
Monika e a Nigri são amigas muito íntimas e a Nigri é famosa por fazer cosplays bem provocativos.
Ela é o que muitos por ai xingam de "cosputa" e eu detesto realmente esse nome como já disse aqui.
Em um determinado episódio, Monika decide fazer um cosplay mais peladinho sugerido pela amiga.
Até aí tudo bem, que atire a primeira pedra quem nunca quis fazer uma personagem de biquini (E no fim das contas o cosplay da Monika nem era tão pelado assim) mas a questão é que o cosplay incomodou a mãe da Monika, que (com ajuda da produção que resolveu inventar uma história daora pra manter o reality funcionando) decidiu ligar para a Yaya, madrinha cosplay da Monika para tentar "colocar um juízo na cabeça" na menina.
Até ai tudo bem, tudo tranquilo, na medida do aceitável para um reality show.

O cosplay superprovocativo, lascivo , herético, indecente que a Monika fez.

O problema foi quando a Yaya estava diante das câmeras no "confessionário", e soltou uma declaração do tipo "Estou preocupada que a Monika se deixe seduzir pelo estilo sexy de cosplays da Jessica e esqueça da importância da construção do cosplay. Jessica e eu vemos o cosplay em ângulos muito diferentes. Pra mim é sobre construção dos cosplays.  Jessica Nigri representa o cosplay de uma forma errada".
Basicamente o público, e eu, entendemos a frase como " Não quero a Monika andando com uma cosputa como a Nigri, ela tem que seguir os MEUS passos, porque EU sou uma cosplayer decente de verdade, não fico fazendo cosplay pelado nem mostrando peitinho pra ganhar fama".
Isso caiu como uma bomba no público de uma maneira tão ruim, mas tão ruim, que a Yaya recebeu vários ataques via Facebook sobre o fato.
É difícil dizer se isso foi armado pela produção do programa, ou se realmente representava a opinião da Yaya, mas eu acredito que seja a segunda opção fomentada pela primeira.
Ela precisou gravar um vídeo com a Nigri depois, onde as duas "afirmam serem grandes amigas",  e a Yaya diz que não tem nenhum tipo de preconceito com os cosplays da Nigri.
É claro que a história não convenceu, especialmente porque a Yaya Han tem cosplays tão ou mais pelados que a própria Jessica Nigri, mas se sente no direito de indiretamente chamar a outra de cosputa.
Acusou a Nigri de mostrar os peitos pra vender e ganhar fama, mas a Yaya também faz isso, vendendo fotos de cosplays decotados e fotos de biquini exatamente como a Nigri faz,isso sem contar um calendário da Yaya em que 10 das 12 fotos são decotadinhas, né?
A diferença entre as duas é que uma é decente o suficiente para não julgar quem faz isso, enquando a Yaya é hipócrita ao extremo, como se só ela pudesse comercializar sobre o próprio silicone e sobre os próprios cosplays.
Yaya esteve bastante contida no Heroes of Cosplay, fazendo cosplays bem cobertinhos, sem grandes decotes e nem mostrando o bum bum, acredito que para passar a ideia de que é uma "cosplayer decente" e um modelo pra comunidade.
A Nigri tem vários cosplays muito comportadinhos, assim como a Yaya tem cosplays bem provocativos, então não acho que ela seja melhor que a Jessica para falar dessa forma dela.
Achei o episódio triste e o público também achou.


"Porque a Jessica Nigri é indecente e mostra os peitos pra vender mais posteres. 
Você tem que se inspirar na Yaya Han que é decente e só usa cosplays recatados". 
Não pera...senti uma hipocrisia e um slutshaming em algum lugar 

