23 fevereiro 2014

O Assédio no Cosplay

Oi, gente!
Como passaram a semana?
Eu passei sofrendo porque foi minha última semana de férias e amanhã minhas aulas recomeçam T_T


Hoje eu quero falar sobre algo que vem me incomodando bastante nos últimos meses, e que parece estar se tornando cada vez mais comum nos eventos de anime: ASSÉDIO.
Quando pensamos em assédio a gente sempre imagina um cara desconhecido passando a mão em você.
Nem sempre o assédio é tão caricatural assim.
Se alguém passar a mão em mim ou me tocar sem permissão eu tenho um ótimo costume de descer porrada.
As pessoas sempre se surpreendem porque sou pequena e estou sempre rindo, então muitas pessoas se acham na liberdade de me tocar sem permissão ou chegar perigosamente perto de mim sem me avisar antes.
Eu realmente não gosto disso e mudo de humor bem fácil quando isso acontece.
Um dos meus colegas da faculdade já levou um tapa na cara bem forte por chegar muito perto de mim enquanto falava comigo em uma festa.
Eu tenho uma zona de conforto de mais ou menos um metro que gosto que as pessoas mantenham. Você precisa ser MUITO meu amigo para chegar muito perto ou ficar se encostando em mim.


Eu sou bastante simpática quando estou com cosplay, é algo que as pessoas sempre me dizem. Eu sempre converso com as pessoas e tiro fotos com elas, mas elas sempre me PEDEM para fotografar comigo.
Os rapazes sempre me pedem permissão quando vão tirar fotos comigo, para poderem colocar a mão no meu ombro e tirar uma foto mais juntinha e já passei por situações em que reclamei com um cara porque achei a mão dele na minha cintura muito invasiva.
Ele foi decente o suficiente para me pedir desculpas e não fez mais isso, percebi que realmente não tinha sido feito com intenção
Mas já aconteceu de caras deliberadamente me assediarem por estar usando um cosplay.
Aconteceu uma vez só, e eu nunca esqueci.
Foi no Campinas Anime Fest de 2012.
Eu estava usando  o cosplay da Lady Sif de Thor e tinha ido realmente pra me divertir.
Levei minha irmã e uma colega dela ao evento para que elas curtissem por lá, porque elas são mais novas que eu e se divertem mais nesses lugares do que essa velha que vos fala.
Eu estava tirando uma foto com a minha irmã quando ouvi três garotos me dizendo "Noooossa, meu senhor o que é isso. Multiplica isso, senhor".
E fiquei tão puta na hora. Eu estava com a minha irmã de 12 anos do meu lado e estava recebendo uma cantada de rua no meio de um evento que tinha pago uma quantia realmente significativa para entrar?
Eu nunca tinha visto isso.
Eu já recebi cantada de rua na RUA. E sempre revidei. Sempre mandei o cara tomar no C* com todas as letras porque cantada para mim sempre foi desrespeito.
Agora, cantada de rua dentro de um evento? Cantada de rua vinda de um público considerado "nerd"?


 

Foi nesse dia que eu entendi uma coisa que levei pra vida toda: em todo o ambiente, sempre vai ter um babaca.
Naquele dia foram três.
Três machões corajosos que quando eu me virei pra reclamar saíram , correndo como criancinhas no jardim de infância.
Achei muito curioso. Tinham "coragem" pra me "cantar" mas pra ouvir minha resposta ou simplesmente olhar na minha cara não tinham?
Nesse dia eu entendi também, que esse tipo de cara não passa de um monte de estrume.
Um cara que não consegue te respeitar, que não tem coragem de olhar na sua cara, que precisa estar em grupinho pra poder se dirigir a você, esse cara não passa de lixo.



