21 outubro 2013

A "Carteirinha de Cosplayer"

Oi, gente!
Como estão passando a semana?
Eu participei da organização do Encontro Nacional de Biomedicina que acontece aqui em Botucatu essa semana, e estou bastante cansada mas feliz XD
Tenho duas provas essa semana, mas né? Faz parte.

Essa semana eu decidi falar sobre algo que tem me incomodado um pouco: a "Carteirinha Cosplay".
Tenho visto muita bullshit sobre isso durante todo o mês, não só no Brasil, mas em todo o cosplay americano e europeu.

A "Carteirinha Cosplay" é chamada em outros países de "Rule Book", seria algo como um certificado que você é um cosplay de verdade.
Ela está se tornando cada vez mais comum no mundo cosplay de hoje, que na minha opinião tem ficado cada vez mais idiota.
Eu estou sinceramente cansando de ver as pessoas cagando regra para tudo no cosplay: "você é negro não PODE fazer cosplay de uma personagem branca", "você é homem fica estranho fazer um personagem feminino"," você é gorda vai ficar ridícula com um cosplay de personagem magra", "você é velha não vai ficar bom fazer uma personagem magra"...ZZZZZZZZZZZzzzzzzzzzzzzzz
Juro que tenho vontade de bater em quem diz esse tipo de coisa, porque como já disse no meu post sobre Críticas no Cosplay, esse tipo de coisa é baseado unicamente nos preconceitos da pessoa, um preconceito velado, que ela mesmo não admite, mas que diz que gente negra, velha, e acima do peso não pode fazer cosplay e que você deve manter a diferença de gênero dentro do hobby: homem com cosplay de homem e mulher com cosplay de mulher.
As pessoas tem se esquecido que cosplay é um HOBBY, qual é a dificuldade em aceitar e entender isso?
Eu, como cosplayer, criei o blog em uma tentativa de ajudar aos novatos nesse universo, porque sempre quis que o cosplay fosse um hobby da maior quantidade de pessoas possível, porque ele é lindo e sempre quis que ele se espalhasse para todos que estivessem procurando uma atividade nas horas livres.


O que tem acontecido nos últimos anos é o que chamo de "Cagação de Regra".
Auto proclamados "Cosplayers de verdade" impõem uma ditadura sobre os outros cosplayers e os separam em "cosplayers com carteirinha", que seguem o livrinho de regras, e os cosplayers que "não são cosplayers de verdade" porque não seguem as regrinhas.
Esses "Cosplayers de verdade" defecam um monte de "regras" que não existem e NUNCA vão existir dentro o cosplay, para os outros cosplayers, diminuindo e tentando fazer deles pessoas menos dignas de se denominarem cosplayers.
Se acham melhores que os outros porque seguem o "Rule Book" e tentam desesperadamente elitizar o cosplay.
Ouço coisas como "Cospobre não é cosplay", "Cospu** não é cosplayer", "Fulano só faz apresentação livre, não compete de verdade", juro que tenho vontade de vomitar na boca aberta da pessoa que diz esse tipo de coisa.


A regra do "Só faça cosplay de personagens que ame de verdade do fundo da alma"
Provavelmente a Regra de Ouro dos coplayers com carterinha!
O mais curioso é que quase nenhum dos "Paladinos do cosplay de verdade" segue essa regra.
Essa norma tosca diz que você NUNCA deve fazer o cosplay de um personagem que não ame. Se você "não adora o personagem, se não morreria por ele, não deve fazer".
Eu quero que você olhe todas as definições de cosplay que conhece e me diga em qual delas está escrito que você DEVE fazer cosplay de um personagem que ame?
Sabe em quantas? Em nenhuma.
A definição de cosplay vem do inglês "Costume Play" que pode ser traduzido de forma correta como "representação de personagem" é o  "Ato ou efeito de se fantasiar como um personagem, na tentativa de melhor interpretá-lo".
Em que momento da história da humanidade, foi dito que se você não ama até os confins da galáxia um personagem, você não pode fazer cosplay dele?
Fazer um personagem que você goste é uma ESCOLHA INDIVIDUAL, não é uma obrigação, não é porque você faz isso que todo mundo no universo deva fazer.
Muitas vezes você não ama o personagem e mesmo assim faz cosplay dele, Vocaloid é o exemplo mais clássico disso.
Eles são uma representação visual de uma voz computadorizada. Como você vai amar um personagem que na verdade não é um personagem?
Eles não tem história, eles não tem passado. Você não gosta deles, você gosta da aparência deles. Por isso faz cosplay.
Você não ama quem eles são, você ama o que eles vestem. Fazer cosplay de Vocaloid é fazer cosplay somente pela roupa. E não há nada de errado com isso.
Ao contrário do que dizem por aí, não existe nada que te impeça de fazer cosplay de um personagem, simplesmente porque gosta da roupa dela.
Cosplay é uma arte acima de tudo visual, tem a ver com o impacto visual do personagem.
Muitos cosplayer nunca irão à um evento usando aquele personagem, nunca farão uma apresentação usando aquele personagem, então por que não poderiam construir uma roupa simplesmente porque gostam da aparência dela?
Eu nunca conheci um cosplayer que não tenha se interessado por um personagem, porque viu a imagem de referência dele e disse "Nossa! Que personagem linda! Vou conhecer a série na qual ela pertence para ver se gosto".
Você se apaixona pela aparência deles antes da personalidade, e muitas vezes esse é o fato principal da sua escolha de fazer ou não, cosplay dele.

