27 julho 2013

Cosputas: O machismo enrustido no cosplay

Oi, gente!
Como passaram a semana nesse frio do capiroto?
Minha cidade chegou à 2ºC em uma madrugada em que passei calor por ter colocado cobertores demais ahushaushauhsuah XD
Eu tenho a sensação que reclamo menos do frio do que meus amigos, mas acho que ter nascido e ter sido criada no Paraná tem uma influência nisso.
Eu realmente gosto do frio, não gosto daquele calor que deixa a gente melequento.
No frio a gente pode colocar todas as roupas que quiser e não fica suando que nem um maratonista. :)

Eu reparei em uma conversa que tive com a Mih-Chan, que eu escrevo pouco sobre esses assuntos mais teóricos do cosplay.
Uma coisa é eu vir aqui e postar meus cosplays e contar coisas sobre a minha semana, outra coisa é eu vir aqui e contar minhas opiniões sobre o que penso do cosplay e de algumas coisas dentro dele.
Percebi que muitas pessoas acompanham meu blog há anos e não sabem a minha opinião sobre alguns assuntos.
Eu acho que passou da hora de comentar sobre cada aspecto dentro do cosplay. Afinal, meu blog é mais para contar meus pensamentos do que para qualquer outra coisa.
Decidi entrar em alguns pontos polêmicos do cosplay e contar minhas opiniões sobre eles. E acredite, eu sou muito revoltada com essas coisas.

Pra começar bem eu decidi começar pelo mais polêmico e o mais criticado: o que chamam por aí de "cosputas".


Eu desde pequena sempre fui do contra. Nunca aceitei que me dissessem o que fazer, se eu julgasse que o que me mandavam fazer era errado.
Uma das coisas que mais me enchem o saco na vida é o fato de quererem mandar em mim, simplesmente porque sou mulher.
"Ai, porque você é menina devia se comportar", "aí, porque você é menina e não devia fazer escândalo assim", "é muita falta de classe uma mulher ficar falando palavrões nas mídias sociais", "porque mulher de família não faz cosplay de personagens peladas" e mimimimi.
Já ouvi exatamente isso das mais variadas pessoas, tanto pessoalmente quanto por indiretas no facebook ou no twitter.
Eu sempre fiz o que gostava, sempre fiz o cosplay pelado que quisesse, porque pra mim, eu faço a personagem porque gosto dela, independentemente da roupa que ela usa, seja uma personagem freira ou uma prostituta que mata bandidos nas horas vagas.
Eu já recebi muitas indiretas por usar cosplays com decote profundo, já vi gente falar que uso tantas personagens de roupa curta porque quero aparecer e mostrar minhas pernas pra ganhar uma meia dúzia de fãs pra me elogiarem.
Veja só o tipo de merda que sou obrigada a ler simplesmente porque gosto de personagens fora do convencional!
Eu já disse e repito quantas vezes forem necessárias que eu não escolho personagem pela roupa, escolho pela afinidade que tenho com ela. Se escolhesse por roupa não teria personagens com roupas quentes ou desconfortáveis. Só escolheria roupas fresquinhas e peladas.
A questão que sempre me vem a cabeça é:  E SE EU QUISESSE usar um cosplay só porque a personagem usa uma roupa mais decotada? E se eu quisesse sim, escolher uma personagem porque usa uma roupa pelada? O que é que as outras pessoas tem a ver com isso?


No cosplay as pessoas fazem uma diferenciação entre AS cosplayers de personagens sensuais e garotas que sensualizam as roupas.
Personagens sensuais são aquelas que tem originalmente roupas curtas, como biquinis e decotões. E disso quase ninguém invoca, a menos que seja uma pessoa bem mala sem alça. 
As garotas que sensualizam os personagens são cosplayers que fazem cosplay de uma personagem que tem originalmente uma roupa comprida/recatada, mas na hora de fazer cosplay customizam essas roupas para que fiquem mais curtas, mais apertadas ou mostrando mais partes do corpo. Essas meninas que "emputecem" suas personagens são chamadas pelos outros cosplayers de "cosputas".
Eu simplesmente detesto esse nome, e detesto mais ainda quem usa esse termo.


Diferenciar pessoas assim é exatamente a mesma coisa de quando você vê uma mulher na rua usando um vestido comprido e acha elegante e bonito.
Aí passa uma mulher com um vestidinho mais curto e coladinho e você já enche a boca pra chamá-la de puta ou de piriguete.
Você não sabe quem ela é, não sabe nem o nome dela ou quantos anos ela tem, mas você tem uma certeza: é piriguete, porque mulher decente não usa esse tipo de roupa.
Como se mulher fosse obrigada a andar de burca na rua pra que a sociedade saiba quem é mulher "certa" e quem é a mulher "errada"!
Eu tenho uma única frase pra  dizer nesse caso: COSPLAYER, VOCÊ É MACHISTA!


Muitas pessoas dizem que o feminismo morreu, porque ele lutava por igualdade entre homens e mulheres, e hoje não precisamos mais dele porque as mulheres já tem direito iguais. 
DIREITOS IGUAIS SÓ SE FOR NA SUA BUNDA!
E nem na bunda é, porque mulher que mostra a bunda é puta, e cara que mostra a bunda e vid4 lok4 maloqueiro.
Reflita sobre isso.
Você sai na rua no verão e vê aquele monte de homem sem camisa, com aqueles mamilos peludos na sua cara, e todo mundo acha normal. 
Agora se uma mulher sai na rua sem sutiã, ou de vestidinho e os mamilos ficam marcando a roupa, todo mundo acha um escândalo e fica olhando, e bate foto pra postar no facebook e fala que o "farol tá acesso". 
Ah, por favor. Olha o tipo de nojeira misógina que a gente escuta todo dia.

Eu vejo mulheres de vestido, as más linguas enxergam piriguetes querendo atenção

Sou universitária que estuda período integral, no inverno quando volto pra casa, já está escuro e caminho cerca de 6 quarteirões do ponto de ônibus até a minha casa.
Vocês não tem ideia de como os homens acham que mulher que sai a noite, mesmo que seja 7 horas da noite e ela esteja com uma mochila e carregando 3 livros no braço, merece ser desrespeitada.
Eu moro em uma cidade fria, a média no verão é de 22º C e no inverno de 11ºC.  Sempre estou de calça e blusa por aqui e mesmo assim eu escuto os tipos mais nojentos de cantada na rua quando volto pra casa.
Porque estou na rua a noite muito homem acha que eu não mereço respeito, que pode falar o que quiser e eu não tenho direito de reclamar, porque "mulher decente" não sai a noite na rua. 
Eu tenho vontade de rir na cara de qualquer pessoa que diz que feminismo morreu, que não tem porque lutar por igualdade hoje porque já somos iguais. 
Eu não sei vocês, mas eu não sou tratada como homem na rua.
Se um homem passa na frente de um bar nada acontece, se uma mulher passa na frente de um boteco, independentemente da roupa que ela estiver e independente da idade, ela vai ouvir algum gracejo.
Não somos iguais, mulher sempre é tratada diferente.
No cosplay é exatamente igual.


O cara que faz cosplay, e decide tirar a camisa pra fotografar, tá sussa. Todo mundo aceita de boa.
A mulher que faz o mesmo é "cosputa". 
Gosto quando dizem: "ah, a personagem nunca apareceu com essa roupa, então não tem porque fazer uma roupa assim".
Amigo, não é porque o personagem não aparece usando o banheiro, que isso signifique que ele não use o banheiro. 
Não é porque o cara não aparece dormindo que ele ele não dorme. 
Só porque porque a personagem não aparece de biquini, não significa que você não possa criar um biquini para ela!
Quantas vezes as pessoas não criam versões diferentes dos seus personagens?
 Não fazem versão de Natal? De Páscoa? De Halloween?
Versões que nunca apareceram no anime ou no mangá, mas mesmo assim todo mundo acha lindo e maravilhoso.
Agora versão com decote não pode. Versão com roupa curta não pode. Versão com mamilos não pode.
Você pode criar roupas novas, desde que não mostre seu corpo nelas. Porque você é mulher e tem que guardar seu corpo por baixo de mil quilos de tecido.
Homem pode fazer cosplay sem camisa, você que é mulher não pode.
Ah, por favor, olha o nível de incoerência dos cosplayers que falam esse tipo de nojeira.

   

Vão cuidar de suas vidas e deixem que as pessoas usarem as roupas que quiserem!
Ninguém tem nada a ver com isso. Só porque você não usaria um determinado tipo de roupa,  isso não quer dizer que o mundo todo não possa usar, ou que quem usa é piriguete, é puta, ou  uma pessoa que quer chamar a atenção. Ela simplesmente tem um gosto para roupas diferente do seu.
Lide com isso.
Por que você se incomoda com alguém mostrando os peitos no evento? São seus peitos? Os peitos da sua mãe? Você conhece os peitos que estão aparecendo? 
Se não conhece então não tem nada que sair falando a respeito.
Eu gosto de ver um cosplay sem camisa quando vejo um, gosto de ver um cosplay com decote quando vejo um, nem por isso eu fico encarando e falando mal do cara sem camisa, ou da menina com peitões. 
Deixa as pessoas cuidarem das suas próprias vidas!
Você não gosta que falem da sua vida, então porque você vai falar da vida dos outros? 
Aquela velha máxima de "Não faça nada que não queira que façam à você" vale muito aqui.
Hoje, você chama alguém de cosputa, e amanhã alguém chama você assim e você nem vai poder reclamar, porque ao longo dos anos você validou esse nome.
Usar esse termo só dá mais liberdade para que as outras pessoas usem e perpetuem essa coisa de policiar o cosplay alheio.

