23 fevereiro 2014

O Assédio no Cosplay

Oi, gente!
Como passaram a semana?
Eu passei sofrendo porque foi minha última semana de férias e amanhã minhas aulas recomeçam T_T


Hoje eu quero falar sobre algo que vem me incomodando bastante nos últimos meses, e que parece estar se tornando cada vez mais comum nos eventos de anime: ASSÉDIO.
Quando pensamos em assédio a gente sempre imagina um cara desconhecido passando a mão em você.
Nem sempre o assédio é tão caricatural assim.
Se alguém passar a mão em mim ou me tocar sem permissão eu tenho um ótimo costume de descer porrada.
As pessoas sempre se surpreendem porque sou pequena e estou sempre rindo, então muitas pessoas se acham na liberdade de me tocar sem permissão ou chegar perigosamente perto de mim sem me avisar antes.
Eu realmente não gosto disso e mudo de humor bem fácil quando isso acontece.
Um dos meus colegas da faculdade já levou um tapa na cara bem forte por chegar muito perto de mim enquanto falava comigo em uma festa.
Eu tenho uma zona de conforto de mais ou menos um metro que gosto que as pessoas mantenham. Você precisa ser MUITO meu amigo para chegar muito perto ou ficar se encostando em mim.


Eu sou bastante simpática quando estou com cosplay, é algo que as pessoas sempre me dizem. Eu sempre converso com as pessoas e tiro fotos com elas, mas elas sempre me PEDEM para fotografar comigo.
Os rapazes sempre me pedem permissão quando vão tirar fotos comigo, para poderem colocar a mão no meu ombro e tirar uma foto mais juntinha e já passei por situações em que reclamei com um cara porque achei a mão dele na minha cintura muito invasiva.
Ele foi decente o suficiente para me pedir desculpas e não fez mais isso, percebi que realmente não tinha sido feito com intenção
Mas já aconteceu de caras deliberadamente me assediarem por estar usando um cosplay.
Aconteceu uma vez só, e eu nunca esqueci.
Foi no Campinas Anime Fest de 2012.
Eu estava usando  o cosplay da Lady Sif de Thor e tinha ido realmente pra me divertir.
Levei minha irmã e uma colega dela ao evento para que elas curtissem por lá, porque elas são mais novas que eu e se divertem mais nesses lugares do que essa velha que vos fala.
Eu estava tirando uma foto com a minha irmã quando ouvi três garotos me dizendo "Noooossa, meu senhor o que é isso. Multiplica isso, senhor".
E fiquei tão puta na hora. Eu estava com a minha irmã de 12 anos do meu lado e estava recebendo uma cantada de rua no meio de um evento que tinha pago uma quantia realmente significativa para entrar?
Eu nunca tinha visto isso.
Eu já recebi cantada de rua na RUA. E sempre revidei. Sempre mandei o cara tomar no C* com todas as letras porque cantada para mim sempre foi desrespeito.
Agora, cantada de rua dentro de um evento? Cantada de rua vinda de um público considerado "nerd"?


 

Foi nesse dia que eu entendi uma coisa que levei pra vida toda: em todo o ambiente, sempre vai ter um babaca.
Naquele dia foram três.
Três machões corajosos que quando eu me virei pra reclamar saíram , correndo como criancinhas no jardim de infância.
Achei muito curioso. Tinham "coragem" pra me "cantar" mas pra ouvir minha resposta ou simplesmente olhar na minha cara não tinham?
Nesse dia eu entendi também, que esse tipo de cara não passa de um monte de estrume.
Um cara que não consegue te respeitar, que não tem coragem de olhar na sua cara, que precisa estar em grupinho pra poder se dirigir a você, esse cara não passa de lixo.