Eu tento fazer cosplays de personagens que gosto bastante ÚNICA e EXCLUSIVAMENTE porque preciso ter MUITO amor a um personagem para aguentar o estresse que eu vou ter durante a manufatura. Se eu não gostar muito do personagem, na primeira enroscada da máquina de costura eu vou mandar tudo à mer** e desistir do cosplay.
As vezes faço porque admiro o quão divos eles são. Admiro a aparência que eles tem. Não a personalidade.
Tenho muitos personagens que amo profundamente, mas nunca fiz cosplay porque não gosto da roupas que eles usam.
Gostar da aparência deles é fundamental para a escolha de personagens de muita gente, dizer que existe uma regra impedindo isso, é como dizer que se você jogar uma coisa para cima, ela precisa obrigatoriamente cair para cima, ao invés de cair para baixo.
É uma regra estúpida e muito incoerente.

Nossas caras quando dizem sobre o "Rule Book"

A regra do "Não copie projetos alheios"
Essa é outra regra que sempre me mata de tanto rir.
Os cosplayers que dizem esse tipo de mer** sinceramente precisam de ajuda psicológica para tratar essa mania de perseguição.
Os "Cosplayers de Carteirinha" acham que se você faz cosplay de um personagem, você se torna dono dele, e que ninguém no mundo pode fazer cosplay daquele personagem mais, porque você, a partir do momento que fez o cosplay dele, se torna o "Cosplayer oficial do personagem tal nessa galáxia".
Qualquer cosplayer que tenha feito uma quantidade grande de cosplays vai ter cosplays repetidos com outros cosplayers.
Principalmente se vocês forem amigos, ou tiverem assistido as mesmas séries, jogados os mesmos jogos ou terem afinidades em comum.
Que atire a primeira pedra quem nunca olhou os projetos de outros cosplayers e se interessou pela série ou pelo personagem. Isso direta ou indiretamente é uma forma de cópia, e é muito saudável dentro do meio cosplay.
Eu vejo tanta briga por causa disso, tanto a nível regional quanto internacional.
Eu sinto uma vergonha alheia muito grande quando vejo as pessoas brigando por isso, porque mostra o quão imaturas elas são.
É como uma criança que ganha um brinquedo e não quer que ninguém no mundo tenha, porque não quer que elas se divirtam tanto quanto ela.
Tenho pena de quem pensa assim.

Postei os projetos, agora ninguém mais pode fazer. SQN.

A regra do "Não seja uma cospu**"
Eu já fiz um post sobre Cosput*s e não vou entrar nesse mérito novamente, para dizer o quanto eu repudio tudo o que dizem sobre elas.
O 'Heroes of Cosplay" um documentário norte americano sobre cosplay, deu muito o que falar justamente porque entrar em alguns pontos polêmicos do cosplay, esse foi um deles.
A ideia de garotas que fazem personagens sensuais demais, não serem cosplayers de verdade é tão idiota que me dá até náusea.
Adoram dizer que cosputas são attention whores que só querem se aparecer e não fazem cosplay de verdade, por isso não são cosplayers.
Um dos casos mais famosos é a da Jessica Nigri, cosplayer norte americaman famosa por personagens sensualizados, que faz cosplays lindos e muito fieis.
A Mad Moxxi, Juliet e a Rikku feitas por ela são simplesmente lindas e absolutamente bem interpretadas, mas as pessoas não consideram a Jessica uma cosplayer de verdade, consideram ela uma cosputa, mesmo ela tendo cosplays muito melhores e mais bem feitos que muito "cosplayer com carteirinha" por aí.
Seu recalque bate nos cosplays lindos que ela faz e volta na forma de negativação dos seus vídeos de apresentação no youtube, viu?