O cosplay é sobre ser livre para escolher qual personagem ser, independente de quem ele é ou o que ele veste.
Ai você adora um personagem e se veste como ele, chega à um evento e é obrigada a ouvir comentários desrespeitosos sem reclamar?
Eu sempre reclamei, sempre disse que esse tipo de comentário, que cantadas e esses ditos "elogios" são nojentos e não passam de assédio.
Você não diz: "ô delícia" pra sua mãe, estão por que diria isso à uma desconhecida à um evento? Por que diria isso à uma desconhecida na rua? Por que diria isso à uma desconhecida em qualquer lugar que seja?
Boa parte das pessoas, na maioria das vezes homens,  acha legal mandar cantadas às mulheres na rua. Acham isso uma coisa normal. Eu digo com todas as letras: é um desrespeito sem tamanho.
Dizer uma frase de conotação sexual que muitos mascaram de elogio à uma mulher não é um elogio, não é uma coisa boa, é um desrespeito, é uma ofensa, é assédio sexual sim. Não finja que não é.
A Lola, uma feminista bastante conhecida no Brasil, sempre disse: cantada é assédio, e elas não são elogios, são questão de poder. São homens que não respeitam mulheres, que se acham melhores do que elas, e se acham no direito de dizer coisas indecentes à mulheres, apenas para vê-las constrangidas. São homens que se sentem no direito de ofender uma mulher, de uma maneira que NUNCA fariam à um homem, e que se ofendem e muitas vezes se tornam violentos  quando as mulheres revidam ou se ofendem.
.


Assim como os crianções que me ofenderam em um evento, eles não tiveram coragem de continuar quando eu os encarei, não tiveram coragem de me ofender quando estava acompanhada de um amigo homem, nem quando eles estavam sozinhos e não em trio. Mas quando se reuniram eles tiveram "coragem" de me dizer coisas ofensivas.
É como se dissessem uns aos outros "olha como sou foda, escuta só o que vou dizer  a ela".
Muito machos todos eles, sem dúvida, né?
Moleques bancando os bad boys nesses eventos não passam de merdinhas, com o perdão da palavra.
Não são homens, não são nada.
Não são pessoas que conseguem se relacionar, não são rapazes que conseguiriam chegar em mim e me elogiar normalmente. São garotos que não tem c* de olhar na minha cara e conversar.
Não passam de lixo e eu tenho pena de cada um deles.
E espero sinceramente que a vida deles seja tão medíocre quanto à atitude que demonstram para comigo e cada uma das mulheres que ofenderam nesses eventos. Desejo a todos eles uma vida de merda.



Já vi garotas reclamando disso no facebook e sempre aparece um idiota ou uma idiota, e não consigo pensar em outra palavra pra definir, que diz que a culpa é da menina, por usar cosplay provocante.
O que esse tipo de gente não consegue entender, é que assédio não tem a ver com usar um cosplay ousado. Muitas meninas são ofendidas independentemente da roupa que usam.
O assédio tem a ver com ser MULHER, não com ser cosplayer.
Tem a ver com uma pessoa te olhar e achar que você é menos do que ela, e que isso dá direito dela te ofender.
Já vi cosplayers vestidas até os pés que foram abordadas com perguntas do tipo "Nossa, mas seus peitos são de verdade? Aposto que não são? Eu teria que tocar pra saber"
Ou cosplayers de assassinos que recebem propostas do tipo "Nossa, você não quer me matar em casa não?" ou "Nossa, mas é  a nora que minha mãe pediu".
Frases assim, parecem corriqueiras, comuns, mas são cantadas que muitos por aí travestem de elogios.
Me dizer que sou bonita é um elogio, dizer que é "bunduda" ou "peituda" não é um elogio que se faça, não é algo que se diga à uma desconhecida, não é algo que se diga a ninguém.
A gente não vê os caras nem as meninas chegando em um cosplayer homem e dizendo "Nossa, que belo pacote você tem na sua cueca", mas as cosplayers mulheres vivem ouvindo coisas como "Nossa que belos peitões você tem aí"
Então, não. Não é um elogio. É uma forma de assédio. É um constrangimento.



Casos assim tem se tornado cada vez mais comum.
Os gringos começaram uma campanha chamada "Cosplay is not Consent" algo como 'Cosplay não é um consentimento" em português. Uma campanha para lembrar que garotas estarem  de cosplay, não é um passe livre pra você ofendê-las ou passar a mão delas.
NO Brasil surgiu uma campanha chamada "Respeite o Cosplayer" que pede respeito aos cosplayers por diferentes motivos, um deles é relacionados ao assédio.
Eu fiquei particularmente chocada com a entrevista com uma cosplayer norte americana chamada Rian onde ela foi assediada por entrevistadores de um programa parecidos com os programas "Pânico" e "CQC" aqui no Brasil.
Nela, o "entrevistador", que seria melhor definido como assediador, fala com várias garotas e diz explicitamente como as fantasias delas dão à ele ereções e como ele mede a beleza das fantasias através to tamanho dos peitos das cosplayers.
Fiquei particularmente irritada e acho que se fosse comigo, teria sido infinitamente grossa, ao contrário dela que foi bastante controlada.