Seus olhos caíram de olhar para essas versões diferentes?

Eu sou feminista roxa, do tipo que marcha na rua gritando em protesto e que quando escuta uma cantada, olha no olho do desocupado machista e manda um digníssimo "pode enfiar seu elogio no meio do seu **" e sai sambando na rua.
Me recuso a aceitar qualquer tratamento diferente na vida simplesmente por ser mulher, e não sou diferente com o cosplay.
Chamam as mulheres que sensualizam seus personagens de cosputas, mas e os homens que fazem isso? Que nome recebem?
Pense bem e me responda. E não venha me dizer que não existe homens que fazem isso porque eu posso ficar dias aqui postando fotos desse tipo de cosplayer.
A gente sempre vê esses caras, com barba e roupas curtinhas nos eventos, vestidos com personagens femininos ou masculinos, de bumbum de fora, pagando peitinho, mas todo mundo acha graça, todo mundo ri e posta foto zuando como os caras estavam engraçados. Mas se mulheres fazem isso todo mundo cai matando e depois posta a foto xingando e fazendo discurso moralista sobre elas. "Cosputa" pra cá, "cosputa' pra lá.
A gente cobra que as cosplayers mulheres sejam recatadas, que não paguem peitinho nem mostrem o bumbum, mas não exigimos isso dos homens?
A coerência fica onde?

  
"Homem não fica sensualizando os personagens, por isso não tem nome diferente" 
Uhum, Cláudia. Senta lá.

Essa coisa de ficar julgando a cosplayer pela personagem que usa, é um reflexo da sociedade em que vivemos.
Uma sociedade cujo machismo está tão inserido nos nossos costumes, que inconscientemente julgamos que mulher que anda sozinha a noite é uma qualquer, que mãe solteira não presta, uma sociedade que julga as mulheres pelas roupas que usam. 
ROUPAS! São só isso! 
Levamos as roupas tão a sério no Brasil que se torna motivo para justificar o injustificável. 
Sempre que se noticia um caso de estupro ou abuso, a primeira coisa que perguntam é: o que ela estava usando e porque ela estava sozinha tão tarde na rua.
Roupas curtas ou provocantes servem até para justificar um homem agarrar uma mulher desconhecida na rua, levá-la para um beco e enfiar um cano de aço dentro dela. 
Veja que sociedade doentia nós vivemos. E você aí, apoiando e perpetuando a ideia de que "puta" não merece respeito, que pediu pra ser estuprada, que a culpa foi dela porque nunca foi santa e que a gente não devia nem dar atenção pra "esse tipo de mulher".

O tipo de comentário que uma vítima de estupro precisa aguentar.

Se você parar pra pensar vai ver que toda mulher se encaixa na definição de puta/piriguete. 
Você que anda de roupa curta na rua é piriguete.
Você que passa muita maquiagem na cara é piriguete.
Sua avó que teve sete filhos porque deu pro seu vô é puta. 
Sua mãe que engravidou na adolescência foi puta. 
Você que uma vez ou outra foi de roupa curta para um evento é puta na visão dos seus vizinhos que não sabem o que é cosplay.
Você que vê pornô é puta. 
Você que se masturba é puta.
Você que bebe no bar é uma puta. 
Se você não sai com os caras é porque você é uma puta fingindo de boa moça
Todo mundo é puta no final das contas. Toda mulher é considerada uma vagabunda.
É por isso que a maior marcha feminista do país recebe o nome de "Marcha das Vadias", porque elas saem na rua para mostrar que todas nós somos tratadas iguais: de maneira inferior porque nos vêem como vadias, como putas independentemente  de nosso caráter. Elas tentam nos fazer ver que precisamos parar de usar esse termo, porque não chamamos apenas uma mulher de puta, chamamos todas elas.
Ser mulher implica em ser julgada, diferente dos homens.
Tenta ser loira então pra ver como a sua vida fica três vezes mais difícil, porque vão menosprezar você como se fosse uma fútil que não sabe nem o alfabeto.
Tenta dirigir pra ver como é ser mulher motorista.
Tenta fazer uma faculdade de exatas para ver como te olham, como se você fosse burra e incapaz de somar dois mais dois, simplesmente por ser mulher.
É por esse tipo de pensamento machista enraízado que cosplayers mulheres, são classificadas e recebem denominações, diferentemente dos cosplayers homens.

Você mulher, em algum momento da vida foi ou vai ser chamada de vadia

Eu não julgo ninguém pelas roupas que usam, porque roupa não diz caráter. 
Se eu vejo uma mulher de saia curta na rua eu não suponho nada sobre ela, eu não sei quem é ela, onde mora, como vive, a vida que teve, então como posso assumir o que ela é ou o que ela  não é?
É só uma mulher com roupa curta na rua! Parem de julgar por isso. 
O mesmo, exatamente o mesmo vale para o cosplay, parem de julgar as cosplayers pelas roupas que usam nos eventos ou nos ensaios. 
Elas são quem quiserem ser, elas compraram ou fizeram a roupa, pagaram tudo com o próprio dinheiro e você não tem nada a ver com isso.
Se te incomoda tanto, preocupe-se com o seu bumbum ou o seu peitinho aparecendo, não com o dos outros.
A menos que se dirijam especificamente à você de forma agressiva, as pessoas são livres para  fazer o que quiserem das suas vidas. 
Ficar rotulando fulana de cosputa, de cospiriguete e essas coisa só serve para  mostrar quem você realmente é: um moralista maluco que só sabe cuidar da vida alheia. 
Se você é desses que fica rotulando cosplayers eu te dou uma dica que vai mudar a sua vida: Arrume um gato e vá cuidar da vida dele, ao invés cuidar da vida das outras pessoas, seu maluco machista.
E vá se tratar porque você precisa de ajuda psicológica.

Ficam aí as palavras sábias da Dona Florinda pra você, seu maluco.

E é isso gente. Essa é minha opinião sobre esse assunto todo.
Dá pra ver que eu sou uma pessoa briguenta que tem vontade de socar a cara das pessoas quando elas são incoerentes, né?
Sou assim mesmo, com machismo, com racismo, com homofobia, e com várias outras coisas.
Quem me conhece sabe o quão maluca eu consigo ser quando as pessoas são preconceituosas perto de mim.
Mesmo sendo assim as pessoas simpatizam comigo, eu acho que isso tem a ver com o fato que eu não deixo as pessoas me influenciarem a menos que estejam muito certas.
E vocês, o que acham sobre essa coisa de rotular e policiar cosplayers?
Fazem isso também? Ou são como eu?

Clique aqui para ver o post sobre Críticas não Construtivas e  Preconceitos no Cosplay.


Joguei:
Dead Or Alive 5 - Zerei o jogo no modo Story o/
Plants vs Zombies - Zerei o jogo também \o
Skyrim - Matei um dragão de gelo com as mãos nuas, amigos!

Assisti:
Jogos Vorazes (2012)

Música Viciante da semana:
"Safe and Sound" da Taylor Swift

"Aqueles que renunciam à liberdade em troca de promessas de segurança acabarão sem nem uma nem outra. Essa é uma lição que transcende o momento em que foi escrita."
"Posfácio de Christopher Hitchens" em "A Revolução dos Bichos" de George Orwell

48 comentários:

  1. o_o Isso foi por que eu comentei da foto da Kaileena??? ahsuashuashuashu lol

    Se eu dei a entender que sou machista mil perdões, não foi a intenção. Mas que você atrai gente maluca isso é fato hausausuashuashuas Apesar de que as vezes fazemos coisas e não percebemos, de fato o machismo acaba embutido em nós e que se não paramos para pensar nisso seremos machistas forever. Então, eu não posso negar que já tive reações machistas e hoje penso diferente.

    Eu aprendi que não posso impor meu estilo de vida aos outros, mas que não posso deixar de ser quem eu sou por causa de fulano ou ciclano. E além de tudo, não posso ser ignorante e não conhecer novos hábitos e gostos e tachar que aquilo é ruim simplesmente por que alguém disse que é (a menos em casos óbvios como drogas duh XD) e nem deixar de mostrar as coisas que eu gosto com medo de outro não gostar e achar que estou infringindo o direito dele.

    Eu devo sim falar e conhecer coisas novas e julgar por mim mesma se aquilo é bom ou não para mim e ora, assim como eu mudo de opinião, os outros também podem mudar a partir do momento que eu compartilho sem julgamentos as coias de que gosto.

    Mas eu gosto de roupas recatadas, nada me marcando, nada me pegando, nada subindo e nem descendo e ninguém botando o olho gordo no meu corpinho \o/ asuhasuhasuahsuas Eu acho mais bonito :3 Mas não que eu seja contra as pessoas que não usam, minha maior preocupação no momento é saber se elas tem Jesus e estão vivendo felizes =) não por que quero forçar a fé e sim por que pra mim foi tão bom, mas tão bom que eu quero compartilhar.