Jessica Nigri como vilã.
Depois dessa atitude infeliz da Yaya Han, a Nigri apareceu em vários episódios conversando com os cosplayers, especialmente com a Monika, que é com quem ela tem mais amizade.
A verdade é que a impressão que tive, foi que a Nigri estava lá para ser a "inimiga" da Yaya Han, como se todos devessem olhar pra ela e ver como você NÃO devia ser.
Achei muito triste, porque a Nigri, embora muita gente adore tacar pedra nela por diferentes motivos, é uma garota fantástica.
Okey, ela gosta de fazer versões com peitinho de fora de todos os personagens, concordo, mas eu não vejo problema nisso.
Ela tem uns peitões de silicone, ela pagou por eles e quer mostrar usando uns decotinhos. Ora, se eu tivesse algum peito aqui nesse corpo iria querer usar uns decotes bonitos também.
A verdade é que por mais que todo mundo deteste  a Nigri ela é um amor de pessoa.
Eu não sei se você teve a oportunidade de ver os vídeos dela na internet, mas ela está SEMPRE de bom humor, ela tira foto com você a qualquer momento, em qualquer lugar. Se você tiver um canal ou algo assim, ela faz uma vinhetinha pro seu blog sem cobrar nada.
A verdade é que em todos esses anos que eu sigo ela, eu NUNCA vi ela falando mal de ninguém. Eu NUNCA vi ela cagando regra sobre quem pode ou não fazer cosplay. Eu NUNCA vi ela falando quem pode ou não competir, e eu NUNCA vi ela fazendo nenhum tipo de treta por culpa de competição.
Eu sempre vi ela defendendo o cosplay for fun, sempre vi ela se divertindo, sempre vi ela pelada e contente nessas convenções.
Ela NUNCA teve espírito de porco em momento algum, e verdade seja dita, ela é muito mais cosplayer que muita gente na comunidade cosplay hoje em dia.
Porque ela se diverte e quer que você se divirta também.
E independentemente de tudo o que dizem dela, ela não faz nenhum tipo de drama, não faz nenhum tipo de mimimi. Ela segue em frente, pelada e rindo como sempre fez.
Depois que eu terminei de assistir a série inteira eu descobri que a Jessica Nigri foi uma das primeiras cosplayers chamadas para participar da série, mas ela se recusou.
Vários cosplayers se recusaram a participar porque não concordavam com a forma como o cosplay seria retratado dentro da série. A Nigri foi uma delas.
Quando eu descobri isso eu entendi porque os produtores pintavam ela como "demônio" nos episódios.
Quero dizer, queriam ela, mas quando ela disse não, resolveram queimar o filme dela.
Achei triste.



Os campeonatos forjados
Um dos maiores pontos do Heroes of Cosplay são as competições.
Depois de ficarem o episódio todo montando o cosplay, os cosplayers finalmente se encontram no palco para competir e ver quem recebe um prêmio.
Isso seria muito legal, muito bacana, se os campeonatos não fossem forjados.
Embora aconteçam em campeonatos de verdade, em eventos de verdade, os resultados são falsos.
Esse tem sido um dos maiores escândalos da série, porque os cosplayers que participam ou tentam participar dos campeonatos juntos com os protagonistas da série, contam as experiências depois. E poucas delas tem sido felizes.
Em vários relatos o que se conta é que a Yaya Han atrasa os concursos porque ela troca de roupa durante o julgamento.
Em um dos episódios ela atrasou 40 minutos o início do campeonato porque estava vestindo um cosplay gigante.
Outro babado forte dessas competições é que os vencedores são decididos ANTES do concurso começar.
Os juízes olham as roupas e avisam aos produtores quem vai vencer, para que ele possa ser filmado corretamente durante a performance.
Em alguns casos a reação dos cosplayers que vencem é filmada ANTES do resultado ser anunciado. Então veja só que beleza.
Isso fica muito claro no episódio 10, em que todos os competidores da série vencem algum tipo de prêmio ou recebem uma menção honrosa, é muito suspeito porque o campeonato claramente tinha mais de 50 competidores para o desfile, mas das 6 premiações, 3 foram para os participantes do reality, e isso é muito muito muito difícil de acontecer em um campeonato tão grande.
A gente reclama muito de "panelas" aqui no Brasil, mas a verdade é que o Heroes of Cosplay tem armado para que os participantes ganhem mesmo que não mereçam.
É claro que nem sempre isso dá certo, porque as vezes os participantes dos realitys não estão com um nível tão bom assim de cosplay, então não vencem nem com a produção influenciando o campeonato porque o público veria claramente que era armado. Mas a verdade é que na maioria dos casos, os Heroes of Cosplay vencem os campeonatos.
Muitos cosplayers tem procurado saber onde serão filmados os episódios justamente para NÃO aparecer nesses eventos porque sabem que as competições serão caóticas.
Em um dos episódios, o concurso de grupos cancelou a inscrição de todos os participantes, só permitindo três apresentações, porque os juízes, incluindo a rainha do cosplay Yaya Han, havia atrasado o campeonato porque foram trocar de cosplay.
Acho que esse é o ponto que mais critico nessa série. A forma como tratam os cosplayers que não participam do reality.
É triste que uma série que fale sobre cosplay, não respeite realmente o cosplay  nem seus praticantes.