A regra do "Não aceite patrocínios no cosplay, você não é uma prostituta"
Essa é outra regra que me dá vontade de fugir e nunca mais voltar para esse planeta.
Yaya Han, Kipi e a Alodia são cosplayers muito famosas por terem patrocínios em seus cosplays.
Elas recebem desde dinheiro de empresas para divulgação da marca através do cosplay, até viagens e incentivos para visitar alguns países e participar de convenções.
Muita gente bate na tecla que elas não são cosplayers de verdade, porque são vendidas, são prostitutas do cosplay.
Eu acho isso tão imbecil que tenho vontade de bater a cabeça de quem diz essas coisas.
Como alguém pode ter coragem de olhar para todos os cosplays lindos que a Yaya Han fez e dizer que ela não é uma cosplayer de verdade.
Por que ela não paga os cosplays com o dinheiro do trabalho ela não merece esse título?
Então todo mundo que paga cosplay com mesada ou dinheiro dos pais também não é. E olha que estou falando de uma parcela considerável de cosplayers.
Essas cosplayers trabalharam muito para que fossem reconhecidas por empresas e corporações, e consideradas capazes o suficiente para divulgar a marca que eles representam.
Só consigo ver isso como uma tentativa de diminuir o talento dessas cosplayers e uma ponta de inveja de todo o sucesso que elas alcançaram.
O que você não daria por um suporte financeiro para os seus cosplays, né? Se alguém quiser me fazer uma doação eu aceito numa boa.


A regra do "Você é o número de entrevistas que dá".
Ai meu sagrado Odin.
Eu não sei nem o que dizer sobre isso.
Pessoas que dizem que você só é famoso de verdade quando dá milhões de entrevistas,  e é chamado para ser juiz em campeonatos, e .... Zzzzzzzzzz...
Ser um cosplayer tem a ver com a sua paixão pelo hobby, está relacionado com a sua satisfação de ver um personagem pronto, de trabalhar nele, na sua alegria em estar em eventos ou tirar fotos bacanas, não tem a ver com a sua presença ou não em canais da mídia, não tem a ver com o número de inscritos no seu Youtube, nem com o número de Likes na sua página do facebook.
Tem a ver com o seu amor ao que faz, só isso.
Ninguém é mais cosplayer que ninguém, e não acredite em quem disser o contrário.



A regra do "Faça  você mesmo ou não é cosplay"
Pessoas que acham que se você não costura sua própria roupa, faz todos os seu acessórios, estiliza sua própria peruca você não é cosplayer: vão tomar um pouco de maracujina, por favor?
Sério gente, eu não sei porque algumas pessoas acham que se você não costura sua própria roupa não é cosplay de verdade.
Existem campeonatos internacionais que de fato, dizem isso, mas isso é uma regra feita em alguns campeonatos de nível muito alto, com premiações maiores ainda, que visa a capacidade de confecção e interpretação de certas cosplayers. São poucos campeonatos que exigem isso. Então por que devemos generalizar e levar isso para todos os cantos?
Eu não me sinto mais cosplayer do que uma pessoa que compra um cosplay, simplesmente porque costurei minha roupa.
Eu me sinto mais pobre que ela porque ela pode comprar um cosplay pronto e eu não tenho essa grana ahsuhaushauhsuahsuahu
Quando estamos em um evento, todos nós somos iguais, com roupinhas coloridas, passando calor na cabeça e dor nos olhos da mesma forma, então porque devemos separar?
Se formos levar isso ao pé da letra, vamos excluir uns 80% dos cosplayers da comunidade, simplesmente porque não fazem suas próprias roupas.
Eu não vejo problema nenhum em comprar um roupa pronta, ou uma peruca já estilizada, se você não tiver tempo, vontade nem talento, você está mais do que certo em comprar se tiver o dinheiro.


