28 abril 2014

Minha rotina no Cosplay!

Oi, gente!
Como passaram a semana?
Eu passei estudando para provas.
Está um frio do demônio aqui em Botucatu e estou andando pra lá e pra cá com duas blusas, duas calças, 2 meias, polaina e três luvas. Tô morrendo nessa casa fria XD

Esse post quem me sugeriu foi a Catarina do blog Rinoangel  
Eu sou uma pessoa bastante ocupada na vida, embora muita gente não acredite XD
Faço faculdade período integral em uma cidade longe de casa, então moro em outra cidade 5 dias por semana.
Volto pra casa da minha mãe aos finais de semana, e só consigo costurar lá, onde deixei minha máquina de costura.
Durante  a semana eu realmente não tenho tempo algum de costurar ou fazer qualquer coisa de cosplay.
Eu tenho aulas das 8 da manhã até as 6 da tarde, encontro tempo para ir às reuniões do Centro Acadêmico, fazer meu estágio, 2 matérias extras na hora do almoço e uma matéria complementar depois das minhas aulas do dia.
Volto pra casa a noite e preciso cozinhar, lavar minha roupa, minha louça, limpar minha casa, fazer meus trabalhos da faculdade, e ainda preciso arranjar tempo de dormir, tomar banho e cuidar das mídias sociais.
Quando eu digo que não tenho tempo durante a semana, eu realmente quero dizer isso de verdade.
A Catarina e muita gente veio me perguntar como eu consigo me organizar para fazer cosplay.
Então decidi contar como eu faço para me encontrar nesses horários loucos.

1º Escolhendo o personagem
Bem, a primeira coisa que eu decido é qual personagem fazer.
Eu tenho uma listinha de personagens que gostaria de fazer, então geralmente eu escolho um deles.
Depende muito da época do ano, de quais personagens eu mais quero fazer no momento, depende se vou apresentar ou não, depende até do evento no qual eu vou.
Se for um evento em uma cidade fria, vou escolher um personagem com uma roupa mais fechadinha.
Se for, um evento em uma cidade quente como Ribeirão Preto por exemplo, vou procurar um mais fresquinho com cabelo mais curto.
Tudo depende muito de como eu me sinto no momento e qual a impressão que quero causar.



2º Testando a Peruca
A segunda coisa que faço é o teste da peruca.
Se já tenho a peruca em casa eu só experimento, mas geralmente eu não tenho a bendita em casa, então preciso comprar.
Eu compro elas no Ebay, demoro uns 20 dias procurando pelo mar de leilões até conseguir encontrar uma.
As  vezes demoro 2 meses para conseguir comprar uma por um preço bom.
Depois de comprar espero algo em torno de 45 dias para que ela chegue em casa.
As vezes a peruca chega no tom errado e você precisa pedir outra.Aí lá se vão mais dois meses esperando a nova peruca.
Eu faço o teste da peruca antes de começar o cosplay, porque mais de uma vez fiz a roupa linda maravilhosa, ai a peruca chegava e via que não combinava nada com a personagem ou que o tom do cabelo não caía bem em mim.
Desisti de uns 4 cosplays por isso, desde então eu faço o teste da peruca antes.






3º Escolhendo Materiais
A terceira coisa que escolho são os materiais.
Eu sempre olho um trilhão de fotos de cosplayers que já fizeram o personagem antes de mim, para ver se gosto dos tecidos ou materiais que usaram.
Essa parte é importante também para ver quais materiais eu NÃO gostei que usaram, para que eu não os use.
Considero esse passo o mais demorado e o mais importante na hora da confecção de um cosplay.
Escolher o tecido ou o material errado para o seu cosplay pode passar a ideia totalmente equivocada daquela que você pretendia.
Pode ser a diferença entre seu cosplay ficar bom ou ruim.
Sempre que eu chego a conclusão que meu cosplay ficou ruim eu percebo que errei na escolha de materiais.
É a fase mais difícil e mais crucial em minha opinião, então não tenha pressa nela.
Muitas vezes eu fico em dúvida sobre qual dos materiais que escolho dará o melhor resultado, então acabo fazendo duas versões de um mesmo acessório com materiais deferentes para ver qual deles eu gosto mais.
Isso acontece principalmente com cores e formatos de acessórios.
Eu consigo decidir bem o material, mas não a forma e a cor. Então compro um produto pequeno, testo e se eu gostar dele eu compro mais para poder terminar o cosplay inteiro.