Atrasou o campeonato inteiro, porque decidiu usar um cosplay do tamanho de uma caminhonete

A falta de representatividade do elenco
Outra parte ruim na série é que durante a primeira temporada o único homem na série que realmente é cosplayer é o Jesse.
É meio triste porque ele faz tudo sozinho, e dificilmente ganha um troféu. Você sente que ele fica meio frustrado e dá a impressão que ele não é tão bom quanto as participantes mulheres.
Na segunda temporada resolveram mais ou menos isso inserindo dois novos participantes homens, que são bem jovens e ambiciosos nos projetos de cosplay, além disso o Jesse muda um pouco o foco dos cosplays dele, e passa a fazer cosplays com menos armaduras e mais costura e acessórios.
Então foi um ponto que conseguiram corrigir um pouco, mas mesmo assim a proporção de homens e mulheres é desigual e acaba ficando meio gritante durante os programas que é um show praticamente feito por mulheres, como se o cosplay fosse um hobby exclusivamente feminino.
É realmente chato porque cosplayers homens são uma parcela menor realmente dentro da comunidade cosplay, mas para um reality seria legal equilibrar o número de participantes e mostrar a rotina deles, porque é algo que a gente não costuma ver muito por aí.
Outra coisa também é que todos os participantes são brancos, e só a Yaya não se encaixa no perfil do branco europeu.
Eu sempre sinto que estou querendo muito de um programa que representasse corretamente a população na tv mas seria muito daora ver participantes negros, participantes acima do peso, participantes deficientes!
Já pensou que daora seria uma cosplayer cadeirante?
Acho que aí sim faria muito sentido o título de "Heroes of Cosplay".
Sei  lá, gosto de pensar que em uma realidade paralela existe um programa sobre cosplay que mostra cosplayers de verdade, respeitando as diferenças.



Mas nem só de partes ruins vive o Heroes of Cosplay, existe coisas boas na série que realmente me fazem continuar a assistir.

As confecções de cosplay
Meu deus, nisso realmente eu acho que acertaram na escolha dos participantes.
É claro que nem todo mundo lá é super fantástico, mas eu acho fascinante ver a Riki e o Jesse construindo os cosplays deles.
A Yaya Han, embora seja considerada a Rainha do cosplay na série, é poucas vezes vista fazendo os cosplay, e nada do que ela fez me impressionou.
Já a Riddle esculpiu um vestido inteiro (e acho interessante como praticamente todos os participantes esculpem coisas para fazer moldes, já que isso não é uma pratica comum aqui no Brasil) e fez uma cópia em silicone praticamente sozinha. Na segunda temporada ela constrói um arco em 3D de resina usando um único molde, foi algo que eu nunca vi ninguém fazer. Sem contar que ela inseriu uma série de LED's no interior da resina seca, que fez com que brilhasse como se fosse cristal. Muitos a consideram a melhor cosplayer dentro do programa.
O Jesse fez não uma mas DUAS armaduras de Stormtrooper diferentes partindo do nada. Ele montou uma metralhadora que gira de verdade só pelo HUE de montar. Ele vive montando peças realmente detalhadas em metal e tem mais habilidade com materiais termoplásticos que eu nunca pensei que alguém teria.
A Chloe teve uma ideia simples mas genial de montar um robô sob um carrinho de controle remoto e aquela coisa andava de verdade pelo evento. Ela usa muita eletrônica nos cosplays dela, então ela sempre tem um acessório que se mexe, que abre e fecha sozinho e coisas assim.
As amigas Jessica e  Holly constroem coisas enormes de um dia para o outro. Montaram um dragão inteiro de EVA, umas asas de pokemon gigantescas que se movimentavam. A Jessica conseguiu imitar uma careca usando uma técnica de maquiagem que ficou tão realista que eu pensei que ela tinha raspado o cabelo de verdade!
Eles usam de tudo desde isopor até resina e imãs. Eu nunca vi ateliês tão grandes na minha vida.
Para mim que sou cosmaker, é impressionante ver como eles constroem seus cosplays com materiais tão diferentes e como levam kits de 77328943 tipos diferentes de colas para os eventos.
É sem dúvida a minha parte favorita.