    Cansei de escrever u_u kkkkk, beijos Di Lua, minha diva cosplayer pelada feminista ativista preferida <3 Eu amo você sua linda 8D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haushuash Não foi por vc que escrevi esse post não haushuahsuh XD
      Todo mundo que tem um blog de cosplay escreve sobre isso, mas me cansei de ver as pessoas descendo o moralismo nas cosplayers e julgando como se fossem o Juiz Dredd.

      Eu acho que tem certas coisa que estão abertas a discussão, política é uma delas por exemplo. Tem outras que não estão, coisas que você não deve se empenhar em mudar se faz bem à uma pessoa.
      Assim como eu não vou ficar batendo boca com uma pessoa que tem religião se a religião dela faz dela uma boa pessoa e não atrapalha a vida de ninguém, eu também não vou ficar brigando sobre roupas se a pessoa gosta das roupas que veste e se sente bem com isso.

      Eu acho que todo mundo julga, conscientemente ou não,mas uma coisa é você ter uma opinião sobre alguém, e você é livre para fazer isso, e outra coisa totalmente diferente é você sair aos quatro ventos gritando e escrevendo que fulana é isso ou aquilo se você nem ao menos conhece a pessoa!

      Como você disse a gente precisa sempre ficar de olho e nos policiarmos para que possamos parar de julgar as pessoas com esse olhar machista que a sociedade enfia na cabeça na gente.
      Com o tempo a gente para de julgar e não vai precisar ficar se esforçando para não falar isso ou aquilo =)

      Te amo também, sua lindiaaa <3

      Excluir
  2. Também nasci e fui criada no Paraná! *-* Dos 0 anos aos 22! E tô tristinha de perder a neveeee!

    Eu acho que todo mundo que olha um cosplay bonito e com algo de sexy vai gostar!! Vai aí um pouco dos padrões de beleza impostos, mas isso está presente também no anime, no mangá... E essa reação de "gostar de ver algo sexy" é um tabu na sociedade, porque justamente como você falou, as meninas são treinadas para abominar qualquer sensualidade (e depois viram pessoas com problemas muito graves O_O).
    Os homens tem essa liberdade, mas as mulheres ficam com um medo de aceitar que acharam aquilo bonito, seja homem ou mulher! Eu acho muito mais sexy o corpo feminino do que o masculino!! É mais harmonioso, as roupas caem bem, formam silhuetas legais!! E quando as pessoas se sentem erradas em pensar alguma coisa, isso se transforma em várias coisas e a principal é RECALQUE. Não é na forma pejorativa que tem sido usada ultimamente, mas na forma psicológica, no sentimento de inferioridade, culpa e medo.
    Um homem com cosplay sexy é bonito, mas a imagem de um homem sem camisa, suado e sarado já tá banalizada, é um trabalhador, um esportista, etc... A mulher esta banalizada como OBJETO SEXUAL, por isso a diferença.
    Isso sempre vai existir por causa das meninas que fazem COM O OBJETIVO que sexualizar a parada u.u
    Já vi muitas meninas padrão-barbie que nem sabe o que estão usando, mas um amigo falou que uma "fantasia assim nesse evento" vai chamar a atençao O_O Poxa, olha o uso que estão fazendo do hobbie tão lindo e maravilhoso do cosplay! Mas isso sempre muda na hora das apresentações, porque quem é fã coloca a alma naquilo, quem não é, fica vazio! o/

    Cosplay sexy tem que ser feito se for por vontade!! Se uma porrada de gente vai te elogiar ou ficar pensando em você na hora de dormir, qual o problema?? HUASIHIUASHA xD

    Beijooo DiLua! ;* Continua defendendo as meninas poderosas aí!! E postando fotos desse Jack Sparrow porque AFF! *O* AHSIUHOASIUHIUASHIUAHSIOUAHOSIUA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haushaushu
      Nasci e cresci no Paraná até os 12 anos. Tava pensando que perdi a neve ontem mesmo XD

      SIM! A gente enfia tanto na cabeça das meninas que sexualidade é algo que elas nunca devem comentar a respeito ou fazer algo assim, que elas se tornam tão retraídas!
      Aí crescem e viram uma máquina de julgar os outros, porque acham que qualquer um que saiu dessa bitola de 'sexo é proibido para meninas" não presta. É muito triste.

      Eu como estudante de anatomia fanática gosto muito do corpo humano. Tanto o masculino como feminino são muito bonitos. É algo que considero muito impressionante.
      Me acham meio esquisito porque aprecio muito o nu artístico, mas gente, o corpo é lindo =O
      É só você parar para olhar e vai perceber o quão bonitos as pessoas são :)

      Sim sim. se você quer faze qual é o problema disso?
      POr que todo mundo se importa tanto? As pessoas vão te elogiar se você fizer um bom cosplay independentemente de usar uma roupa curta ou um vestido recatado de 8736215239 camadas.

      Beijos também,Anne!
      POde deixar que continuo batendo boca aqui XD
      Esse cosplayer do Jack Sparrow é bonito, né? =O
      Esses cosplayers todos são lindos haushaushaushaushuashu :3

      Excluir
  3. Tipo, várias cosplayer só porque se acham as gostosas do pedaço tiram metros de pano do cosplay só pra se mostrar (conheço várias)... Sei que tem muitas personagens sexy, vulgar e com pouquíssima roupa, ai tudo bem, não vejo nada de errado fazê-los nesse molde (Mas tem umas que fazem pra se mostrar mesmo, nem sabem nada da personagem), mas pegar uma personagem com bastante roupa e simplesmente transformar num ou dois pedaços de pano, acho ridículo, ainda mais quando vem se esnobando e se achando a gostosa do pedaço, e ficando revoltadinha por não ganhar o concurso (Afinal, oi!? Aqui não é concurso de beleza não é o corpo ou o rostinho mais bonito que ganha, a menos que os juízes estejam fora de foco ou sejam amiguinhos do carinha lá), sinto vontade de dar uns tabefe na cara, e não, não apenas em mulheres, muitos homens também (é sou revoltada kkk).
    Acho que quando decidimos fazer o cosplay de um personagem, é porque realmente gostamos dele, então faremos algo no molde da personagem, claro que detalhes cada um faz como bem entende, mas eu sou do tipo perfeccionista, quero o mais igual e bonito possível, simplesmente AMO ir num evento e ver alguém que ta a cara do personagem, inclusive as que fazem suas próprias modificações, como por exemplo uma garota que vi de Miku mas com a roupa da Rin, foi diferente, mas legal, afinal a Miku tem várias versões, da pra inventar as próprias também, como em diversos personagens. Também não vejo nada de errado em encurtar um pouco aqui, ou tapar um pouco ali, mas tudo dentro do bom senso né, aquela Atena ali tava mostrando algo que não me sai da cabeça que é a calcinha dela hsauhsush, ou seja, achei feio .-." Já vi gente que encurta tanto o negócio que mostra até o que não queria e depois fica pagando mico hsaushuashu
    Confesso que já quis várias vezes fazer cosplay de umas personagens de Ragnarok, mas elas são tão pouca roupa que falta a coragem xD Até as que deviam ter muita roupa estão com quase tudo de fora (Guardiã real e evoluções de noviça que o diga xD) Mas ainda quero fazer a ArceBispa aquele vestido é lindo *-*(mas com uma calça cor de pele por baixo, aquele negocio é aberto d+ >.< kkkk)
    Já vi várias pessoas julgando cosplayer falando "olha lá! Que ridículo fazendo aquele cosplay, olha que feia" ou "olha as pelancas" (muitas vezes são as dobrinhas que quase todos temos as referidas "pelancas", inclusive a pessoa que disse), "olhá la que magrelo" blá blá blá, sendo que a roupa em si está impecável, a maquiagem bem feita, e a peruca bem direitinha, e maioria desses comentários imbecis vem dos gostosinhos da vida... E de amigos e colegas meus também... Agora vamos combinar, pessoa invejosa vê defeito em tudo na outra né? kkkkkkk Não sei se sinto pena ou raiva dessas criaturas, mas geralmente sinto os 2. :x
    Esse negócio de palavrão é outra coisa que acho ridícula, tipo, todos falam, eu também falo, mas tem gente que a cada 10 palavras que sai da boca, 11 são palavrão, e a maioria são crianças ou pirralhos que já se acham adultos e se acham os "fodões" por isso. Pior que isso (na minha opinião) só aqueles que fumam e jogam a fumaça na tua cara de propósito achando que tão arrombando -.-" (Melhor coisa que fizeram de lei por aqui foi proibir de fumar em locais fechados [Uma FDP[<risca isso] me queimou com cigarro no shopping quando eu era pequena, então sou bem revoltada com eles mesmo, xingo mesmo :x, eu não saio por ai jogando coisas que gosto nos outros sem perguntar antes se eles querem ou não isso, então por quê sou obrigada a levar fumaça na cara?])
    E antes que alguém me apedreje aqui, conheço várias pessoas que fumam e que eu gosto, inclusive parentes, mas todos eles respeitam quem não fuma. /nemfugidoassunto.