Na época que passei por isso, eu não pensei muito bem.
Eu não sabia exatamente como agir porque nunca havia passado por esse tipo de situação em um evento particular.
Hoje eu saberia exatamente o que fazer.
A cada uma das mulheres que passaram ou passarão por isso eu digo: aceitem o fato que foram insultadas, assediadas e reclamem. Aceitem que comentários assim não são simples comentários, são assédio.Aceitem mas não aceitem caladas.
Reclamem, façam um escândalo tão grande que vai fazer com que cada um dos desgraçados que te assediaram sair correndo e se esconder em um buraco na terra.
Reclame aos organizadores do evento, aos staffs e EXIJA uma solução ao seu problema. EXIJA expulsão desse tipo de corja desses eventos, porque se eles continuarem  dentro do local, eles vão fazer de novo porque vão sentir uma sensação de impunidade. E você não quer garotas de 12~13 anos ouvindo esse tipo de insulto.
Se for possível fotografe a cara dos "machões" e coloque na internet depois. Se a equipe do evento se recusar a tomar providencias fotografe as pessoas com quem falou e coloque na internet também, faça um depoimento público sobre como foi assediada e como a organização do evento foi negligente com a situação. Isso vai forçá-los a repensar sua política sobre assédio verbal.
Os eventos de anime são pagos, e você comprou seu ingresso para se divertir, não para ser ofendidas e assediada.
Se certos garotos tem "coragem" de assediar cosplayers em eventos, que tenham a mesma "coragem" em aceitar as consequências de seus atos e terem suas caras lindas expostas como babacas que são para toda a internet ver.

Anime Boston defende publicamente que os assédios sejam denunciados aos staffs do evento


E pra qualquer HOMEM  que aparecer nesse post defendendo cantadas e me chamando de Feminazi e me dizendo que deveria me sentir bem com cantadas e que eu sou culpada por receber "elogios" já que eu "uso roupas provocantes e mimimimi....", como já aconteceu antes, eu aviso de antemão: vou excluir o comentário sem dó nem piedade.
Acho muito engraçado HOMENS virem me dizer como uma MULHER deve se sentir ao ser assediada com uma cantada.
É tão coerente quanto um cara meter porrada em uma mulher e depois dizer que ela deveria ter sentido prazer ao invés de dor, porque era isso que ELE queria que ela sentisse.
O que importa é como EU me sinto ao receber esse tipo de agressão e não como você gostaria que eu me sentisse. 
Não negocio com reaças de qualquer tipo, então machões, não percam seu tempo defendendo cantadas  por aqui.
Beijos para todo mundo!


19 comentários:

  1. é engraçado ver que os homens acham que assobiar e gritar gostosa pra uma mulher é algo que a mulher devia aceitar e achar bonito!
    aconteceu esses dias da minha irmã de 14 anos estar andando na rua comigo e um cara assobiar pra ela, e claro que eu reclamei com o cara e mandei logo pra pqp... mas o pior é ver o descaso das autoridades com isso, se você chega num policial e fala isso eles só olham e falam "ah, ta"... se o cara tivesse armado, ou quisesse fazer algo com ela, como eu ia poder defender minha irmã? um absurdo... é ótimo saber que também tem outras mulheres que se sintam assim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é nojento?
      Eu não sei de onde se criou essa poha que mulher gosta de cantada, aí pra piorar tem uma ou outra maluca que gosta e diz isso, ai esse tipo de homem traste usa a minoria pra defender esse tipo de atitude nojenta, ignorando o que a maioria feminina diz. É nojento.

      Essa coisa de polícia tem muito a ver com o machismo também, porque são policiais HOMENS em sua maioria.
      É engraçado ver como eles acham totalmente normal um cara meter porrada em outro que cantou sua mulher, mas uma mulher reclamar de cantada sozinha eles acham esquisito.
      Acho uma atitude nojenta, se os policiais não se importam e não deixam claro que isso é errado, como nós mulheres vamos fazer isso?
      É meio desmotivador,mas não desisto nunca.
      Um dia as pessoas aprendem.