Eles erram.
Acho que o mais daora da série é a cara deles quando as coisas dão errado.
Isso é algo muito verdadeiro dentro do cosplay porque todo mundo erra quando está construindo as coisas.
Nem sempre nossas ideias dão certo,né?
Acho que o episódio que eu mais ri, foi quando a Indra estava construindo as nove caudas para o cosplay dela de Ahri, e a estrutura de PVC que ela construiu deu toda errado.
Primeiro era muito pesada e ela passou momentos muito engraçados tentando manter a estrutura no manequim, depois o marido dela não conseguia prender a estrutura nas costas do cosplay que ela fez, e depois pra coroar, houve a cara de dó que ela fez quando viu que teria que deixar as caudas no hotel porque não conseguiria usar. Eu me enxerguei totalmente nela.
E todos os cosplayers na série tem problemas com o tempo, então é muito comum ver todos eles terminando as peças do cosplay no caminho para o evento, ou no hotel, ou varando a noite porque as coisas deram errado por fazerem às pressas.
É uma face muito verdadeira, que a maioria dos cosplayers consegue se identificar.




Os cosplays desmoronam
Acho que esse é o maior problema de todos os cosplayers e ele acontece no Heroes of Cosplay também.
Você faz aquele cosplay lindo maravilhoso, fica horas observando aquele brilho e magia. Aí no meio do evento a peruca solta, o seu acessório quebra, sua bateria acaba, as luzes do cosplay apagam e você passa por aquele terror.
É muito engraçado ver que não teve uma única vez que eles usaram LED, em que a bateria não falhou segundos antes de subir no palco. O episódio 10 por exemplo, deveria se chamar "O episódio em que todos os competidores com LEDs tiveram problemas". XD
Em um dos episódios a Victoria estava participando de um "vira vira",onde os cosplays são avaliados muito de perto pelos juízes, e o acessório de cabeça simplesmente quebrou e caiu na frente de todos os avaliadores.
Eu não sei se o mais legal é ver as coisas desmontando, a gente ficando em choque porque as coisas quebraram ou se é a cara dos cosplayers quando as coisas desmontam.
É um mix de horrores que eu realmente gosto porque prova que independentemente do material que você usa ou do quão famoso você é, o cosplay é imprevisível e alguma coisa sempre dá errado.


Eles fazem gambiarras
Não é só você que faz gambiarras pra manter a sua roupa no lugar, amigo!
Essa série está ai pra provar que você pode ter meio milhão de seguidores no twitter, e você vai continuar usando fita adesiva pra colar as peças das armaduras soltas.
A Jessica e a Holly são as especialistas das gambiarra no programa.
Em um mesmo episódio a Holly conseguiu montar um barco inteiro colando EVA com fita adesiva, e depois ainda cortou a faixa dos peitos, porque ela estava fazendo um crossplay (cosplay com gênero trocado), com uma tesourinha sem ponta e depois colou de novo usando fita adesiva.
Aprendi nessa série que Durex é tudo na vida.
Fora as gambiarras insanas que eles fazem tentando completar o cosplay, como a Holly que foi fazer um molde da cabeça da Jessica e quase matou a companheira asfixiada no primeiro episódio.
Eu realmente ri porque a frase que ela mais dizia era "eu não quero ter que chamar a ambulância DE NOVO por causa disso"
ahsuhaushaushaushuahsuahsuahs
Quem nunca desrespeitou as normas de segurança fazendo cosplay, né?


Tem cosplayers bacanas!
Embora a Yaya e a Monika deêm ânsia em vários momentos, e os episódios em que elas não aparecem são os mais legais, o Heroes of Cosplay tem pessoas legais.
No fim da segunda temporada você percebe que algumas amizades estão formadas dentro do programa, então é interessante ver como essas duplas e trios se ajudam dentro do show.
A Chloe é uma das participantes que mais gosto, e uma das mais amadas pelo público também, porque ela é muito humilde no programa.
Ela é a que menos tem experiência com competições, então tudo pra ela é muito legal.
Quando ela vence, ela comemora, quando ela participa ela se diverte mesmo que não ganhe nada, quando ela faz cosplay ela realmente fica feliz, e quando ela e convidada à participar de  um grupinho de cosplay eu quase consigo ver os olhos dela brilhando quando ela diz "Vocês realmente me querem no grupo com vocês?"
Ela também é a única dos competidores que é filmada nos eventos conversando com o público.
É muito legal porque ela anda pela convenção e as pessoas dizem "Ei, muito legal o seu cosplay" e ela abre aquele sorriso monstro e diz "Ei, muito obrigaaaada S2".
A Jessica e a Holly também são duas fofas porque são veteranas muito legais.
Elas sempre montam grupinhos com os cosplayers mais novos e fazem tudo para se divertir.
São as únicas, junto com a Chloe, que eu realmente acredito que fazem cosplay porque gostam e não porque querem a fama dos campeonatos.
Elas se divertem tanto no palco, elas compartilham as experiências com os iniciantes e sempre estão juntas.
É muito engraçado o episódio que elas tentam competir separadamente, porque elas ficam totalmente infelizes e perdidas.
Elas tem um espírito de dupla muito legal, que fica bonito na tv.
Fora que a Jessica é super alto astral e elas comemoram feito orangotangos quando vencem.
É impossível esquecer a dancinha de "Ganhamos um trofé-éu, você não está fe-li-liz? Somos vencedora-as" que a Jessica faz no fim do primeiro episódio. haushaushauhsuash
Elas também são super fofas porque não ajudam apenas elas mesmas, elas ajudam os outros competidores sem esperar nada em troca.
Elas ajudaram a Chloe quando ela foi competir pela primeira vez, a Jessica ajudou o Jesse, quando ele não conseguia arrumar o próprio cabelo e coisas assim porque elas estão dispostas a fazer amizade com todos.
São muito lindas e são duas cosplayers que realmente me inspiram dentro daquele show.
Gostaria que houvesse mais do espírito delas nos cosplayers que participam das competições.
O Miguel e o Carl que entram na segunda temporada também são bem legais porque são amigos bem jovens, e acho que por serem os únicos participantes homens, eles tem uma relação legal com o Jesse.
Então na segunda temporada você percebe que está havendo uma formação de um grande grupo formado pelos três rapazes e as amigas Jessica, Holly e Chloe que já se davam bem desde a primeira temporada. É bem bacana de acompanhar.