A Regra do "Apresentação livre é coisa de palhaço não de cosplayer".
Eu sinceramente não sei de onde as pessoas tiram tanta inspiração para falar merda.
Tenho uma opinião não muito elogiosa sobre os campeonatos, mas dizer que uma pessoa que sobe em um palco com um  cosplay lindo, tem coragem de se apresentar e consegue vencer um torneio, não é um cosplayer de verdade simplesmente porque ao invés de manter as características do personagem, resolve fazer piada com a série?
Que tipo de meleca as pessoas tem na cabeça?
Desde quando fazer piada é um divisor de águas sobre quem é cosplayer ou não?
Só mostra que ele tem um talento para fazer as pessoas rirem.
Eu aprecio muito as pessoas que conseguem fazer esse tipo de apresentação, porque eu não tenho esse talento.
Da mesma forma que não me considero diferente de uma pessoa que compra seu cosplay, não me sinto mais cosplayer que alguém que faz apresentações engraçadas.
Cosplay para mim tem a ver com um sentimento, uma paixão por um hobby, não com a forma como você demonstra isso.
Acho que se você julga esses cosplayers que fazem apresentações divertidas, você deveria rever seu conceito de "humor" e voltar para a toca.


A regra do "Cospobre não é cosplay"
Olha aí, algo que discordo violentamente.
Eu acho tão cosplay quanto qualquer outro. Só que em um nível diferente.
Da mesma forma que existem cantores profissionais, e  cantores de Karaokê, para mim existem os coplayers de fidelidade e os cosplayers de cospobre.
A motivação dessas pessoas, o empenho que elas tem, a vontade e a alegria delas ao vestirem um cosplay feito com materiais baratos são exatamente as mesmas dos cosplayers que vestem tecidos caros e materiais luxuosos.
Para mim são esses sentimentos os mais importantes, para mim, eles são cosplayers de verdade, exatamente como eu ou você.
Eu realmente não consigo imaginar o quão chato seriam os eventos sem esse tipo de cospobres.
Sem os cosplayers de Naruto pulando para lá e para cá, sem as Sailor Moons com gênero trocado dançando macarena.
São esses cosplayers que fazem dos eventos extremamente divertidos de se visitar, e não abro mão da presença deles nas convenções.
Acho essa regrinha muito parecida com a anterior, tentando dar um uma elitizada no cosplay e fazer dele mais sério e menos divertido.
Gente, é um monte de pessoas vestindo peruca e glitter, não tem como deixar o negócio sério. Parem de ser bitolados.
Até porque tem muito cospobre mais bonito que as "previews" que vocês chamam de cosplay por aí. Apenas deixando isso claro.


Enfim, acho a carteirinha uma forma nojenta e preconceituosa de excluir pessoas de um hobby tão lindo como o cosplay.
Fico realmente muito chateada em ver como as pessoas tem feito tanto mimimi em relação à um hobby tão bonito e livre, como o cosplay deveria ser, em uma tentativa de elitizar algo que é muito eclético, sem distinção de gênero, cor ou classe social.
Termino aqui esse post, e espero sinceramente que tenham uma boa semana.
Só pra lembrar, faltam menos de 700 views para o Kiriban!
Acredito que antes de sexta feira já teremos um vencedor hohoho
Quem será que vai ser?
Beijos e boa sorte para todos!

22 comentários:

  1. Oh céus e mais essa agora!? Se for pra seguir todas essas regras não vai ter nenhuma diversão, não sei onde o povo ta com a cabeça!
    O que me revoltou esses dias foi encontrar um grupo chamado muro das lamentações cosplayers, algo do gênero, e lá o povo xingava horrores o pessoal que eles não achavam que ficou bom, principalmente as(os) gordinhas, nem entrei nesse grupo eu só vi prints que tiraram. Foi revoltante ver aquilo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é? Exatamente o que penso, é para ser divertido, não é para ficar ditando regra pra lá e pra cá.
      Me esqueci de falar do Muro das Lamentações! Acho que faço um post sobre isso depois.
      Acho muito nojento esse tipo de coisa, acho uma falta de respeito com os cosplayers que só querem se divertir e mostra o quão medíocre são as pessoas que participam desse tipo de coisa.