      Excluir
  2. Vejo muito disso acontecer nos eventos, e também acho um absurdo...
    Não faço ideia de como vocês, mulheres se sentem, mas deve ser realmente desconfortante (no mínimo) esse tipo de situação >__<.

    Mas ainda acredito em mundo onde os homens vão respeitar mais as mulheres, ou pelo menos, desrespeitá-las menos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é um nojo?
      É triplamente nojento porque você está pagando pra entrar, pagou sua roupa e ainda tem que ouvir merda de moleque.
      É triste.

      Eu acredito nesse mundo também.
      Em muitos países isso acontece,então eu tenho em mim que se uma ou duas gerações de mulheres se impuserem as coisas mudam. :3

      Excluir
  3. Nossa isso me lembra uma situação que eu vi no grupo Brazilian Cosplay united, uma moça postou uma foto tirada de cima ( que deixou os seios mais "visiveis" ) da Morrigan Aesnland e na descrição ela colocou que não queria comentários idiotas, eis que surge um ser e coloca nos comentários "Nice boobs", ela obviamente xingou o cara, foi ai que começou a treta uma moça escreveu nos comentários " Você coloca uma foto de cima e não quer esse tipo de comentário? ( dai um monte de coisa que eu não lembro)" aquilo me deixou puta da cara o pior foi que o povo começou a reclamar que ela foi muito grossa com o cara e não sei o que!
    Eu lembro que eu comentei algo parecido com isso " Se ela pede respeito, porque não respeitar! Não é só pq a foto é de cima que ela não merce respeito" sério achei que iam queimar minha foto de perfil uhauhashusahausasuh
    Foi tudo bem lamentável, principalmente o conformismo do pessoal dizendo que sempre vai ter pessoas assim e que nós temos que aprender a lidar com isso. ¬¬ affs eternos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é uma das coisas que mais me revoltam, algumas pessoas REALMENTE acreditam que suas roupas e suas fotos justificam uma ofensa desse tipo.
      É triste ver mulheres defendendo esse tipo de atitude sendo que muito provavelmente alguma delas vai sofrer ou sofreu algum tipo de comentário assim e até hoje não conheci uma que gostasse.
      Na verdade conheci uma mulher, mas ela tinha alguns problemas neurológicos sérios. Não estão brincando ela era doente mesmo, então não conta.

      Eu fico totalmente puta com isso também, porque pra mim é exatamente o contrário, você não tem que aceitar, você tem que reclamar e as pessoas deveriam te apoiar na reclamação e não te acharem histérica.

      Excluir
  4. Nós que temos que mudar essa postura. Levou uma cantada, xingue. O cara foi invasivo, dessa porrada. Mulher não é fragil. Fico muito brava quando vejo outra mulher falando que é culpa da roupa ou é uma cosputa mesmo. O corpo da mulher não precisa aprovação de ninguém.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, tenho muito disso em mim.
      Nunca precisei de ninguém me defendendo por ser mulher, sempre desci porrada sozinha muito bem, obrigada.
      Acho que se toda mulher entendesse que o corpo é dela e só dela e que ninguém tem a ver com isso o mundo seria um lugar muito mais bonito.

      Excluir
  5. Eu acho o seguinte, minha namorada faz cosplay e gosta de anime e eu tb curto anime, ja fiz até alguns cosplays, ela vive me pedindo permissão para fazer alguns cosplays como por exemplo o atual q ela quer fazer que é a Yoko Litner (procurem no google quem não conhece) e eu sempre respondo "Não sou seu dono, até aprovo vc fazer cosplay pq eu acho isso legal, mas a unica coisa que eu quero é q me respeite como seu namorado e exija respeito das pessoas a sua volta, se o cara passar a mão, bata, se falar algo ofensivo, retruque". No meu ponto de vista mulher tem q ser respeitada e ser tratada com todo cuidado e carinho possivel afinal essas mesmas mulheres é q dão a vida para nós, nunca desrespeitei uma cosplayer em evento algum acho isso muito escroto, quer elogiar de verdade a garota? Quer deixa-la feliz com o cosplay dela? Então para de ser babaca e fazer cantada de pedreiro e chega nela e fala assim "Oi moça, posso falar uma coisa pra vc?" e se ela dizer que sim diga "Você ficou muito bonita neste cosplay" garanto que vc vai ganhar muito mais fazendo isso do que falando bosta se achando o top da balada.
    Sou homem, sei elogiar uma cosplayer e não tenho vergonha disso e se vai aparecer algum babaca me chamando de gay só por ser educado e honesto só tenho uma coisa a dizer pra ele "Seja homem de verdade e não um bosta qualquer, pq homem de verdade respeita"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu confesso que acho incrivelmente esquisito elate pedir permissão para fazer cosplay de alguém, eu namoro há 4 anos e nunca pedi permissão ao me namorado, porque é algo que eu faço, sobre o meu corpo. Não sobre o dele.
      E acho que ela sempre deve exigir respeito sobre o cosplay que ela faz, não porque ela é sua namorada e despeitar ela, seria desrespeitar você, mas porque o corpo é dela, e ela tem que ser respeitada independentemente de ser solteira ou não.