O cosplay é sobre ser livre para escolher qual personagem ser, independente de quem ele é ou o que ele veste.
Ai você adora um personagem e se veste como ele, chega à um evento e é obrigada a ouvir comentários desrespeitosos sem reclamar?
Eu sempre reclamei, sempre disse que esse tipo de comentário, que cantadas e esses ditos "elogios" são nojentos e não passam de assédio.
Você não diz: "ô delícia" pra sua mãe, estão por que diria isso à uma desconhecida à um evento? Por que diria isso à uma desconhecida na rua? Por que diria isso à uma desconhecida em qualquer lugar que seja?
Boa parte das pessoas, na maioria das vezes homens,  acha legal mandar cantadas às mulheres na rua. Acham isso uma coisa normal. Eu digo com todas as letras: é um desrespeito sem tamanho.
Dizer uma frase de conotação sexual que muitos mascaram de elogio à uma mulher não é um elogio, não é uma coisa boa, é um desrespeito, é uma ofensa, é assédio sexual sim. Não finja que não é.
A Lola, uma feminista bastante conhecida no Brasil, sempre disse: cantada é assédio, e elas não são elogios, são questão de poder. São homens que não respeitam mulheres, que se acham melhores do que elas, e se acham no direito de dizer coisas indecentes à mulheres, apenas para vê-las constrangidas. São homens que se sentem no direito de ofender uma mulher, de uma maneira que NUNCA fariam à um homem, e que se ofendem e muitas vezes se tornam violentos  quando as mulheres revidam ou se ofendem.
.


Assim como os crianções que me ofenderam em um evento, eles não tiveram coragem de continuar quando eu os encarei, não tiveram coragem de me ofender quando estava acompanhada de um amigo homem, nem quando eles estavam sozinhos e não em trio. Mas quando se reuniram eles tiveram "coragem" de me dizer coisas ofensivas.
É como se dissessem uns aos outros "olha como sou foda, escuta só o que vou dizer  a ela".
Muito machos todos eles, sem dúvida, né?
Moleques bancando os bad boys nesses eventos não passam de merdinhas, com o perdão da palavra.
Não são homens, não são nada.
Não são pessoas que conseguem se relacionar, não são rapazes que conseguiriam chegar em mim e me elogiar normalmente. São garotos que não tem c* de olhar na minha cara e conversar.
Não passam de lixo e eu tenho pena de cada um deles.
E espero sinceramente que a vida deles seja tão medíocre quanto à atitude que demonstram para comigo e cada uma das mulheres que ofenderam nesses eventos. Desejo a todos eles uma vida de merda.



Já vi garotas reclamando disso no facebook e sempre aparece um idiota ou uma idiota, e não consigo pensar em outra palavra pra definir, que diz que a culpa é da menina, por usar cosplay provocante.
O que esse tipo de gente não consegue entender, é que assédio não tem a ver com usar um cosplay ousado. Muitas meninas são ofendidas independentemente da roupa que usam.
O assédio tem a ver com ser MULHER, não com ser cosplayer.
Tem a ver com uma pessoa te olhar e achar que você é menos do que ela, e que isso dá direito dela te ofender.
Já vi cosplayers vestidas até os pés que foram abordadas com perguntas do tipo "Nossa, mas seus peitos são de verdade? Aposto que não são? Eu teria que tocar pra saber"
Ou cosplayers de assassinos que recebem propostas do tipo "Nossa, você não quer me matar em casa não?" ou "Nossa, mas é  a nora que minha mãe pediu".
Frases assim, parecem corriqueiras, comuns, mas são cantadas que muitos por aí travestem de elogios.
Me dizer que sou bonita é um elogio, dizer que é "bunduda" ou "peituda" não é um elogio que se faça, não é algo que se diga à uma desconhecida, não é algo que se diga a ninguém.
A gente não vê os caras nem as meninas chegando em um cosplayer homem e dizendo "Nossa, que belo pacote você tem na sua cueca", mas as cosplayers mulheres vivem ouvindo coisas como "Nossa que belos peitões você tem aí"
Então, não. Não é um elogio. É uma forma de assédio. É um constrangimento.