      Excluir
  2. Olha a Mami é minha e vc não pode fazer pq eu tinha falado a um ano que ia fazer ela. HAHHAHAHAAHAHH
    Por isso que não leio nada sobre cosplay e não sigo cosplayer, a não ser que seja meus amigos né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito certa você! haushaushuahsuahsu
      Eu sigo muitos cosplayers apenas para ver as fotos, ando evitando ler os comentários para não dar de cara com esse tipo de cagação de regra.

      haushausuahsuahsuhauh
      Esses são os cosplays que postei uns meses atrás falando que adoraria costurar mas não usaria, a roupa da Mami é lindinha<3
      Mas não gosto de Madoka então ...meh.

      Excluir
    2. Ah bom...pq senão eu ia reclamar no twiiter!!! hahahahha ia ser engraçado uma foto da mamona e mini mami

      Excluir
    3. MAMONA haushaushuahsuah Morri.

      Excluir
  3. Acho que regras mesmo não deveriam existir, porém, acho super bacana os cosplayer que fazem o cosplay por se identificarem de alguma forma com o personagem ou por gostarem do mesmo.
    E não vejo lógica em se vestir de um personagem que você odeie por exemplo (afinal eu não gostaria de me parecer com esse personagem que eu odeio kkk), mas cada um sabe de si xD
    Esse negócio de fazer o próprio cosplay eu apoio, mas não faço disso uma regra absoluta, pois quem não sabe fazer (assim como eu), pede pra alguém fazer (mas to tentando fazer o resto sozinha :D). A graça é realmente você por a mão na massa e fazer suas coisas, e depois ver aquela coisa que você fez pronto e dizer: "tô orgulhosa de mim! *-*". Não consigo ver graça em alguém pedir tudo pronto (tem gente que quer tudinho pronto, só vestir e ser feliz >.<), claro, que na maioria das vezes fica bem mais bonito do que se você mesmo tivesse feito, mas sei lá, o legal é você se esforçar por isso xD
    E sobre os cospobre, eu apoio muito, é muito legal ver a criatividade das pessoas kkkk (eu mesma ja fiz, claro que não ficou bom, mas foi a falta de tempo kkk) É bem divertido quando tem o concurso de cospobre nos eventos, porque aí vai bastante deles, sem vergonha de ser feliz xD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que ninguém veste um personagem que odeie XD
      Acho que pode acontecer de não se identificar tanto com o personagem e mesmo assim fazer cosplay dele, porque gostou da roupa, é algo que realmente não entendo porque algumas pessoas invocam com isso.XD

      Eu gosto muito da parte de confecção do cosplay, acho a parte mais divertida, na minha opinião, mas realmente não vejo problemas em pessoas que compram seu cosplay prontinho pronto pra vestir.
      Se ela gosta do que faz, acho que não tem o menor problema nisso, ainda mais quando você gosta de um personagem e não tem talento nem tempo para confeccioná-lo. Eu ficaria muito triste se não pudesse fazer cosplay de um dos meus amados por esse motivo.

      Sim! Eu acho os cospobres tão divertidos ahushaushauhsuahsuah
      Eu adoro fotografar porque me surpreende o quão criativas essas pessoas conseguem ser XD
      Sinto muita falta quando não encontro eles nas convenções. XD

      Excluir
  4. Para mim isso tudo e Recalque, haha aposto que quem criou essa regra cosplay nunca teve algum privilégio do gênero pfv! :'P

    Aff cada dia, cada uma pqp!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hauhsuahsua Né?
      É cada tranqueira que aparece, que me deixa pasma.

      Excluir
  5. A minha semana foi boa sim! semana de pensar se faço outro cosplay ou melhoro o primeiro que fiz (SIM!, FOI UM COSPOBRE! E QUE SE "FUCK" ESSE PRÉ-CONCEITO)

    Se eu chego a ver um(a) idiota espalhando e/ou comentando as "regras" do copslay com certeza vou olhar "torto" pra que é o imbecil caia na real!

    Esse negócio de cosputa, cospobre, cos isso, cos aquilo e etc é a maior prova de que esse tipo de pessoa tem a mentalidade do tamanho de uma ervilha!! sem falar quando querem segregar por causa da etnia ou classe social, um dica... PAREM COM ESSA PORCARIA!