      Esse tipo de cara não consegue elogiar uma mulher em hipótese nenhuma, então como esperar algo de bom?
      Só sabem relinchar esse tipo de cantada nojenta e acham que estão arrasando. Tenho pena.

      Excluir
  6. Não tem o que falar, nem o que discutir nem um ponto a acrescentar. Vc diz tudo!
    No entanto, ao contrário de vc eu tenho medo em revidar cantadas, em receber alguma agressão e até estupro. Muitas vezes quando saio sozinha para andar na rua, penso a roupa que vou vestir para chamar menos atenção.

    Não suporto isto, estas cantadas. Esta semana mesmo fui em uma reunião a trabalho e o corredor que passei não paravam de mexer comigo. abomino. dá até vontade de parar de sair na rua? Odeio esta cultura machista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim!
      Eu sou uma das poucas mulheres que realmente revida as cantadas.
      A grande maioria das mulheres, assim como você, sente um medo tao grande que prefere deixar quieto se seguir andando.
      Você não está sozinha, é o procedimento padrão da maioria das mulheres.
      Eu costumo revidar dentro do que posso, mas por exemplo quando estão eu grupo eu não costumo revidar, eu finjo que não ouvi, porque sei como o comportamento muda quando estão em grupo e a chance de eu ser agredida ou estuprada por revidar é maior.
      Durante a noite é um terror, porque nunca sei se devo revidar ou não, pode ser só um idiota ou pode ser um estuprador assassino também.
      É uma bosta.

      Eu já mudei minhas roupas na hora de sair, ou já evitei de passar em certas calçadas para evitar esse tipo de comentário, especialmente perto de bares.
      Fico enojada de viver em um país onde EU não posso vestir nem andar onde quiser porque os homens tem o direito de falar de mim.
      Me sinto presa e amarrada.
      Eu evito de sair a noite justamente por isso, para evitar passar raiva e medo.
      Acho um lixo viver em uma cidade onde eu preciso ter medo de sair depois que escurece.

      Excluir
    2. Eu tbm, tenho NOJO dessa sociedade. Infelizmente. Lamentável.
      Eu, atualmente estou no estado que tenho nojo, simples assim.

      Eu me sinto agredida, presa, completamente se liberdade de viver a minha própria vida....

      Excluir
    3. Acho que todas nós no fundo nos sentimos exatamente assim.
      O que eu não daria pra viver em um lugar onde eu possa sair na rua com a roupa que eu quiser e não precisar nem me preocupar em pensar se vou receber algum tipo de comentário ou outra forma de violência.
      O que eu não daria por isso.

      Excluir
  7. pessoalmente eu tbem evito confronto.. sou baixinhas... não aprento força alguma... teoricamente eu me ferraria mas s..em revidar e ser agredida.
    E por isso eu comecei fazendo cosplay masculinos.eu comecei porque me sentia desconfortavel sendo mulher fazendo personagens femininos e sendo obrigado a ouvir cantada absurdas. até hoje tenho receio - tomo cuidado com comprimentos , com versoes que faria dos personagens ..e sinto mal se falam mal de persoangens que gosto - ue tratamo com perojarativismo.... poooo nem tudo é fan service caramba!!
    brigo quando falam mal de um personagem que gosto..erza por exemplo ..é omais classico... ou quando falam coisas pejorativa contra minha parceira de cosplay e/ousobre mim.... claro se ei e pessoalmente u prefiro ignorar a ter que entra em confronto... sou bem medrosa até.