Eles tem ideias loucas
Os participantes daquele reality tem ideias totalmente loucas de cosplays,e as vezes você até duvida que eles realmente estejam falando sério.
Não dá pra esquecer o Carl e sua ideia insana de fazer cosplay do Mannequin de Silent Hill, muito menos da apresentação da Holly e da Jessica baseada no musical CATS, só que em uma versão HUE da internet, onde elas eram os gatinhos famosos da interweb.
A Victoria pra ser sincera é a mais louca das ideias, dá pra contar nos dedos quantas vezes ela fez um cosplay baseado realmente em algum personagem que já existisse.
Ela usou um vestido de LED baseado em Tron Legacy, depois fez um cosplay original de uma super heroína com roupa feita de quadrinhos.
Nunca vou entender qual foi a lógica dessas escolhas.



Tem convidados bacanas!
É claro que as vezes é tudo muito arranjado pela produção e tals, mas os cosplayers do programa participam de vários encontros com pessoas famosas no mundo nerd.
Desde atores que são juízes de campeonatos, até visitas à estúdios e ateliers de proopmakers famosos, a série mostra vários locais onde acessórios de filmes foram criados e onde grandes mentes da produção artísticas de filmes trabalham até hoje.
É claro que muitos deles só aparecem de relance, ou fazem aparições breves e quase sem muita ênfase, mas não deixa de ser legal ver os caras nas convenções ou trabalhando nos estúdios, mesmo assim.
É legal ver outros cosplayers famosos aparecendo sem querer nesses programas também.
Eles as vezes são juízes junto com a Yaya, e eu particularmente fico feliz em vê-los, porque sigo MUITOS cosplayers gringos e sempre que vejo um nas filmagens eu penso "Olha! A fulana! Que divertido".

Brian Henson tem uma participação especial no programa.


Eles fazem cosplays fantásticos em "uma semana"
Por um lado eu critico isso porque a série exige que os participantes façam um cosplay novo por episódio, mas por outro lado eu tenho certeza que eles foram avisados disso e concordaram com isso antes de participarem do programa, então acho que tudo bem.
Embora a série diga que eles fazem os cosplays em uma semana, eu tenho a impressão que eles são feitos em um espaço um pouco maior de tempo por algum motivo, algo em torno de um mês ou algo assim, mas acho que é mais pela descrença de que eles consigam costurar tão rápido, já que raramente mostram eles costurando no programa.
O pouco tempo que eles tem é insano porque eleva os ânimos de todos os competidores à níveis astronômicos e faz com que eles cometam vários erros e precisem mudar os planos bem rápido, mas é fantástico porque eles conseguem fazer cosplays legais mesmo assim.
É só avaliando essa característica que você concorda com a escolha de cosplayers para o elenco, porque poucas pessoas tem sangue frio e dedicação suficiente para fazer um bom cosplay em tempo tão curto.
Outra coisa também é que muitos desses cosplays já haviam sido feitos pelos cosplayers antes, como o vestido de Tron da Victoria, e os produtores apenas pediram para que fossem refeitos durante a série, então acho que eles aproveitam algumas peças desses cosplays antigos também, mas acho que para um programa de tv está valendo, né?