    Cosplay é diversão como tu mesmo citou no texto, não importa se tu faz, compra ou pega emprestada a roupa! o que importa é se divertir "sendo" aquele personagem que tu gosta sem esse mimimi de amar e tal

    Di Lua entregando que é do Sul hahaha dizendo "caga regras"

    tchau bjs e fique bem

    VIDA LONGA A DI LUA!!! \O /

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu achooooo, só acho que você devia fazer um novo enquanto reforma o primeiro se você acha que deve melhora-lo, mas só se achar que deve haushauhsuahsuh
      Aquelas que pensa que você nada em dinheiro, né? XD

      Não é?
      Eu não sei qual é o problema das pessoas em aceitar que cosplay é hobby e pronto.
      Put* que o pariu, é uma coisa simples de entender.

      HAsuhaushauhsuahsuah moro há 14 anos em São Paulo e ainda tenho hábitos sulistas ahushaushauhs XD

      Beijos para você também, meu querido!

      Excluir
  6. Olha, lagrimas escorreram enquanto eu lia esse texto. Foi lindo. E tinham regras que eu nem conhecia (SÉRIO MESMO ESSE NEGOCIO DAS CRITICAS DA APRESENTAÇÃO LIVRE? MEU DEUS! Eu que quase não me apresento no palco então, sou o que na visão dessas pessoas?). Mas em geral, essa cassação de carteirinha de cosplayers ja deu no saco. E geralmente quem faz essa caça as bruxas não segue as "regrinhas" imaginárias ao pé da letra ne? Só li verdades no seu texto <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, muito obrigada, Lila <3

      Sim! Eu vejo tanta merda sobre apresentação livre que me dá vontade de vomitar X_X

      Eu adoro ver a hipocrisia dessas pessoas, cagando regra pra todos os lados quando nem elas mesmas seguem o que dizem. Apenas digo que a intolerância e a incoerência mandaram um abraço pros cosplayers de carteirinha.

      haushauh Obrigada e volte sempre <3

      Excluir
  7. oow sério gostaria muito de compartilhar essa postagem Di lua - tá muito boa!

    bom ... diante dessas regras o que posso dizer é que sou fora da lei-Q
    e acho um absurdo nogeral , m as foi critico desconsiderarem uma apresentação livre com indigno de um cosplayer de verdade! primeiro pelo fato de serem obras primas de criatividade pura no cosplay - e segundo porque sendo brasileiro - sei que povo mais criativo é o nosso - pronto falei-q
    pfv!
    se quer saber pra mim .... com relação a uma apresntaçao. tem duas rvisões - ambas linda e poéticas!
    o cara que faz a apresentação tradicional - é o cosplayer que ama a série - ama detalhes da série e quer apresentar a série ao publico - ele será fiel a fala a trejeito - a cronologia.
    fará de tudo pra que o cara que tá assitindo a apresentação reconheça a série ali! - se não conhecer , ele vai descobrir - através de quem apresenta - quem é o personagem e a série, já que servirá como prévia pra aquele que assiste essa apresentação - e se conhecer - identifica ali todos os elementos principais da série - e conhecendo - possa aplaudir. quem faz o tradicional vai trazer o público pra série.
    Já o cara que faz o livre - pra mim é o mais louco da vida -q - é o CARA!
    porque ele ama série, ama o personagem , conhece muito bem, e reconhece tão bem, que usa-se sim de LICENÇA POÉTICA pra pegar os elementos da série e o personagem e trazer pra realidade do seu público.
    a visão que ela vai trazer pra quem assiste é daquele personagem do anime / mangá/ sei lá qual mídia - e este tem de se adaptar no nosso mundo - ele terá que viver o personagem neste tempo - cm esses pessoas contenmporaneas - com nossa tretas dia a dia e com nossas piadas. - isso, com perdão da expressão é o foda. Ele traz o personagem do mundo dele -e parte do mundo deste personagem pra nossa realidade. não é qualquer pessoa - mesmo que tem essa coragem - e criatividade- porque isso requer um imaginação muito fora de série - é o além do cosplay e acessório ...
    enfim ..tem muito muito o que comentar aqui ..mas te apóio incondicionalemnte.
    carteiria cosplay é camuflagem!! isso é o preconceito no cosplay - CosBulling - camuflado
    o individo desprovido de neurônios que segue ou divulga cria regras assim - deste deveria ser banido - não só do cosplay não - mas do convivio social mesmo .... porque é um atentado violento a inteligência e criatividade alheia. influencia ruim! pra quem está entrando na area.