    MAs eu mesmo...só pensei em fazer os femininos quando me senti confortavel (e depois de puxões de orelhas de amigas-Q) pra isso e mesmo assim tomando preucaçoes com comprimentos de saia, a uso de shorts por baixo, meia calça..meu eu nuncaa.... saio de saia sem meia .... não consigo!
    E mesmo tendo cautela...e namorado pra cuidar ... em evento de anime (2012- AF) recebi cantada de um muleque bebado desgranhento : do tipo - "Pega eu!" na boa ninguem me obriga manolo!

    mas isso é apenas um exemplo... parando pra ver existem vários!

    me lembro também de ter me irritado muitissimo com um cara que fotografou amim e minha parceira de Rossete e eu de chrno-e quando encontrei as foto dele, e fui salvar uma cópia pra mim..porque a foto ficou muito boa, e estava no orkut - ainda - oque se seguia foram comentarios que falavam das Pernas da minha parceira ( a versão militia deixa pernas amostra) nossa foi horrivel.... principalmente por que apessoa quems e dirigiam eram inha magia..mano essa cambada não conhece a familia da pessoa...a indole que recebeu ..educação com a qual foi criada..e fala merda como se toda mulher fosse prostituta? e mercesse ouvir merda? COMO ASSIM?!!!

    Issso meu deu nojo... me dánojo e me deu e dá razão muito forte pra continuar fazendo os personagens masculinos....embora meu namorado não goste muito ...tenho que admitir eu corro menos risco de honey sempai, do que de meiling por exemplo.

    e detalhe ambos são infantis! e de boa se vc não aceita pedofilia...vai permitir cantada mesmo quando vc está cosplay infantilizado?!! que sociedade Vil é essa?
    mas é assim né..infelizmente...
    mesmoo assim tem gente ( boçal!) que insiste em mexer..com vc ...
    me sinto sim diminuta sim .... é com seu não merece ser levada a sério!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah eu não sei muito bem se essa coisa de só fazer personagens masculinos te blinda totalmente desse tipo de comentários. Claro que diminui a quantidade deles, mas acho que nunca vamos estar totalmente blindadas.
      Porque tem mais a ver com você ser mulher, não com o que veste.
      Tanto que aposto que quando você usa suas roupas normais já recebeu cantadas, fora dos eventos.
      É uma merda.

      Esse tipo de gente me dá nojo, porque como você disse eles não sabem absolutamente nada sobre você e vem te encher e te ofender.
      Eu não faço nenhum contato com pessoas que não conheço na rua, por que esse tipo faz essas coisas?
      Acho nojento.

      Excluir
    2. na verdade reduz um pouco..... quando vc tah de homem eles não sabe oq ue fazer...é outro cara não querem concorrencia...e se chega alguem mais esperto perde o posto =P...
      porque tem medo de te zuar e ser zuado de volta ... homem dentro desses lugares não aguenta ser zuado..zoa os outros apenas. quando é com eles correm com rabinho entrepernas

      na verdade a coisa mais legal que já aconteceu comigo foi uma vez estando de chrno ... um cara parou pra conversar com a gente , minha parceira de rossete falando alegremente e eu só escutando... e ele ficou me encarando sem saber se era homem ou mulher ..foi isso uns tres minutos...e enquanto não abria boca ele não sabia dizer o que eu era..
      mas quando viu que era mulher ficou até aliviado...disse que não sabia se como dirigir a mim ....

      isso me faz pensar o quanto esse mundo é machista ..e se algo sai da zona de conforte deles ..ficam zanzando como barata tontas.
      por isso que até interessante quando vc responde uma ofença dessas.
      isso os tira da zona de de conforto..né onde já se viu mulher responder com grosseria.

      vc tem coragem.... eu não tenho.
      eu ainda gosto de me esconder em roupas largas..evito comentarios sabe

      Excluir
  8. Me lembrou muito uma amiga, que foi dar entrevista pra um canal do youtube e o escroto chamou ela de "jeremias de tetas" e ainda fez ela imitar o jeremias. Na época eu nem ia muito com a cara dela, mas mesmo assim não fiz a menor questão de ser controlada/educada nos comentários do vídeo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não sei qual é o problema das pessoas que acham que é super legal ser escroto.
      Cara, não é legal, é escroto. Apenas pare.
      Não se faz isso com qualquer pessoa que seja.

      Excluir

Todos os comentários são lidos e respondidos.
Comentários com teor preconceituoso ou intolerante não serão publicados.