Casos assim tem se tornado cada vez mais comum.
Os gringos começaram uma campanha chamada "Cosplay is not Consent" algo como 'Cosplay não é um consentimento" em português. Uma campanha para lembrar que garotas estarem  de cosplay, não é um passe livre pra você ofendê-las ou passar a mão delas.
NO Brasil surgiu uma campanha chamada "Respeite o Cosplayer" que pede respeito aos cosplayers por diferentes motivos, um deles é relacionados ao assédio.
Eu fiquei particularmente chocada com a entrevista com uma cosplayer norte americana chamada Rian onde ela foi assediada por entrevistadores de um programa parecidos com os programas "Pânico" e "CQC" aqui no Brasil.
Nela, o "entrevistador", que seria melhor definido como assediador, fala com várias garotas e diz explicitamente como as fantasias delas dão à ele ereções e como ele mede a beleza das fantasias através to tamanho dos peitos das cosplayers.
Fiquei particularmente irritada e acho que se fosse comigo, teria sido infinitamente grossa, ao contrário dela que foi bastante controlada.



Na época que passei por isso, eu não pensei muito bem.
Eu não sabia exatamente como agir porque nunca havia passado por esse tipo de situação em um evento particular.
Hoje eu saberia exatamente o que fazer.
A cada uma das mulheres que passaram ou passarão por isso eu digo: aceitem o fato que foram insultadas, assediadas e reclamem. Aceitem que comentários assim não são simples comentários, são assédio.Aceitem mas não aceitem caladas.
Reclamem, façam um escândalo tão grande que vai fazer com que cada um dos desgraçados que te assediaram sair correndo e se esconder em um buraco na terra.
Reclame aos organizadores do evento, aos staffs e EXIJA uma solução ao seu problema. EXIJA expulsão desse tipo de corja desses eventos, porque se eles continuarem  dentro do local, eles vão fazer de novo porque vão sentir uma sensação de impunidade. E você não quer garotas de 12~13 anos ouvindo esse tipo de insulto.
Se for possível fotografe a cara dos "machões" e coloque na internet depois. Se a equipe do evento se recusar a tomar providencias fotografe as pessoas com quem falou e coloque na internet também, faça um depoimento público sobre como foi assediada e como a organização do evento foi negligente com a situação. Isso vai forçá-los a repensar sua política sobre assédio verbal.
Os eventos de anime são pagos, e você comprou seu ingresso para se divertir, não para ser ofendidas e assediada.
Se certos garotos tem "coragem" de assediar cosplayers em eventos, que tenham a mesma "coragem" em aceitar as consequências de seus atos e terem suas caras lindas expostas como babacas que são para toda a internet ver.

Anime Boston defende publicamente que os assédios sejam denunciados aos staffs do evento


E pra qualquer HOMEM  que aparecer nesse post defendendo cantadas e me chamando de Feminazi e me dizendo que deveria me sentir bem com cantadas e que eu sou culpada por receber "elogios" já que eu "uso roupas provocantes e mimimimi....", como já aconteceu antes, eu aviso de antemão: vou excluir o comentário sem dó nem piedade.
Acho muito engraçado HOMENS virem me dizer como uma MULHER deve se sentir ao ser assediada com uma cantada.
É tão coerente quanto um cara meter porrada em uma mulher e depois dizer que ela deveria ter sentido prazer ao invés de dor, porque era isso que ELE queria que ela sentisse.
O que importa é como EU me sinto ao receber esse tipo de agressão e não como você gostaria que eu me sentisse. 
Não negocio com reaças de qualquer tipo, então machões, não percam seu tempo defendendo cantadas  por aqui.
Beijos para todo mundo!


16 fevereiro 2014

Construindo um cosplay: Lily - Adventures of Rel Rel

Oi, gente!
Como passaram essa semana?
Eu passei vendo filmes e costurando.
Estou na minha última  semana de férias e estou tentando aproveitar.

Então, terminei a Lily finalmente!
O único detalhe que está faltando é a caveirinha fofa que ela usa no pescoço, mas a parte de costura está toda pronta.
Eu venho acompanhando o blog da Angela, uma cosplayer Estadunidense que me impressionou muito por ser tão jovem e costurar tão bem.
Vendo os posts dela eu percebi o quanto o passo a passo de costura ajuda os leitores a ter ideias para as próprias costuras.
Então decidi fazer parecido aqui no blog, já que um dos maiores interesses das pessoas que visitam o Grifon's Grido vem atrás de artigos de costura.
Os posts vão ficar meio gigantes, mas né? Faz parte.
Comecei o que chamei de "Construindo um cosplay" onde vou postar o passo a passo do cosplay inteiro que fizer, as vezes terão fotos repetidas de posts antigos, mas a ideia é sempre ter coisas novas.