  

4º Comprando Materiais!
A quarta coisa é comprar os materiais.
Eu confesso que sou pobre então essa é a parte que mais demoro.
Tenho cosplays que demoraram quase 2 anos para ficarem prontos porque não conseguia encontrar o material correto, ou porque não tinha dinheiro para comprá-lo.
Eu me recuso a usar materiais substitutos porque chego a conclusão que não vão dar o mesmo efeito que o pretendido.
É por isso que raramente eu faço um cosplay com materiais que não sejam os que planejei no passo três.
Já tive experiências ruins antes e evito trocar materiais por isso.
Sapatos são bem complicados também porque eu preciso ir aos sábados de manhã olhar brechós para ver se encontro o sapato que estou procurando.
As vezes demoro meses até encontrar o sapato certo, caso ainda não o tenha.
Tecidos são um terror também, porque moro em uma cidade do interior então as vezes, um tecidinho mais peludo só está disponível aqui durante o inverno, então tenho que esperar a temporada de tecidos quentes acabar para comprar os tecidos de frio.
É triste.



 5º - Faça seu cosplay!
A quinta coisa é confeccionar propriamente o cosplay.
Essa é definitivamente a parte que mais demoro.
Todas as minhas coisas de cosplay estão na casa da minha mãe.
Eu volto todo final de semana para a casa dela em São Carlos, na sexta feira a noite totalmente exausta.
No sábado eu vejo meu namorado então o único tempo que tenho para fazer meu cosplay é no domingo de manhã, porque domingo à tarde eu volto para minha casa em Botucatu.
Eu acordo aproximadamente às 9 da manhã no domingo e costuro até às 14h.
Eu faço isso toda semana, terminando um pouquinho do cosplay por vez.
E é assim que eu termino meus detalhes e coisas assim.
Eu realmente não tenho tempo durante a semana  porque minha vida é um caos e minha faculdade não é coxa.
Eu tenho muitas provas e uma quantidade mortal de seminários e trabalhos para apresentar.
O meu ritmo de cosplays é mantido porque enquanto espero 45 dias para a nova peruca chegar eu vou costurando outro cosplay.


6º Testando o Cosplay
Depois da escolha de materiais o ponto mais importante pra mim é o teste do cosplay.
O preview é o mais importante porque é quando eu vejo se o que eu costurei ficou realmente bom da forma como eu fiz.
Eu muitas vezes só percebo que ficou uma meleca durante o preview.
Várias vezes eu faço mais de uma versão da mesma peça porque não gostei de como ela ficou no preview.
Eu já desisti de vários cosplays porque não gostei do preview.
É sempre aqui que percebo se acertei ou não na escolha de materiais.
Se fiz um trabalho medíocre ou maravilhoso.
Eu sou muito crítica quanto aos meus próprios cosplays, então se eu olhar o preview e achar que ficou um lixo, eu mando direto pra lixeira.
Nem tento vestir novamente porque sei que vai me deixar triste usar um cosplay mal feito.
Eu prefiro não usar cosplay do que usar um cosplay que não ficou como eu queria.
Já comecei um cosplay inteiro novamente porque achei que o preview ficou uma droga.
Pra mim é importante porque na minha cabeça, é o que me mantem com um padrão de qualidade.
Eu sempre olho pro cosplay que ficou meia boca e brigo comigo mesma: "Você faz cosplay há 7 anos, consegue muito bem fazer uma coisa melhor que essa porcaria, senta lá e costure novamente, sua relaxada".
Só digo que um cosplay está realmente terminado quando eu fizer todos os detalhes, fizer o preview e dizer "Ficou exatamente como eu queria que ficasse".