Eles estão fora de casa fazendo cosplay
Embora durante as confecções dos cosplays eles fiquem todos enterrados nas suas garagens, de pijama e cabelo zuado, eles sempre competem fora de suas cidades, então sempre andam de avião e passam a noite anterior ao evento em terminando os cosplays em hotéis.
É bem legal porque esse tipo de coisa a gente só vê no Brasil em competições como o WCS e o antigo YCC Internacional, mas no Heroes of Cosplay isso é absolutamente comum.
Eu acho muito divertido ver a cara deles quando entram nos quartos e soltam coisas como "P*ta mer*a, o quarto é enorme".
É engraçado ver como eles ficam perdidos nos quartos grandes também, porque todos eles são muito bagunceiros e sempre esquecem onde colocaram as coisas nos quarto.
Acho que a que mais tem momentos engraçados sobre isso é a Holly, que praticamente todo episódio está procurando alguma coisa pelo quarto de hotel com o cabelo em uma redinha de peruca. XD
A Chloe também me diverte porque ela está sempre fazendo cosplays com tinta corporal, e ela gosta de se pintar usando um pulverizador, então ela está sempre no banheiro chique morrendo asfixiada haushaushaushauhsuahsuahsusha


Eles tem ajuda
Uma coisa que aprendi ao ver essa série é que se você é cosplayer, sempre vai precisar de ajuda nisso.
A única na série que não tem ajuda é a Monika, mas aí você pode dizer que ela é muito mala pra ter ajuda de alguém, sei lá.
Os outros participantes TODOS tem muita ajuda de alguém próximos a eles.
A Chloe tem o pai, que era supervisor de efeitos especiais nos estúdios de Star Wars, a Holly tem a Jessica e elas se ajudam mutualmente, a Riddle tem o marido porreta com quem divide igualmente  os trabalhos nos acessórios, ao contrário da Victoria tem o noivo que praticamente faz todo a parte de costura pra ela ou a Yaya que deixa as partes que não são de costura ou de worbla para o noivo fazer, o Carl  tem a irmã mais velha que também é cosplayer e o ajuda nas coisas insanas que ele faz, enfim todos tem um suporte de alguma forma.
É interessante ver que sem os companions, nenhum deles conseguiria subir no palco, e mostra que mesmo sendo super famosos, eles precisam de ajuda assim como a gente, seja pra dar ideias ou pra fechar o seu zíper na hora de vestir o cosplay.
Acho que a parte mais engraçada de toda essa ajuda foi protagonizada pela Jessica, que pediu a ajuda pra Holly, porque "não conseguir fazer uma boa careca na própria cabeça e precisava de uma mãozinha".
Foi um momento muito esquisito XD



As regras das competições nos EUA
Uma das coisas legais da série é que você percebe como as competições nos Estados Unidos são diferentes das do Brasil.
Eles consideram muito mais a parte de construção do cosplay, da fidelidade do que a apresentação.
Por um lado isso faz com que o reality seja meio chato nas competições, porque as apresentações são sempre chatas, mas por outro lado é muito legal ver que todos eles se esforçam para terminar seus cosplays sozinhos.
É interessante ver como os cosplayer perdem pontos quando não fazem seus acessórios ou sua própria costura. É quase como um motivo de desclassificação, porque os campeonatos julgam a sua habilidade de construir um cosplay acima de tudo.
Claro que isso varia de campeonato para campeonato, mas achei divertido ver que os juízes podem dar uma premiação especial para seus participantes preferidos, ou fazer menções honrosas à cosplayers ou grupos, já que eles não tem o costume de fazer 3 premiações para cada categoria.
O fato de aceitarem cosplays originais em torneios me deixou muito confusa também, porque nenhum campeonato no Brasil permite esse tipo de participação. Não só eles competem com personagens inventados por eles mesmos, como também esse tipo de personagem frequentemente ganha campeonatos. Achei tão incomum que não soube bem como lidar, mas é uma mostra novamente, de que eles contam mais a construção do cosplay do que outra coisa.
A parte que mais me deixou perplexa, é que em vários momentos é como se as competições não tivessem uma divisão entre desfile e apresentação.
Então os cosplayers sobem no palco e fazem uma performance se quiserem. Achei isso tão esquisito XD
Acho que não funcionaria aqui no Brasil.
Outra coisa que notei é que só fazem cenários para competições muito muito grandes mesmo.
Campeonatos pequenos tem poucas performances, quase nenhum cenário.
É diferente daqui do Brasil por exemplo, em que os cosplayers sobem no palco com 983723032 coisas para apresentar.
Nesse ponto acho que nossas competições são mais legais.