Gastei muito tecido mesmo nessa roupa, só a saia me custaram 3 metros de tecido, além de toda a talagarça que usei. Foi tão demorado T_T

A saia:


 



A blusa lindinha:









 


 A meia:



 Gostaram da minha barriguinha gordinha, né?

Acessório fofinhos!


  



Aí no fim, ficou assim:

Agora estou procurando um dia não pracaralhamente quente para poder fotografar S2
Vou trabalhar em outro cosplay e em uma comissão que recebi.
Vou tentar atualizar conforme for terminando as coisas S2
Um beijo pra todo mundo!

P.S.: Fazia um tempo que um post não tinha tantas fotos assim XD

12 fevereiro 2014

Mangas Bufantes!

Oi, gente!
Como passaram a semana?
Eu passei bem!Estou tratando minhas dores aos poucos e descobri que tenho 6 canais pagos transmitindo as olimpíadas de Inverno da Rússia e fiquei tão entretida assistindo que me esqueci de postar no blog ahsuahushaushaush XD

Eu realmente adoro esportes, quero dizer, adoro assistir, porque não pratico nenhum realmente.
Eu adoro as olimpíadas porque os programas de esporte ficam cheios de modalidades legais,ao invés de serem um monólogo chato sobre futebol.
Eu estou tão entretida com os jogos de Soshi que estou me esquecendo de postar até no meu Facebook.
Sempre tento postar no mesmo horário, mas só tenho lembrado de fazer depois da meia noite quando as transmissões acabam XD
Eu costurei bem pouco essa semana por isso também. Esqueci de tomar meu remédio na segunda feira por estar assistindo a competição de esqui XD
Sou muito empolgada com essas  coisas.


Enfim, decidi fazer um post sobre costura, porque é um dos grandes interesses dos leitores do blog.
Resolvi começar respondendo uma das dúvidas que mais ouço desde que comecei com os posts de costura: como fazer as mangas cheinhas que algumas personagens usam.
Existem várias formas de se fazer, e você encontra alguns moldes na internet com bastante facilidade.
Eu geralmente uso mangas retas, ao invés de uma mangá tradicional como os moldes ensinam. É mais fácil de cortar, mais fácil de costurar e mais fácil de aprender.
Eu costumo começar com retângulos de tecido.
Minhas mangas geralmente tem 40 cm de encaixe com a parte do tronco, então eu aumentei para 80 cm o comprimento do retângulo, Essa era uma manga média, não muito curtinha, então ela tem 22 cm de altura, pois deixei alguns centímetros a mais contando com a costura que vou fazer.


O importante nessa mangá é franzir bem, tem gente que gosta de franzir com elástico, com lastéx, eu gosto de franzir enquanto costuro.
Então eu faço uma costura reta, e vou empurrando o tecido em direção a agulha da máquina. O tecido vai se engavetando e a agulha costura ele todo juntinho dando um enrugadinho bonitinho.


Franzi um dos lados maiores do retângulo, até que ele ficasse com 40 cm de comprimento.
Ele fica parecendo uma saia pequenininha.


Ai franzi o outro lado comprido do retângulo e ficou assim, parecendo uma sanfoninha.


Aí é só juntar as duas laterais menores do seu antigo retângulo e costurar.
Ele fica uma coisinhas fofinha parecendo um butijãozinho de gás bem lindinho :3


Aí você só precisa virar do avesso para esconder a costura e está pronta a sua manga bufante fofinha!
Bem tranquilo de fazer, né?
Então é só fazer o acabamento e colocar na peça que você quer.
No meu caso essa manga fez parte de uma manga maior.

Parte interna da manga


E é isso gente! 
Me desculpem pelo atraso e espero que consigam fazer caso algum dia precisem XD
Costurar é bem tranquilo quando se sabe o que fazer.
Um beijo para todo mundo!