7º Escolhendo o dia para usar o cosplay
Quando eu termino eu escolho um feriado ou dia que esteja mais folgada para fotografar.
Depende muito do dia em que minhas fotografas podem, e dos dias que estou livre.
Então é muito comum eu juntar 3 cosplays para fotografar porque não encontro dia para ter os ensaios e acabo fazendo todos nas férias.
Se eu decidir apresentar ou usá-lo em um evento eu monto meu áudio nos domingos de manhã ou na sexta a noite se não estiver muito cansada quando chegar de viagem.
Como parei de me apresentar há algum tempo, não tenho mais esse problema.
Algumas pessoas gostam de fazer o cosplay já pensando em quando vão usá-las. Tipo, "ah, vou fazer tal cosplay para tal evento".
Eu só penso no evento depois que termino o cosplay, é muito raro fazer o contrario porque quase nunca dá certo.
Eu termino o cosplay e penso: "Okey, agora que está terminado, qual é o evento mais próximo para que eu possa usá-lo?".
Isso faz com que eu não tenha pressa para terminar o cosplay, porque ter pressa quase sempre é um fator que faz com que você faça um trabalho não tão bom só para terminar a tempo.
Nesse caso, pressa realmente é inimiga da perfeição  para mim.



8º Usando o cosplay!

Minha maquiagem demora cerca de 40 minutos pra ser feita, porque faço tudo com calma e demora pra eu rebocar minha cara toda.
Eu costumo brincar que quando estou me maquiando eu estou "esculpindo" meu rosto na base e no corretivo, porque eu realmente fico impressionada em como as fotos saem.
O cosplay em si, demora uns 5~10 minutos pra vestir.
A parte chatinha é prender meu cabelão de forma que não deixe a minha cabeça parecendo um cogumelo.
Sempre me perguntam como eu escondo tanto cabelo. Eu faço uma trança de cada lado da cabeça e depois coloco elas juntinhas à meu couro cabeludo usando grampos. Fica uma coisa mais ou menos como na foto de baixo.
Foi a melhor forma que arranjei sem deixar nenhum tipo de "tumor" na cabeça quando visto a peruca.


Ai quando estou prontinha é só sair pro evento/ensaio e ser feliz.
As pessoas sempre acham que eu construo meus cosplays rapidamente, mas a verdade é que eu demoro cerca de 3~4 meses para fazer cada um.
Como estou sempre fazendo 2~3 de uma vez eu sempre acabo um antes do outro, então as pessoas tem a impressão que faço pelos menos um por mês.


Enfim, é isso.
Eu sempre gosto de ver a rotina dos cosplayers que gosto :3
Então achei bacana compartilhar como me organizo para fazer os meus.

20 abril 2014

Ensaio de Páscoa - Mikuru Bunny!

Oi, gente!
Como passaram a semana?
Eu emendei o feriado todo e passei a semana na casa de minha mãe. Tem seus pontos positivos e seus pontos negativos.
Acho que depois que você vai morar sozinha, a casa da sua mãe nunca mais é sua casa de verdade,você se sente meio intrusa na casa dela e é como se você perdesse todo o conforto que tem na sua própria casa.
Desde que fui morar sozinha considero sair da casa da família a maior experiência que uma pessoa pode ter.
Ter um emprego e pagar suas contas não é a mesma coisa se você ainda está na sua zona de conforto.
Todas as pessoas que conheci que saíram da casa dos pais consideram esta a lição mais importante que tiveram. Acho muito importante pra moldar o caráter das pessoas.

Ensaio Fotográfico - Mikuru Asahina "Bunny"
de Suzumiya Haruhi no Yuutsu
Fotos por Paula Perussi e Michele Bruna
19 de Abril de 2014



Mas enfim, não sei por que entrei nessa divagação de morar sozinha, acho que estou com saudades da minha casa XD
Hoje o post é sobre páscoa! \o/
Páscoa para mim não tem muito sentido religioso ou filosófico, para mim é só um feriado grande em que você come coisas gostosas tipo peixe e chocolate XD
Mas eu gosto desse feriado assim como gosto do Natal. Eu gosto desse espírito gordo de comer gordices boas, e embora eu e meus 44 quilos não demonstrem eu gosto muito de comer. Gosto mesmo. Eu só não consigo comer muito.