    OMG que comentário grande que fiz Oo" Viajo d+ nas respostas ahushus

    PS: Seus peixinhos vão morrer de obesidade qualquer dia, sempre que passo aqui entupo lá de comida kkkk.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou a favor da liberdade de pensamento de todas as pessoas.
      Eu acho que uma pessoa não gosta de ver uma cosplayer com uma roupa muito curta,ou com uma roupa modificada para ficar mais provocante, não tem nada de errado nisso.
      Eu acho que todo mundo é livre para pensar o que bem quiser, mas é uma coisa você achar feio e guardar sua opinião para você,e outra coisa é você sair por aí falando que fulana é "cosputa" e essas coisas.
      É como quando a gente vê um cosplay que não ficou legal, a gente não gosta do cos e guarda isso pra gente. Não saímos por aí fotografando e postando na internet dizendo "nossa olha que ridículo", "olha que horrível". Porque você sabe que certas coisas nós devemos guardar para nós mesmos.
      Mas com roupas curtas isso não acontece.As pessoas declaradamente saem julgando as outras e foi isso que critiquei no post.

      Eu acho que todo mundo tem que usar o que faz você se sentir confortável.
      Eu gosto de roupas sem alça e vestidos, é esse tipo de personagem que gosto de fazer, tem gente que não gosta de roupas muito curtas para cosplay, como você mesma, então evita esse tipo de roupa.
      Acho que não tem nada de mais em usar uma roupa mais curta ou mais decotada que a personagem original em um cosplay, desde que você se sinta bem assim.
      É a mesma coisa que acontece quando a personagem usa uma roupa super pelada e as cosplayers usam um shortinho por baixo para poder ficar mais discreto.
      É modificação intencional do cosplay, eu posso não gostar, mas respeito isso, independentemente da motivação do cosplayer :)
      É o mesmo caso quando elas encurtam as roupas ou aumentam o decote :D
      Tem gente que não está pronto pra sair semi-nu na rua, mas tem gente que está. E acho que sempre devemos respeitas as escolhas das outras pessoas, mesmo que isso vá contra as decisões que nós mesmos faríamos, desde que não nos agrida fisicamente, por exemplo.


      huahsuh Eu também não gosto de cigarro.
      Mas acho que é porque sou da área da saúde e sei o quanto cigarro faz mal.
      Fico muito indignada com gente que fuma mesmo sabendo o quanto faz mal e mais ainda com quem fuma perto de mim ou de crianças.
      A fumaça faz tão mal quanto o próprio cigarro em si, então acho um desrespeito você fumar perto de mim, porque agride a minha saúde.
      Não é uma questão ideológica. É uma questão de respeito a qualidade de vida.

      HUAHSUAHSUHA
      Meus peixinhos são os mais gordos do planeta, eu adoro dar comida pra eles também.
      Eu tentei tirar esse gadget uma vez porque ficava muito tempo nele alimentando os peixinhos, mas reclamaram que sentiam falta deles e eu coloquei de volta.
      Fazem parte do blog agora XD
      São meus mascotinhos já que não posso ter um aquário de verdade :3

      Excluir
  4. Muito bom o texto e tudo o mais xD

    Eu hora ou outra tenho que puxar a orelha de um amigo que cuida mais dos cosplays dos outros do que do dele mesmo e-e

    Eu não me incomodo com esse tipo de situação, o que me incomoda mesmo são os babacões que ficam fazendo isso ou então vulgarizando a menina por causa disso. As vezes um cosplay nem é chamativo, mas só por ser tão personagem, tem um monte de "moleques" que ficam querendo puxar pro lado e falando besteira pra pessoa que está usando. Acho ofensivo e desrespeitoso.

    Só pra não esquecer, Jogos Vorazes <3 PASKKPASKPASKPASPKAS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Pafael <3
      Fazia tempo que não te via por aqui :3

      Sim!
      Existe tanto isso de ficar mais cuidando com o cosplay do outro do que o seu próprio que dá até uma coisa ruim XD
      Eu também não me incomodo não, e isso que você falou realmente acontece.
      Tem muito imaturo que aparece em evento pra ficar falando de cosplayer, que ela é isso, que é aquilo e fica mandando cantada.
      Mandei uns caras tomarem no meio do olho do ** no penúltimo CAF por isso.
      Concordo com você, é muito ofensivo e desrespeitoso.

      Eu tinha tanto preconceito com Jogos Vorazes, mas assisti o filme e achei muito bonitinho por razões que desconheço. <3
      Me deu até vontade de ler os livros XD
      <3

      Excluir
    2. Dou sumiços de internet de vez em quando AKPASKPASKPSAKP

      Leia sim *-* Em Chamas é o melhor <3 e o final de A Esperança é chocantemente perfeito KPASPASKPASKKPAS

      Sou a favor de meninas assim, que mandem tomar no meio do olho do ** quando esse tipo de coisa acontece. Estava assistindo os vídeos do Power Up da UOL jogos e a apresentadora Fernanda fez um bate papo com as meninas cosplayers no AF, muitas delas reclamaram de assedio nos eventos. Postando as fotos do AF, um amigo comentou algo sobre faltar peitos em uma cosplayer, eu rebati e isso fez ele deletar tds os comentários e tirar todas as curtidas que tinha dado nas fotos, é importante td mundo que for contra essas atitudes, sempre fazer algo pra parar, mesmo que seja difícil e isso seja algo incrementado fortemente na nossa cultura.

      Obs. eu escrevi "tão personagem" ao envés de "tal personagem" e_e

      Excluir
    3. haushaushauh
      Então eu só preciso arrumar tempo pra ler essa série e Percy Jackson que também não li ainda =O

      Cara, é muita escrotidão esse tipo de gente.
      Eu acho que se a gente se sente ofendida por cantada na rua, em evento fechado é pior ainda.
      Você pagou pra estar ali e vai aceitar desaforo de meia dúzia de moleques?
      O pior pra mim é que tem gente que ainda enche a boca pra falar:"ah, mas se não queria ouvir esse tipo de coisa não use essas roupas no evento".
      Errada não é quem usa a roupa, errado é quem acha que isso é desculpa pra assediar.
      Sou muito a favor de não aceitar assédio quieta, porque a gente acaba compactuando com esse tipo de nojeira e quem assedia fica com a sensação de que está certo assediar dessa forma.
      É igual aceitar racismo quieto: não pode, tem que fazer escândalo até a pessoa e todo mundo em volta perceber que está errado e mudar as cabeçonas.

      ahsuhaushua Acontece :3
      Eu escrevo posts na madrugada e deixo pra publicar no dia seguinte porque sai umas coisas medonhas. hasuhaushau XD

      Excluir
    4. Eu até gosto dos livros de Percy Jackson, mas depois que chega na saga de os Heróis do Olimpo, vc espera algo novo e acaba que é SEMPRE a mesma formula, tenho todos e só não li ainda A Marca de Atena por preguiça, meu namorado disse que é a mesma coisa dos anteriores KASPSKPAASKAPAKP

      E GENTE, como eu te amo garota, tu é minha cosplayer preferida, melhor ainda pq suas ideias são incríveis KPAKPKAP Sou desses que quando vê algo errado, quer que td mundo entenda o pq eu acho errado e entenda que aquilo é errado, fim. KPSKAPSSKPAKPAS

      Excluir
    5. AH ÉÉÉÉÉÉ?
      Caraca que droga então XD
      Eu decidi que leria os livros porque fui ver Wolverine e passou um trailer do filme dois, mas se forem todos do mesmo jeito eu leio o um e o dois e desencano. -_-
      Que triste! Achei que a série fosse toda sinistrona e não que fossem iguais ahushau XD
      #xatiada

      haushaush Obrigada <3
      Você é um lindo, vou muito com a sua cara simpática mesmo a gente nunca se encontrando =P

      " Sou desses que quando vê algo errado, quer que td mundo entenda o pq eu acho errado e entenda que aquilo é errado, fim." [2]
      E vou morrer sambando na cara das pessoas desse jeito. haushaushauhsuahsu XD

      Excluir
  5. Boooora comentar pq uma vez fiquei horas falando sobre isso com uma amiga e me fez repensar um pouco algumas coisas