    p.s. Sou tampinha e reta feita uma tábua - e fiz a Erza - Fairy Tail !o.O
    quero ver que é fi do Demo que virá me arrancar meu título de cosplayer -Q

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, pode compartilhar que eu agradeço haushaush :3

      Olha, concordo bastante com o que você disse.
      Uma pessoa com esses tipos de pensamento precisa de tratamento antes de ser reintegrada à sociedade, porque né?
      A pessoa não consegue conviver nem aceitar as diferenças dos outros.

      Eu simplesmente adoro as apresentações livres porque elas são uma prova que a pessoa tem um talento incrível.
      Acho que essa coisa de policiar cosplay alheio é coisa de gente sem ter o que fazer na vida e de gente sem talento. Apenas dizendo.

      Excluir
  8. Morro de preguiça dessas coisas xD as pessoas acham que cosplayer tem de fazer juramento sobre a bíblia do cosplayer jurando ao deus cosplayer que jamais quebrarão os mandamentos e... não. Afinal, quem decide sobre essas coisas? Cosplay é também uma forma de expressão, de passar o tempo, de se divertir, de competir, de brincar, de artesanato, de promoção, de fazer o que bem entender com a bendita roupa. Colocar regras e imposições - fora de um concurso formalizado- sobre uma coisa tão pessoal é de uma falta de lógica infinita... Anyway, espero que, com o tempo, essas coisas comecem a sumir desse cenário. Tenho fé.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é?
      Eu não entendo como as pessoas se esqueceram que cosplay é um hobby, não é uma order sagrada juramentada.
      Se você paga suas próprias contas, então acho que só você tem o direito de decidir sobre elas.
      Concordo muito com a sua definição de cosplay.

      Gostaria muito que as coisas melhorassem mais para frente =/

      Excluir
  9. Não faço cosplay, mas acho muito legal mesmo quem faz! Acho muito bonito.
    Extremamente podre essa frescura de carteirinha. Façam seus cosplays e sejam felizes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que linda a sua posição, Raquel. Falta gente assim no cosplay, hoje em dia.

      Excluir
  10. Não sou novata em matéria de cosplay, Já vi e ouvi muita discriminação no próprio meio, vi amigos desistindo de ser cosplay por inveja (ótimos cosplayers), e ainda continuo vendo tudo isto acontecendo e cada vez pior.

    Não curto me apresentar, embora já desfilei em outros tempos, hoje sou do tipo que veste o cosplay para andar nos eventos, acredito muito que a satisfação vem de dentro, se estou com um cosplay foi porque de alguma forma ele me cativou, não me importo se outras pessoas também o esteja fanzendo e vestindo, e talvez muito melhor que o meu, mas o que sinto é que ser cosplayer tem que ser algo agradavél, e satisfatório, e divertido para mim, muitas regras tornam a diversão chata.

    Não importa como você é, mesmo para o mais perfeito cosplay|cosplayer aparecerão pessoas (espirtos de porcos ) que irão buscar defeitos e criticar.

    Boa postagem, bons argumentos, me identifiquei muito com o que disse já que embora sou uma cosplayer (pelo menos me considero uma ainda), sou muito na minha e não sou chegada em intriguinhas para aumentar o ego dos outros.

    Vim parar aqui pela indicação no blog da Kelly [Kodona' s Feeling]. Gostei do que li, agora vou te acompanhar.

    Só para fechar este comentário longo, é que quando pensamos em fazer (ou comprar, que seja) e vestir um cosplay a unica regra que deveria existir é que a diversão nunca deveria acabar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece que ao invés de melhorar o meio cosplay só tem piorado.
      Eu acho muito triste porque isso afasta as pessoas.

      Que linda a sua visão do cosplay, Ana. Concordo muito com ela e penso exatamente igual.

      Fico feliz que resolva acompanhar meu blog por indicação da Kelly que está sempre por aqui.
      Você é super bem-vinda <3

      Excluir

Todos os comentários são lidos e respondidos.
Comentários com teor preconceituoso ou intolerante não serão publicados.