Desde que me tornei cosplayer quero fazer um ensaio de páscoa.
Eu tenho horários loucos então é muito difícil acertar o cronograma para fazer cosplays e ensaios temáticos, mas dessa vez deu certo e finalmente fiz a Mikuru-Chan na versão coelhinha *u*
Eu adoro essa versão, é do filminho que a Haruhi obriga todos à fazerem e que no Anime é chamado de episódio 00.
Ela usa essa roupa outras vezes, sempre que a Haruhi acha que ela deve fazer divulgação de alguma coisa, porque os peitchões da Mikuru sempre chamam a atenção.



A Mikuru é uma das personagens que eu mais amo no mundo e acho que, por ter sido a primeira personagem feminina que fiz, ela tem um lugar especial no meu coração.
Eu gostaria de fazer todas as versões dela, mas não acho que consiga.
Me considero meio velha pra fazê-la porque ela tem 12 anos em teoria na história do anime e eu já estou batendo na casa dos 22.



O fato é que a Mikuru é linda,chorona e fofinha e eu queria mesmo fazer essa versão para a Páscoa um dia, bem como sonho em fazer a versão de sapinho e de enfermeira dela.
Mikuru é cheia de versões fanservice, essa é a verdade, mas acho ela tão fofa que eu realmente gostaria de fazer todas =3
Eu estava realmente deprimida porque achei que  a Páscoa seria na semana passada, pra você ver o quanto esses feriados são importantes pra mim ahsuhausha
Mas aí minha mãe me corrigiu dizendo que seria NESTE final de semana e tive tempo de fazer o cosplay e fotografar.
A Michele e a Paula vieram em casa e foi bem divertido porque fazia tempo que não via a Poul lynda.
Fotografamos com alguns ovos de páscoa que eu mesma fiz, e devo dizer que  meus ovos trufados ficaram infinitamente mais gostosos do que algum dia eu pensei que ficariam, e não paro de comer o meu de cereja ahsuahsuahu
Vou morrer de hiperglicemia, HALPY!


As fotos ficaram bem fofas, embora eu tenho a impressão que fiquei super peituda e popôzuda em algumas que excluí.
Mas eu acho que é só impressão mesmo.
As fotos ficaram muito bonitas, é nisso que me firmei. Foi um ensaio bem curtinho, mas as fotos ficaram lindinhas.
Eu espero mesmo fazer várias versões esse ano, gostaria de fazer uma de Halloween e uma nova de Natal também, vamos ver se consigo.


Bem, postei só algumas fotos aqui e o ensaio completo eu postei no álbum do Facebook porque o Picasa/Blogger tem limite de armazenamento e não posso colocar muitas fotos aqui nesse tamanho grande, desculpem.
Mas eu desejo uma boa Páscoa pra todos, e espero que ninguém passe mal de tanto chocolate.
Um beijo pra todos!


P.S.: Fiquei barrigudinha em algumas fotos, achei fofo *u*

14 abril 2014

5º Anime Sanca Fest - Minha Palestra!

Oi, gente!
Como passaram essas duas semanas que passei ausente?
Eu estive tão atolada na faculdade. Nós tivemos casos gravíssimos e importantes para discutir e nos mobilizar.
Sendo do centro acadêmico e do coletivo feminista fiquei mais atolada do que pensei.
Quase não tive tempo de descansar.

Eu fiz uma listinha de coisas que fiz essa semana, as eu não consegui listar tudo. Eu desisti de anotar no meio do caminho. Parei quando estava assim:
-Pintei meu apartamento antigo sozinha
-Me mudei para uma casa nova com minhas amigas da faculdade
- Passei na seleção de uma bolsa na faculdade e espero começar meu trabalho logo
- Me tornei representante discente do conselho de curso da Biomedicina da UNESP de Botucatu
- Me tornei membro da chapa do movimento estudantil do meu instituto e estou participando mais ativamente do Centro Acadêmico
- Estou realmente engajada no coletivo feminista da nossa cidade
-Comecei um novo cosplay e vi que não daria certo
- Tenho menos de 7 dias para começar e terminar um novo cosplay
- Estou tentando resolver tretas fortíssimas na faculdade, casos de polícia sobre trotes.
-Fui chamada para ser juíza do WCS em Campinas.
- Não pude ir porque tinha problemas na faculdade para resolver.
- Fiquei absolutamente chateada por ter essa honra e não poder ir =/
- Participei de uma intervenção feminista e pintamos uma escada no final de semana com frases de impacto.
- Recebi um ingresso VIP e fui convidada na edição comemorativa de 5 anos do Anime Sanca Fest!