    quando eu conheci o cosplay, proximo de 2005/6
    eu achava tudo um maximo e queria pq queria fazer
    mas cosplay nem era tão famoso assim no Brasil nessa epoca
    então eu fiquei so colecionando fotos de gringos XD (eu sou stalker de cosplayer a anos Q)
    então eu meio que acompanhei a "evolução" do cosplay pelos anos por stalkear tanto
    acho que a primeira cosplayer que eu conheci q fazia cosplay mais sensual era a Kipi
    vaaaaaarios cosplays so de top ou shorts mostrando parte da bunda
    e nunca me incomodou, pelo contrario, por muito tempo eu admirei o trabalho dela.
    com o tempo fui conhecendo mais e mais cosplayers
    que faziam personagens sensuais e mais recatados e tal
    NUNCA ME INCOMODOU eu so achava lindo, pq
    cara cosplay que valoriza o corpo é bonito.
    depois que comecei a usar cosplay eu tive meus projetos sensuais tb
    e nunca passou pela minha cabeça ter vergonha (acho q por eu ser acostumada a tanto tempo ver cosplay sensual)
    até hj eu sonho com meu cosplay de Cammy White do Street Fighter II
    coisa que eu quero acho que a mais de 8 anos XD (sabe, aquela vontade de fazer cosplay mas nem sabia o que era cosplay ainda?)
    até que eu conheci a Jessica Nigri com cosplay de Julliet
    a principio eu achei ela linda e adorei o cosplay dela
    ai eu enctrei na pagina dela e meio que fez uma lavagem cerebral em mim XD
    eu comecei a sentir vergonha alheia e ficava pensando em quão ridiculo eu achava que ela era
    pois todo cosplay que ela faz ela transformava em algo sensual (de proprosito, pra se mostrar mesmo)
    quando eu descobri então que ela ganhava dinheiro pra ir em evento daquele jeito
    foi tipo, a gota pra mim XD
    foi aii que eu conheci o termo cosputa e mesmo inconscientemente
    ele permanece até hj no meu vocabulario.
    eu não gosto desse termo
    o termo "puta" é algo bem baixo mas eu acabo usando mesmo sem perceber
    é dificil vc falar sobre o assunto sem usar esse termo pq
    não tem como não usar, sabe? hsuahuhsuahuHSUAUHSHUASHUA
    depois q minha amiga me falou que achava o termo horrivel
    que meio que caiu minha ficha e fiquei meio: nossa o termo é realmente muito baixo...
    e desde então eu tento não usa-lo mais
    mas ne, uma hora ou outro ele escapa.
    assim como CosputO hsuahsahUHSUHAHUSUHAHUSAHU estão usando muito isso ultimamente não sei se vc viu (eu pelo menos usava bastante junto com cosputa XD
    e a gente acaba usando principalmente pq mta gente se ofende de ser confundida com cosputa por usar um cosplay sexy
    mas essa é a verdade, mesmo sem perceber, nos temos pelo menos 1/5 de nos que é machista mesmo que não percebamos
    eu duvido que eu e 80% do povo que usa esse termo vai conseguir um dia se livrar dele
    é como eu comentei com minha amiga, embora não seja
    mas pra maioria acabou virando uma palavra banal
    sem intenção de ofender, apenas classificar
    por mais errado que seja.

    PS eu ainda tenho um pé atras com a Jessica Nigri pq alem de se mostrar com cosplay ela se mostra sem cosplay de forma muito FORÇADA e no aprovo, mas como tb comentei com minha amiga, nada contra, apenas não aprovo mesmo shuahuSHASHUAUHSHUAUSHAHUSHAUHU

    GAAAAAAAAAAAAAAATA KD FOTOS NOVAS DA MISS MARVEL??? (é assim q escreve? hsuahsuuhHSUAHUSHUA)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim, o que você diz é o que comentei no post.
      Você acaba banalizando um termo MUITO forte e extremamente ofensivo sem perceber.
      Você pode não chamar alguém de Puta na rua, mas usa o termo Cosputa, mesmo que sem querer.
      Eu tenho visto o termo cosputo, mas se você pensar bem, putO e putA não tem a mesma intensidade como ofensa. É muito pior o Puta.
      Eu escrevi o post justamente pra que a gente pense o quão errado é classificar as cosplayers, especialmente usando um termo forte assim.
      É importante NOS policiarmos para que não sejamos machistas sem perceber, em um hobby tão lindo como o cosplay, que não tem idade nem gênero <3

      A Nigri é bem polêmica, mas acho que é uma questão cultural, porque nos EUA é super comum fazer exatamente o que ela faz. Inclusive essa coisa de vender as fotos, e tals. Ela é uma espécie de Socialite do cosplay nos EUA, assim como a Alodia é nas Filipinas, a diferença é que nos EUA espera-se que essas garotas vendam fotos com roupas curtas, que façam vídeos engraçados, e nas Filipinas espera-se que elas sejam fofinhas, ao invés de sensuais.
      Enfim, acho que é uma questão de cultura mesmo. Aqui no Brasil a gente não tem isso, então fica confuso ter um ponto de vista bem definido. X)

      VÉEEEEI TÁ 10 GRAUS NA MINHA CIDADE T______T
      Não dá pra tirar as fotos lindas da Miss Marvel nesse frio polar T_T
      Eu tinha dois cosplays lindos pra fotografar e não fotografei nenhum por causa do frio.
      Tô chateadíssima com São Pedro.
      haushauhsushuahsauhushaushu XD

      Excluir
  6. Eu tenho a MESMA opinião que você, a mesma. Acho um absurdo que em pleno 2013 ainda tem gente (e muita gente) que pensa dessa forma absurda.

    E apesar de você ter comentando, vale ressaltar, não é só com cosplay, a mulher em qualquer lugar e com qualquer (ou sem) roupa DEVE ser respeitada.

    Claro, não vou ser hipócrita e dizer que não ligo/não olho para mulheres com roupas mais curtas. Mas ainda assim não vejo porque isso seria motivo para desrespeita-las ou tratá-las como "putas", até porque, mesmo essas, merecem ser respeitadas.

    Parabéns pelo seu texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito enraizado isso nas pessoas aqui no Brasil.
      SIM!
      Muita gente acha que dependendo da roupa, ou dependendo da vida privada da pessoa, isso é uma desculpa para ofender e agredir verbalmente uma mulher. Todo mundo tem que ser respeitado e isso independe de gênero, idade ou roupa.

      Claro, né?
      Não vou ser hipócrita também e dizer que não gosto de ver um homem bonito na rua quando ele sai sem camisa, mas isso é completamente diferente de você ofendê-los ou julgar algo sobre eles, exatamente como você disse, muito bem dito.

      Obrigada,Shini <3

      Excluir
  7. Eu acabei de conhecer o seu blog, através desse post que vi compartilharem no facebook.
    Eu uso o termo Cosputa, porque ainda não achei outra palavra.
    Eu como mulher, odeio também que me digam que não posso fazer algo simplesmente por ser mulher.
    Mas também, não gosto de ver mulheres que simplesmente que estão usando apenas para chamar a atenção. Seja isso, uma roupa longa cheia de enfeites ou um bikini pequeno.
    A pessoa tem todo direito de fazer o que quiser. A Jessica Nigri, acho sim que ela seja uma, por modificar as roupas dela de uma forma bem mais sensual. Mas eu ainda gosto dela, apesar disso ela é uma grande cosplayer. Ela simplesmente não cortou a roupa e colocou. Tem todo trabalho em volta e como mesmo sendo curto ela interpreta super bem o personagem.
    Usar roupas curtas, da um certo poder. Eu normalmente não uso, porque me sinto envergonhada, mas não nego que quando uso uma saia um pouco mais curta que o habitual, me da um certo poder, me produzo melhor, me maqueio, me cuido melhor.
    O mesmo serve para os homens. O do Jack eu não diria cosputo, que é como pessoas tem chamado, mas o do Finn. Mas lá fora, fazer essa sensualização é engraçado e não um tabu como aqui.
    Temos muito pudor de muitas coisas e coisas bobas as vezes.
    Que nem se a mulher posta foto de sutiã ja vem nego dizendo "ai de sutiã, que indecente" mas se posta foto do bikini que é apenas um triangolozinho cobrindo o mamilo vai ouvir "ai que lindo"
    Gostei do seu texto, também acho que não se deve dizer a pessoa o que usar. Mas quando a pessoa só faz coisas para chamar atenção, não importa de que maneira seja, é que não gosto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É como eu disse pra outro comentário, claro que você tem direito de não gostar de uma roupa mais curta ou mais longa de uma personagem, mas é diferente de você sair gritando por aí que fulana é cosputa só por isso.
      Essa é uma atitude machista sim, que a gente deveria repensar e tentar evitar.

      Eu também gosto da Jessica, acho ela muito bonita e alegrinha, e tem cosplays muito bonitos apesar de tudo o que dizem sobre ela você consegue ver que ela evoluiu muito como cosplayer nos últimos anos.

      É como você disse, nós temos tanto na cultura que não devemos usar roupas curtas, que quando usamos temos uma sensação de poder sobre nós mesmas muito maior. A gente se gosta mais.
      É como se a sociedade nos impedisse de vestirmos o que gostamos, como se a sociedade quisesse que não nos amássemos. No Brasil a moda é ditada para que não estejamos felizes com nós mesmas.
      É só pegar uma revista de moda famosa e folhear, você vai ver que as modelos NUNCA se parecem com o esteriótipo brasileiro.
      Elas são loiras, de olho azul, altas, magras de pele branca. Isso contrasta tanto com as brasileiras que em geral são morenas, de olho castanho, de estatura mediana e de pele mais morena de uma forma muito cruel. Faz com que você olhe no espelho e não se sinta bonita realmente, porque não é esse tipo de beleza que você vê nas revistas hoje.
      Nossa sociedade impõe que as mulheres não se gostem, não se amem e não conheçam o próprio poder como pessoa. Porque países em que isso aconteceu as mulheres se tornaram muito mais críticas, seletivas e muito mais exigentes tanto do governo quanto da mídia, em questão a respeito e direitos.
      Em países assim, um caso de estupro é tratado com severidade de um crime de tortura e causa comoção nacional. Não é como no Brasil em que crimes assim são banalizados.

      Essa coisa de sutiã e biquíni sempre me encucou desde criança XD
      Não faz sentido a gente ter vergonha dos sutiãs mesmo eles sendo tão maiores que nossos biquínis, né?
      Eu gostaria de saber quem foi que inventou essa ideia sem sentido. XD

      Obrigada, Hachiiko. Mesmo não concordando com seu pensamento, eu o respeito bastante.