Pra mim, o Heroes of Cosplay foi uma série divertida no fim das contas. Eu nunca esperaria uma série voltada para cosplay em um canal de TV, então mesmo com todos os problemas, é uma série legal pela temática.
É claro que você precisa sempre ter em mente que é um reality show, que as pessoas esperam tretinhas e picuínhas nesses programas, que a produção vai sempre fazer uma história forçada para manter um roteiro para as competições, porque é isso que dá audiência ao programa. Se você consegue ignorar essas partes, então você consegue apreciar a série como um programa sobre cosplayers para distrair sua mente.
No fim, eu fiquei com uma sensação  agradável da série, principalmente depois que concertaram as coisas forçadas na segunda temporada.
Gostei de terem incluído novos cosplayers conhecidos dos cosplayers antigos, porque isso cria certas duplas e passa uma ideia de companheirismo maior, que deveria representar o cosplay sempre.
Não é a imagem ideal que eu gostaria mas é alguma coisa próxima e acho que se seguir nessa linha, as críticas à essa parte do Heroes of Cosplay vão diminuir sensivelmente. A segunda temporada foi bem melhor aceita do que a primeira por conta disso.
Se a série for renovada para uma próxima temporada, eu pretendo assistir.



Se alguém quiser ver online na obscuridade  eu assisti online sem legendas por esse site aqui. Não que eu esteja fazendo alusão à pirataria ou algo assim.
Não saberia dizer se existe uma versão legendada da série mas se encontrar eu posto aqui o link.
Maioria das fotos desse post vieram daqui e daqui 

Enfim, o post foi isso!
Espero que tenham gostado.
Já tinham ouvido falar ou assistido essa série antes?

08 julho 2014

Estilizando Perucas e Escolhendo Versões

Oi, gente!
Como passaram a semana?
O post está atrasado porque minha internet está um verdadeiro cocô!
Eu não sei o que houve mas ela caiu tanto em velocidade, está terrível.

Enfim, essa semana andei fazendo várias coisinhas que ainda não estão prontas então ainda vão esperar um pouco para vir para o blog.
Eu decidi várias coisas sobre cosplay, mas algumas coisas ainda estão meio confusas.

Tenho três eventos para ir ainda esse ano: o Brave Souls em Araraquara que provavelmente vai rolar e espero poder ir, o Animararaquara que com certeza vai rolar, e vou me esforçar para conseguir ir e a Comic Con  Experience que já fiz pacto com o diabo pra conseguir ir.
Vou nem que seja  a última coisa que faça nessa vida.
Eu tenho cerca de 6 personagens para fazer até o final do ano, mas com esses eventos quero me concentrar em três.
Eu pretendo fazer a Shanoa, a Bad Girl e a Mad Moxxi.
A Mad Moxxi já esta decidida para a Comic Con, mas a Shanoa e  Bad Girl eu não consigo me decidir.
Eu gostaria de saber sobre os eventos, porque daí eu poderia escolher mais facilmente em qual evento usar o quê.



Bem, enquanto não decido a ordem estou trabalhando nas duas ao mesmo tempo.Estilizei a peruca da Bad Girl!
Essa cor de peruca é muito perfeita.
Eu nunca acertei tanto na minha vida ao comprar uma peruca, como acertei quando comprei essa.
Meu santo, é maravilhosa.
Gostei muito de como ficou, e acho que não conseguiria fazer esse corte maluco da Bad Girl sozinha nunca.
Jogo minhas mãos para o céu e agradeço~~ por ter essa peruca já no corte correto. Foi de deus.


 

Estou trabalhando na finalização das peças da Shanoa, e estou procurando um bom tecido para ela.
Hoje fui até o centro e só encontrei algumas coisas que vou usar no ano que vem nos meus personagens futuros.
Pra não ser totalmente injusta encontrei um dos tecidos da Bad Girl, que é o rosa mais claro que pensei que seria mais difícil de encontrar, mas na verdade foi bem fácil.
E um courinho gostoso que vou usar na Mad Moxxi no final do ano.
Eu comprei um pedaço gigantesco de couro por R$10,00. Do couro bom!
Eu geralmente pago R$30,00 em uma peça dessas de courinho, mas esse preto é gigante e me custou tão barato T_T
Vou usar só no ano que vem, mas mesmo assim comprei porque há oportunidades na vida que você não pode perder.
Eu sou muito assim, de ir juntando tecidos meses antes para fazer um cosplay.
Descobri que muitos cosplayers fazem isso. Não estou sozinha nesse mundo!