A parte mais bacana dessa semana foi o Anime Sanca na cidade.
Eu fui convidada para dar uma palestra sobre cosplay no palco principal do evento. Foi muito bacana.
O público foi muito receptivo, e os apresentadores foram muito gentis.
Eu conheço metade da organização do evento, porque estou sempre na cidade e conheço mais da metade dos cosplayers daqui. Foi muito bom revê-los.
Foi muito engraçado andar pelo evento porque a cada 3~4 passos, eu parava pra falar com alguém.
Mesmo assim acabei conhecendo pessoas novas por lá. Foi bem bacana.
Tinham várias cadeirinhas esse ano para o público poder assistir as atrações sentados, o que foi bem legal, devo dizer.
E todo mundo estava tão animadinho S2
O coordenador de palco que me ajudou foi muito fofo e gentil. Foi muito atencioso.
Infelizmente ele tinha um nome muito difícil de falar  e acabei não guardando. A minha foto ficou borrada mas achei ele no Facebook depois: Tháiann, um nome muito incomum e que consegui pronunciar de primeira tentativa S2
Ele foi fofo e vai ficar no meu coração.
Eu bati uma fotinho antes de subir no palco pra mostrar como é a visão de quem está prestes à se apresentar.


Foi muito engraçado porque eu realmente não fiquei nervosa.
Eu geralmente preciso me acalmar e muito antes de me apresentar, mas nesse caso tudo foi tão tranquilo.
Acho que eu fico nervosa com apresentações de cosplay porque fico ensaiando por muito tempo antes de apresentar. Como não ensaio as palestras, acabo não ficando nervosa.
O que foi algo muito bom.
Ou talvez eu tenho parado de ficar nervosa antes de subir no palco, que é algo totalmente possível, já que estou sendo porta voz de um milhão de coisas na faculdade, e preciso sempre falar em público sobre assuntos complexos.

O Anime Sanca esse ano teve mais apresentadores, e durante a meu bate papo eu conversei com o Dante, que é um velho amigo, e mais um rapaz que não conhecia chamado Will.
Eu consegui fazer o público rir bastante e ficar interessado durante à meia hora em que estive no palco.
Foi muito bacana a forma como as coisas rolaram.
Eu recebi várias perguntinhas também, especialmente de pessoas mais novinhas que estavam curiosos sobre o hobby. Achei muito fofo *u*


Em um determinado momento eu me lembrei que gostaria de fotografar o público lá do palco. É algo que sempre quis fazer e nunca me lembrava durante as minhas apresentações.
A plateia foi super amor e levantou as mãos pra aparecer na foto quando pedi.
A parte ruim é que meu celular é super velho e a foto saiu um cocô hasuhaushauhsuah
Mas ainda sim gostei muito da foto final :3
Vou sentir falta daquela plateia animada e cheia de amor comigo S2