      Excluir
  8. Cara, seu post é lindissimo, fico realmente triste de ter que existir um post assim pras pessoas refletirem sobre respeito. E fico ainda mais triste lendo esses comentários machistinhas aqui, mas né? Gatinhas, parem com essa "concorrência", não precisa desclassificar outras mulheres pra ser aceita. Ninguém deve ficar "opinando" sobre coisas que não te prejudicam em nada, deixa o outro usar a roupa que quiser! Vamos nos unir e sermos todas amiguinhas (: #Lutemos.

    E sobre sutiã e bikini: Quando uma mulher coloca bikini, provavelmente está na praia, piscina, ou algum outro lugar que ela PODE ser vista. Ela dá o CONSENTIMENTO de ser vista pelas pessoas, o que não ocorre com as roupas intimas, que geralmente são vistas quando a pessoa está se trocando ou elas escapam da roupa, ou seja, situações sem o consentimento da mulher.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Clarice.
      É triste mesmo, ver que o mundo faz com que queiramos concorrer com as outras ao invés de nos ajudarmos =/
      Sociedade se aprimorou bastante para oprimir as mulheres de formas muito profundas.

      Eu argumentei sobre os sutiãs em ocasiões em que a mulher consente com a exposição, claro.
      Por exemplo quando ela não gosta que a rendinha do sutiã aparece porque faz parte da roupa íntima ou quando ela mesma tira uma foto com lingerie mas não posta nas mídias sociais porque sabe que as pessoas vão julgar, mesmo que elas não julguem as fotos de biquíni.
      Se ela não consente aí não tem conversa e o caso é muito diferente. :)

      Excluir
  9. Sabe, quando eu faço comentarios do tipo, a resposta é :"Mas essas cosputas atraem os meninos tarados pros eventos".

    Gente, assim, os meninos "tarados" continuam indo pros eventos não só porque as cosplayers sexys estão lá, mas porque eles SABEM que é um ambiente propicio pro assedio. Que vão falar "nossa fulaninha merece, olha a roupa que ela tá".
    A partir do momento que todxs os cosplayers se conscientizarem que não, isso não pode e SE AJUDAREM nessa hora, essas pessoas inconveniente ou vão parar de ir, ou vão se comportar melhor.

    Mas pra quê né? mais facil culpar as cosplayers e falar que elas merecem ;)'


    (obs adorei o texto e adorei seus cosplays, especialmente o da Saeko)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma bela colocação a sua, Lila.
      Gente inconveniente existe em qualquer lugar, como nós reagimos a isso é que é o importante.
      Quando a gente parar de fazer isso entre nós mesmos, vamos poder lutar que outras pessoas faça isso.
      Se as próprias cosplayers pararem de fazer isso, logo os cosplayers homens também param. Depois que os cosplayers pararem o resto para também.
      Viveríamos em um lugar tão mais bonito, né?
      Mas é tão mais fácil julgar os outros do que julgar nós mesmos, né?

      Obrigada!
      A Saeko é minha preferida :3

      Excluir
  10. (comentário parte 01)

    to ensaiando de de ontem a comentar este post... to meio assim porque isso é um assunto que dá boom ..
    e não quero aparentar que tenho algum preconceito.. porque é questã de criação , instrução comodidade..tem gente que se sente a vontade com roupa curta outros como eu não.

    até porque estou de acordo ... também acho o termo cosputa muito pejorativo humilhante .. não uso critico quem use... fico na minah mas nun me venha falar na minah frente ..senão eu vou inervir.. porque o termo desrespeita a quem se refere e a quem ouve...
    E ninguem merece ser tratado desta forma. nem homem .. nem mulher .. nem cachorro!

    acho valido o não julgar outra pessoa sem conhece-la realmente. quer julgar algo .. vai ver série ..e se atende pro detalhamento do cosplay... se estiver condizente , se detalhes estão bons .. ema ema se ela gosta de saia longa ou curta no cosplay. ela sabe trabalho que teve pra fazer cosplay ..o esforço empregado , o valor gasto ... negada que critica muito , noi fundo tem ineja...né gostaria de poder fazer o memo.. ou gostou mas não dá o braço a torcer ..tem povo invejoso pra tudo - cosplay tem a rodo!

    Se ela está satisfeita, se ela tira foto de preview posta se sente feliz .. o que podemos fazer é batemos palmas ué...o/
    mais um cosplayer feliz na terra \o/
    cada um sabe onde o calo aperta mais.

    eu não gosto.. pra mim.. eu vou a igreja - sou cristã ( conto sobre isso um dia desse ai, não agora) - e no meu entendimento, , mediante a estudos acredito que não deva usar roupas curtas porque o foco não é promover meu corpo- é o personagem, tanto que quase nunca escolho personagem com roupas curtas.. me sinto bem melhor - e acredito que sou melhor assim , fazendo roupas mais recatadas , ou cosplay que não chama tanto atenção do publico (masculino).
    e vale isso também se tiro fotografias , eu evito tira fotografia quando o cosplay é insinuante demais , curto demais , quase pelado... eu os vejos ..a acho bonito .. feio .. condizente .. errado pracas... mas guardo isso pra mim.
    e nem sempre acho que seja feio - sei que alguns caso vale a pena...porque fica muito bom! mas eu me sinto constrangida. porque tem uma pessoa ali dentro... uam pessoa que sentiu e trabalhou a si memso pra usar aquilo. ao ser fotografada..ela também tá ali.. não é soh personagem ( e dai porque a pessoa fica tão frustada com ela se empenha em fazer um cosplay ..preferiu fazer algo mais curto - pra brincar um pouco e nego vai e humilha a pessoa - ela se empenhou ...ela quer ser reconhecida também poxa- caramba! seu direito termina onde começa o do outro...filho!)
    *-*-* [tem mais]

    ResponderExcluir
  11. (Comentario parte 02)

    isso é coisa minha, não gosto apenas de curtos da mesma forma que não vejo homem sem camisa ( nun vejo e pronto.)
    mas nunca vou sair por ai pra falar mal de quem gosta

    me lembro de um evento que um grupo fez cosplay de o retorno da múmia E duas moças fizeram o cosplay de personagens egipcias ( nun lembro o nome agora). o corpo delas estavam só pintados e alguns mínimos acessórios. o cosplay ficou perfeito condizente com caracterização do filme as moças eram bonitas *-* tava ótimo! MAs tudo que pude dizer sobre ele quando bati o olho e em seguida a moça desapareceu foi "que Coragem hein!o.O"
    mas só .. não dava pra falar nada as mulheres passavam voando na nossa frente -q
    particularmente eu .. não usaria nada curto, se for pra chamar atenção - pro personagem veja bem... faço um cosplay elaborado - com muito sobreposição ou acessórios - caso da erza que tem armadura. - porque o que é curto, nos meus geralmente 'encomprido' um pouco e até perco caracteristicas e ponto em concurso por isso - nao participo de concurso por isso -q e faço cosplays de meninos por me sentir mais confortavel , e cobertinha.

    embora muitos critiquem isso, amigas já me falaram pra fazer femininos , que devo fazer os de mulher!
    eu prefiro geralmente mais coberto, roupas pesadas - pode vir rio 40° ... aguento o blazer , e calça, o sobretudo ... - porque me sinto constrangida com roupa menores... to terminando o cosplay do alois - short do infeliz é curto demais pra mim o.O to até vendo já... memo sendo homem.. vou rodar com o sobretudo fechado o tempo todo no evento -q


    Eu tbem já passei meus bocados... nessa tentiva de me proteger e usar cosplay masculinos , já tive algumas situações estranhas .. levo na esportiva mas é chato., pessoas já me perguntaram se sou lésbica por exemplo por fazer personagens masculinos... ( sou hetero).
    e mesmo meu namorado prefere que faça mulheres! sei que ele me acha perfeitamente bonita e capaz pra fazer qualquer mulher em cosplay. sabe como é se sou mulher.. e tipo de roupa que uso soh interessa a mim e meu namorado - que está comigo é parte importante da minha vida convive comigo, e dou liberdade dele opinar.

    também não sou ultra fã de praia .. e não uso biquini, nem de maio puramente.eu estou sempre com roupa. mas é que uma coisa minha mesmo desde pequena, adoro sair de casa encapotada.

    enfim .. estamos todos de acordo..mas nossos gostos as vezes se divergem .. ou que poe lenha na fogueira.
    mas nun sou hipócrita ..se tenho a liberdade de expor um opinião ..e pessoa me permite isso eu falo quando não gosto
    e de boa .. quando não gosto de algo falo na cara mesmo... já disse a amiga que dia que ela fazer cosplay versão de biquini em evento - eu vou ta vestida de outra série...pra não aparecer em fotografia com a fulana.
    mas por uma questão simples... não consigo não me sentir evergonhada. sou muito timida... me me sentiria bem.

    caramba.... que vergonha escrevi paca.

    (mas acabei -q)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haushuash Tava esperando seu coment <3
      Esse post tem tido muitas views porque é super polêmico, as pessoas tem ideias muito divergentes sobre isso.

      Você tem uma opinião parecida com de muitas meninas, que não gostam de usar roupa muito curta.
      Achei curioso você dizer que já foi incomodada por usar roupas muito compridas e cobertinhas e as pessoas acharem isso ruim.
      É o que digo com esse post, as pessoas se incomodam tanto com o que as outras pessoas vestem!