Enfim, estou decidindo várias coisas sobre os cosplays ainda, mas estou lentamente melhorando minha condição financeira. Espero estar super bem até setembro para poder comprar coisas, sei lá.
Meu cachorrinho anda meio amuado, mas a patinha está boa. Veterinária disse que logo logo ela vai andar como se a pata nunca tivesse quebrado.
Também estive assistindo o Heroes of Cosplay e logo logo vou fazer uma crítica sobre ele aqui no blog.
Assisti os vídeos do WCS e achei bacana. Claro que não tivemos apresentações super incríveis e fantásticas, mas eu realmente gostei da forma como foi julgado e dos vencedores.
Achei justo esse ano.
Elegi a apresentação de Legend of Zelda como minha preferida. Você pode ver clicando aqui nesse canal daora. Se inscrevam! :3
Eu achei linda e realmente tocante a interpretação da cosplayer da Zelda, eu não sei se ela é atriz ou fez curso de teatro, mas a forma como ela interpretou me tocou de forma muito intensa.
Dá vontade te abraçar e dizer que tudo vai ficar bem. Não se preocupe, Zeldinha!

Bem, foi isso, boa semana para todo mundo!

01 julho 2014

Meu Totó Remendado e Novo Tutorial!

Oi, gente!
Como passaram a semana?
Estou escrevendo esse post no meio da madrugada porque estou com uma insônia porreta.
Estou há mais de 40 horas sem dormir decentemente, espero não morrer, né?

Enfim, eu quero agradecer aos comentários feitos inbox e nos posts antigos desejando melhoras à minha cadelinha.
Foi muito importante pra mim.
Ela operou na semana passada, ficou meio molinha, hoje retirou a tala e já esta correndo com o capeta no corpo novamente S2
Gente eu estou tão feliz com isso, cinco dias depois da cirurgia e ela já está andando normalmente, correndo, querendo sair e ser atropelada novamente.
A pata dela ainda está meio inchadinha, mas ela já está feliz de novo.
Foi um gasto absurdo, mas valeu tanto a pena ver ela balançando aquele rabão feliz de novo S2
Muito apaixonante essa coisinha :3
Na sexta-feira ela vai retirar os pontos e ai vai estar zero bala na vida.
Muito obrigada à todos que se preocuparam e me mandaram boas vibes.
Estávamos todos com o coração na mão aqui em casa.


Bem, a notícia sobre cosplay dessa semana é que enviei mais um tutorial para o Youtube!
Quem acompanha meu blog sabe que eu tenho um canal onde posto tutoriais em vídeo sobre cosplay.
Estava há uns meses sem vídeos novos mas recebi umas 12 mensagens nos últimos meses perguntando se eu havia desistido do canal, já que estava sem atualizações, então resolvi criar vergonha na cara e postar mais um vídeo lá.
Esse tutorial é sobre construção de armaduras, como eu mostrei em posts passados com a Armadura da Shanoa e da Daedric que acabei não terminando.
Eu juntei as filmagens nesse vídeo único que está indo bem no Youtube por enquanto.
Já listei na página de Tutoriais e espero que gostem de como o vídeo ficou.
Estou com a impressão que os vídeos estão ficando muito rápidos, e não sei se estou conseguindo explicar corretamente os passos.
Me avisem caso não esteja dando para entender tudo certinho.
Fico com medo de fazer vídeos mais longos e todo mundo morrer de tédio.



Eu pretendo postar mais alguns logo, tenho um de maquiagem quase pronto e quero enviar um sobre construção com gesso.
Estou passando por um momento econômico polêmico, mas assim que as coisas melhorarem eu quero ter várias coisas legais  para contar.
Eu gostaria de terminar tantos cosplays ainda esse ano, mas estou com projetos tão cabulosos no momento que não sei se vou terminar os dois que tenho em mente a tempo.
Gostaria tanto de fazer pelo menos a Electra até o final do ano.
Vamos ver como as coisas correm até lá.
Estou em um momento da minha vida que decidi não me preocupar com as coisas muito distantes.
Tem sido realmente difícil porque sou muito ansiosa, e de vez em quando eu tenho uns pequenos ataques de ansiedade e fico totalmente angustiada.
Peguei uns remedinhos para tomar a partir de agora, porque quero ver se consigo ter uma vida zen, sem preocupações desnecessárias.

Enfim, o post foi isso. Obrigada a todos que passaram por aqui!
Beijos e boa semana para todo mundo!

Espero ter cosplays à venda na próxima semana.