Eu pretendia estrear um novo cosplay no Anime Sanca, mas no fim das contas eu não consegui ter tempo hábil, nem gostei muito de como o que eu terminei ficou.
Eu sou muito crítica quanto aos meus próprios cosplays e me recuso a usá-los se achar que estou fazendo um trabalho medíocre neles.
Eu prefiro usar um cosplay repetido do que vestir um novo mal feito.
Eu resolvi usar a Sheryl pela última vez. Eu pretendo fazer outras versões dela logo mas essa versão eu não aguento mais usar XD
Depois da palestra eu assisti ao campeonato cosplay e visitei a área de desenho.
Eu não vi muito do evento esse ano, mas não vi muitos problemas nas áreas que eu visitei. Foi realmente um evento excelente esse ano.
A única parte que realmente me desagradou foi o Concurso de Cosplay.
Acho que há anos eu não ficava tão decepcionada com o torneio quanto neste ano.
Eu realmente agradeci aos deuses por não estar competindo esse ano porque a sensação aos competidores, pelo menos com os que conversei, foi de frustração.
O desfile teve um pódio muito incomum, confesso que não fiquei totalmente triste com ele, porque conhecia os vencedores, mas fiquei triste por todos os outros competidores, e eu poderia citar bem uns 2~3 que estavam simplesmente esplêndidos, com nível de campeonato estadual, mas não receberam nem 5º lugar.
O concurso de grupos foi outra área que eu, e todo mundo que assistiu ao campeonato comigo, não conseguiu entender.
A categoria foi aberta com apenas duas inscrições, algo que não faz o menor sentido porque com menos de 3 inscritos você não tem uma briga justa pelas colocações e só de se inscrever já recebe um prêmio.
Quero dizer, qualquer dupla ou grupo poderia ter se inscrito no torneio e teria levado um prêmio pra casa, poderia colocar lá na listinha de concursos ganhos sendo que na verdade não merecia a colocação que recebeu.
A colocação do grupos foi unânime para o público, e quando a segunda apresentação terminou o público fez coro de "já ganhou" porque qualquer um poderia ver que a apresentação foi muito superior.
A menos que tenham tido um desconto técnico voraz, nada justificaria a classificação que receberam.
Eu fiquei completamente frustrada com a categoria grupos em especial,e vou guardar minha crítica à bancada de juízes em um post que pretendo fazer em breve.
Isso sem contar um intervalo realmente suspeito e sem explicação pública para sua real necessidade, que foi feito entre a categoria Individual e a Grupos.
Acho que o que menos posso reclamar foi o campeonato individual, que teve  um pódio compreensível, embora eu tenha minhas críticas veladas à uso de cenário movimentado por staffs em apresentações supostamente individuais.
Fiquei decepcionada como não ficava desde à segunda edição, quando não tinham um organizador específico para o campeonato de cosplay.
Mas eu já desisti de reclamar sobre isso, porque isso só vai me dar uma úlcera desnecessária e eu saí dessas tretas de campeonato há muito tempo justamente por não concordar com a forma como eles são julgados.
Enfim.


Eu tive momentos muito fofos no Anime Sanca!
Muitas pessoas sabiam meu nome, e me conheciam da página do Facebook. 
Encontrei um leitor do blog lá também S2
Eu recebi chocolates de presente de um conhecido que acompanha meu trabalho desde que comecei no hobby em 2008. Foi muito fofo.
E acho que o momento mais lindo e que quase me fez chorar foi quando o Gabriel, um cosplayer aqui de São Carlos, veio falar comigo, me dizendo que de certa forma fui uma inspiração para que ele começasse o hobby.
Meu coração de pedra desmorona sempre que alguém me diz isso, porque eu sei o que é ter alguém que te inspire à iniciar no cosplay.
Eu comecei porque conheci a Jesuke, uma cosplayer de Cingapura, que é um amor. As fotos de cosplay dela sempre pareciam tão alegres, e me fizeram querer entrar nesse mundo feliz.
Então conhecer pessoalmente o Gabriel que me disse algo assim foi uma honra maior do que qualquer uma que eu pudesse receber.
Fez meu dia todo valer a pena.
Infelizmente quando conversamos já estava noite e nossa foto juntos ficou uma meleca.
Mas já conversamos e juramos de pé junto que vamos tirar uma foto decente da próxima vez que nos encontrarmos.
Muito obrigada, Gabriel!
O cosplay dele estava lindíssimo e ele foi muito ovacionado quando se apresentou. Ele acabou pegando o terceiro lugar no desfile e eu fico muito feliz por ele, porque ele tem muito talento e acredito que, se ele assim quiser, pode ir muito longe no cosplay. :3


Por fim, gostaria de agradecer a todos que fizeram o Anime Sanca acontecer, quero agradecer à organização que me convidou à subir ao palco e fazer a plateia rir com meus causos descontraídos.
Quero agradecer em especial ao Igor e ao Pessotinha que recepcionaram na portaria e conversaram comigo um pouquinho. Agradeço à todos os staffs que se preocuparam comigo e me ajudaram de alguma forma. 
Você foram todos lindos.
E por último, mas não menos importante gostaria de agradecer à você, que leu esse post até o fim.
Tudo di bão nessa semana pra vocês!