      Acho que cada um veste o que quer e a gente não devia ficar falando sobre isso.
      Fulana gosta de roupas curtas, eu posso não gostar, mas aceito e por mim tá tudo bem.
      Ciclana gosta de roupas compridas, eu posso não gostar, mas aceito também.
      O mundo seria tão mais fácil se simplesmente fosse assim, né?
      Mas a gente vê algo que não gosta e prefere sair por aí falando mal disso.
      Eu disse pra praticamente todo mundo que comentou aqui, se a gente não gosta de uma coisa e não quer estar envolvida com isso, isso não é nenhum pecado, é seu direito de fazer isso. Agora é diferente você não gostar de uma coisa e dedicar seu dia a difamar aquilo.
      É como pessoas que não aprova o casamento gay. Uma coisa é você não aprovar por razões suas e ponto. Outra coisa é você não aprovar, e fazer de tudo para que as pessoas não aprovem também, e ficar falando sobre aquilo sempre porque é um absurdo e mimimi.

      Então acho que o ponto principal desse post é: não gosta, tudo bem, mas não saia por aí xingando a pessoa só porque não gosta.
      POrque nesse caso é machismo e conservadorismo sim. E limitar as pessoas nunca é bom.


      Acho que todo mundo tem seus próprios pudores, alguns são com roupas, como o seu caso, e outros são com outras coisas.
      Você não usa roupas curtas porque não gosta, não se sente bem.
      No meu caso é com cabelo. Eu não uso personagens de cabelo curto porque não me sinto bem com eles.
      Mas eu não vou sair por aí xingando quem usa cabelos curtos, ou dizendo que ninguém deva usar cabelos curtos. Eu respeito quem usa e acho até bonito nos outros.

      O post não foi pra dizer: galera, vamos todos usar roupas curtinhas e amar quem usa também.
      O post foi para dizer: galera, vamos usar o que gostamos e sermos todos felizes com cosplay.
      Foi um post de amor <3

      Excluir
    2. ooia que honra ( também ninguem manda ser tiete né -q)♥
      gostei muito do post..tive amiga que passou por essa situação que voce descreve. eu já passei pelo contrario mas ema ema... amo meus menininhos *-* e meus cosplays de tia!-Q

      a...negada ta sempre insatisfeita - posso por melancia de capacete vai ter um que vai me chamar de poser-q

      seu post é muito amor ( com pqp e tudo-q)♥
      mas eu me divirto .. é tão legal *-*
      e aconselho uma vez na vida a todo mundo fazer algum cosplay - vc se sente um maximo *-*

      Excluir
    3. haushau Imagine, a honra é minha.

      HAUSHAUSHU Cosplay de tia, eu ri XD

      Sempre, as pessoas curtem é reclamar, isso sim XD

      haushaus XD
      Eu me divirto escrevendo eles também <3
      SIm sim, cosplay é muito amor <3
      É uma experiência que todo mundo deveria ter na vida <3

      Excluir
  12. Acho que algo ficou mal entendido XD
    Isso geralmente acontece quando eu tenho muita coisa em mente, ai na hora de colocar me confundo e dou outra impressão XD

    Mas eu concordo com você.
    O que eu quis dizer, é que uso a palavra "Cosputa" para me referir a certos cosplays, com meus amigos. Ela tem todo direito de fazer o que quiser. Mas apenas em casos extremos que não gosto.
    Meu problema é com o chamar atenção. De infelizmente algumas cosplayers que querem ser famosas e decidem que da noite para o dia e resolve fazer um cosplay mega curto, achando que um de corpo todo não teria o mesmo crédito e é um caminho mais fácil.

    Eu quero ir de sutiã um dia na praia só para ver o que vai dar :DD

    Porque ainda sim, existem maneiras de chamar atenção. Você pode querer chamar atenção, porque quer seus cosplays valorizados e conhecidos. Ai você usa uma roupa curta. Mas ainda sim você sabe quem é o personagem, teve o trabalho ao montar. É diferente de pessoas que só fazem cosplay para ser "popularzinho"

    Não sei se me deixei clara de novo XD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu entendi seu ponto sim XD

      Só acho meio difícil conseguir discernir quem usa cosplay pra aparecer e quem faz porque gosta, só de olhar uma roupa ou vê-la no evento.
      Eu conheço muita gente que só faz cosplay porque gosta de ter gente comentando nas fotos e ter o ego inflado pra encher a boca e falar que é "cosplayer famosinho", e olha, todos esses que conheço usam cosplays bem comportadinhos, então não acho que tenha muita relação com a roupa, porque esse tipo de pessoa faz para se aparecer também, e mesmo assim as pessoas não falam nada sobre elas.
      Acho hipocrisia nesses casos, porque não é uma regra a questão das roupas curtas implicando em necessidade de atenção, então o ponto que defendi foi esse: é melhor não julgar ninguém do que julgar todo mundo e correr o risco de julgar errado.
      XD

      Excluir
  13. Uma questão que ninguém percebe sobre as famosas "cosputas", que inclusive passou desapercebido nesse post. A maior parte das famosas cosputas são modelos profissionais (ex: a foto da Jessica Nigri de pikachu sexy, foi com esse cos que ela conseguiu fechar contrato com a IGN), isso acho um ponto interessante, não gosto de interpretar essas modelos como cosplays de verdade, elas não fazem por prazer, mas sim por dinheiro, e sim, usam o seu corpo para se promover. Voltando para o assunto, tudo mundo é livre para vestir o que quiser, porém um evento de classificação livre (com crianças) não é o lugar mais recomendado para cosplays muito erotizados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não passou despercebido por mim, só não achei relevante porque não é regra.
      A Li Ling que foi expulsa de uma convenção na China por usar essa roupa da Athena foi contratada por uma empresa para divulgar o novo jogo de Saint Seiya na China.
      A Jessica Nigri é muito famosa por diversas aparições na TV e por ter vencido o concurso norte americano que escolheu a representante oficial da Juliet nas mídias sociais.
      Eu conheço a história dessas cosplayers famosas que são taxadas de vários nomes por aí, mas isso não tem relevância nenhuma no tema, porque não são só elas que fazem esse tipo de modificação dos personagens.

      No Brasil essa cultura de sensualizar personagens é MUITO popular e nós não temos "modelos profissionais" como cosplayers em eventos. Não é comum. Não é regra. Então não tem porque associar.
      Muitas cosplayers com ANOS de hobby decidem modificar as roupas, isso não faz delas menos cosplayers, são até mais cosplayers do que outros.
      E fazem sim porque gostam do personagem. Não conheço muitas cosplayers que ganham dinheiro fazendo cosplay a menos que vençam campeonatos, você conhece alguma?
      Dizer que elas fazem essas modificações nas roupas pra ganhar dinheiro não faz sentido no Brasil, porque isso não acontece. Não temos uma cultura de valorização de fantasias como na Ásia ou nos Estados Unidos.
      Então não postei esse aspecto porque discordo da sua opinião. Pra mim esse aspecto não influencia no Brasil nem um pouco.
      A maioria esmagadora das chamadas "cosputas" são cosplayers de longa data, que tem um histórico de cosplays bem fieis. Não precisam mostrar o corpinho pra se promover.
      Elas fazem porque querem e isso não torna menos cosplayers do que outras.


      Nesse ponto eu posso até concordar com você, se o evento tem classificação livre e tem público aberto e familiar, então deveria ter nas regras, e ter staffs que fizessem essas regras valerem, para que nenhum personagem muito erotizado seja permitido nesses locais,independentemente de estarem fieis ou modificados.
      Já vi muitos posts de gente ofendendo "cosputas", enchendo a boca pra dizer que um cosplay assim tá lindo e não tem problema nenhum
      http://fc03.deviantart.net/fs34/f/2008/304/2/3/Felicia_Cosplay_by_HezaChan.jpg
      mas que um cosplay assim não pode e deveria ser proibido
      http://www.cavves.com.br/wp-content/uploads/2012/07/147873__468x_saint-seiya-athena-ero-cosplay-by-li-ling-014.jpg

      Se é pra defender a moral e bons costumes nos eventos, então tem que defender direito, proibir todos os cosplays mais erotizados e não só alguns.
      É hipocrisia dizer que um cosplay de bikini que está fiel é aceitável e a cosplayer é fabulosa, mas dizer que um cosplay de vestido mais curto é uma "puta" porque modificou a roupa original.
      Muitas vezes a "cosputa" está muito mais vestida do que outras cosplayers do evento, mas a gente xinga a menina que modificou a roupa.
      Eu ataco veementemente pessoas com esse tipo de pensamente porque são incoerentes.
      O certo seria não julgar, mas as pessoas insistem em julgar umas e não as outras.
      Foi esse ponto que critiquei no post.

      Excluir
  14. Cada um tem o direito de fazer o que quiser, assim como eu tenho direito de ter opinião formada sobre esse assunto. Assim como não gostam que chamem essas moças de "cosputa", rotular quem não curte de "machista", "preconceituoso" e mais além: se você for mulher e não gostar, é porque é feia, gorda, mal-comida. Oras, se não querem que classifiquem essas pessoas, porque o contrário não é válido?
    Eu não aprecio esse tipo de cosplay, onde modificar a roupa do personagem para mostrar os atributos seja o único objetivo, também acho que algumas cosplayers deveriam ter bom senso ao usar seus cosplays sexys e circularem em eventos. Levei meus sobrinhos num evento certa vez e uma mulher vestida de Niele, do Holy Avengers, cuja a roupa consistia em 2 faixas atravessadas nos seios e uma calcinha fio dental, circulava entre criancinhas boquiabertas. Certamente, mulheres seminuas não é mais novidade, vemos na tv, net, carnaval e o caramba, mas tipo, num evento familiar? Achei de extremo mal gosto o cosplay da moça, não tenho nada a ver com isso, afinal o corpo é dela e se ela quer mostrar, paciência, mas me irritou o fato de eu ter que distrair as crianças a cada passada dela e não conseguir responder o porque ela estava "sem fantasia".
    Além disso, se você é cosplayer e reclama de alguma dessas que modificam as roupas, é inveja de não ter corpo como o delas, de não ter coragem de fazer... Por favor, assim como querem que essa modalidade de cosplay seja respeitada, deve-se respeitar igualmente quem não aprecia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em momento algum do meu post eu disse que quem não aprecia esse tipo de cosplay é "porque é feia, gorda, mal-comida",espero que não tenha sido seu intuito dizer que EU penso assim.

      Eu defendo no post que as pessoas tem sim direito de não gostarem, mas elas não tem direito de saírem por aí falando dessas cosplayer e rotulando elas com nomes pejorativos, e ESTE ato de falar delas é machismo, que você se importa tanto com as roupas delas porque foi doutrinado em uma sociedade machista.

      Ter pensamentos machistas não te faz machista, ATOS machistas te fazem machista. É diferente.
      Se você classifica alguém, dá direito das pessoas classificarem você. Eu digo que você é machista no momento em que você fala, ou escreve sobre elas. Não no momento que você pensa isso delas. Porque você é livre para pensar o que quiser, mesmo que eu não concorde com o seu pensamento.
      Então resumindo, você é rotulado no momento em que rotula.
      Se você guardasse sua opinião, que é carregada sim de preconceitos, não receberia acusações por isso.

      E você pode sim não gostar desse tipo de modificação. Eu deixo isso bem claro no post.
      Você pode dizer que não gostou, é seu direito de se expressar e sua opinião deve ser respeitada.
      O que você não pode é rotular essas meninas com nomes pejorativos, sem nem ao menos conhecê-las, que é o que acontece quando você dá um nome de "cosputa" pra elas.
      Eu não posso chamar você de Puta por discordar da minha opinião, da mesma forma você não pode chamá-las de putas por não concordarem com a sua noção de bonito ou adequado.

      Eu não vou entrar no mérito de expôr ou não crianças à pessoas semi-nuas, mas o que você citou entra na polêmica de público recomendado para os eventos de anime.
      Dificilmente existe eventos que barram roupas provocantes, porque não se espera deles um público familiar, mas sim um público majoritariamente adolescente, então deveria haver um aviso na portaria dos eventos avisando pais e familiares que pode haver roupas mais erotizadas no evento, e ficaria a cargo da família permitir ou não que os filhos vissem esse tipo de fantasia.
      No entanto os eventos insistem em se classificar como "livres" e permitem a entrada de crianças, e a falta de sinalização adequada cria esse tipo de situação que você citou.

      Acredito que não tenha sido nem culpa sua, nem da cosplayer, mas sim do evento que não se preocupou com esse tipo de situação.
      Você deveria ter comunicado o evento para que isso fosse resolvido nas próxima edições. Há menos que reclamem disso, os eventos mantém a mesma postura, pois não ocorre limitação do público visitante.
      Em um caso mais extremo você poderia entrar com uma ação na justiça contra a organização do evento.

      Excluir
  15. Oi, não sei se vc tem conta no forum do Cosplay Brasil, mas esse é o tipo de discussão que eu acho saudavel ser levada para lá, você gostaria de postar sobre isso em nosso forum de discussão de cosplays? Estamos tentando dar vida nova ao forum, nesses dias em que o facebook matou a grande maioria deles.

    Achei sua postagem muito boa, mesmo concordando com algumas coisas e discordando de outras, seria muito legal ter postagens desse tipo de novo no CB.

    http://www.cosplaybr.com.br/forum/index.php

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Juliana.
      Eu tinha uma cota lá faz muitos anos, mas acho que nunca participei dos fóruns de discussão porque quando comecei eles já estavam meio mortos.

      Não posto coisas lá porque realmente fico sem tempo, minha semana é tão corrida X_X

      Excluir
  16. Verdade cada um faz que gosta😉

    ResponderExcluir
  17. oi, quem fala aqui é a Paty(não consegui logar na conta do google pra comentar xD) ~ eu sou a favor de que se faça o cosplay que desejar e de que forma desejar, mas realmente não gosto de cosplays do tipo. Mesmo tendo uma opinião assim, não saiu xingando ou provocando os que o fazem só porque não concordo, seria melhor se as pessoas entendessem que cada um gosta de coisas diferentes e nunca vai ter uma pessoa com gostos idênticos a outra. Mas não esqueçam que fazer cosplay sem roupa ou sensual de forma que não vá de encontro a roupa habitual do personagem pra tirar fotos é diferente de quando se vai pra um evento, é bom evitar ir vestido assim, até porque já vi gente assim em eventos e isso deu problema. Bem, amei os cosplays, tão perfeitinhos *u*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Né? Cosplays super fofinhos.

      Eu concordo com sua visão, de que se você não concorda, não deve sair falando por aí,porque cada um pensa de uma forma diferente e gosta de coisas distintas.
      Essa coisa dos eventos vai muito do bom senso, tanto de quem vai quanto de quem organiza o evento.

      Acho que bom senso é a chave, se todo mundo tivesse não teríamos problemas nenhum XD

      Excluir
  18. Olá, achei seu blog nem tanto por acaso assim. não sou cosplayer mas sou Gamer e na minha cidade houve um evento chamado Gamepolitan. Confesso que não li o texto todo ainda mas irei comentar.

    De repente nas fotos do evento (acabei não indo, de novo) vi algumas garotas (uma inclusive de Miss Marvel como vc) e confesso, com certa vergonha, que logo pensei no termo "cosputa" e pesquisa-lo na internet pra saber a opnião dos cosplayers (e consequentemente achei seu blog).

    Como homem, ver uma garota quase com a genital quase exposta (sim, quase exposta) me causou certo desejo, não nego. Mas este mesmo desejo é podado pelo pensamento "deve ser uma puta" infelizmente. Digo infelizmente por que sei que posso ter perdido oportunidades em minha vida por temer o que os outros pensariam se eu estivesse com uma mulher que usasse pouca roupa.

    Pode parecer que estou colocando as cosplayers como putas por falar que sinto desejo. Mas sim, é normal sentir desejo por algo assim, o sexo pra mim é natural e roupas assim provocam SIM. Mas isso dá o direito de nós homens julgarmos a mulher como puta por que NÓS sentimos desejo?

    E talvez esta seja a questão... O homem não consegue entender que mulher nem sempre faz algo pra alimentar o desejo dele. Ao mesmo tempo que a mulher não sabe como a libido do homem é facilmente estimulada com roupas "provocantes". mas nada disto da o direito de alguém crucificar outra pessoa. Enfim, espero ter conseguido expressar minha opinião. Infelizmente não possuo preconceito mas devo admitir que me submeto a ele por temer a sociedade, mas espero muito um dia poder deixar tudo isto de lado.

    Boa sorte em sua vida de cosplayer :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho bacana que você entenda que o que você sente ou imagina não te dá o direito de julgar, dizer ou fazer absolutamente nada sobre essas meninas.
      E sinto muito mesmo por você, ter perdido oportunidades por essa submissão ao senso comum.

      É bacana reconhecer isso e tentar mudar sempre que possível. É assim que a gente se desconstrói, perdendo hábitos ruins e criando novos melhores.
      E isso faz uma diferença muito grande.

      Excluir
  19. Muito bom seu post a respeito do exagero de certos cosplays. Está muito certo, não se mete ou se julga uma pessoa pelo tamanho da saia e blá-blá e toda essa forma moralista de ver que em certas...Mas meu bem, uma coisa é você ir vestida como o personagem, outra é você ir vestida de personagem de HENTAI para chamar atenção e criar seguidores. Pode ser divertido algumas, como no exemplo do mario e suas novas versões, mas enquanto a Saori da saia curta(ela na verdade nem de saia está) foi uma forma apeladora de chamar atenção, e isso em si foi totalmente desnecessário.
    Não é mais por hobbie quando a pessoa vai praticamente nua, e sim uma forma exibicionista, ridícula, que numa boa, por mim não merece tanto respeito.
    Muitos cosplays estão deixando de ser uma fantasia de fã, para ser uma fantasia ideal para industria pornografica.
    Homem ou mulher tem a consciência de que o que está vestindo, por mais que não signifique que a pessoa seja exatamente aquilo, é simplesmente o cartão postal. Ai alguém vem falar que não se julga alguém pela roupa, numa boa não existe uma mulher ou homem que quando veem uma coisa dessa não pense "onde foi parar o resto da roupa". Se a pessoa se veste assim, ela já tem logo que saber, ela não vai ser bem vista. Uma coisa é um protesto, outra é simplesmente em um evento, bancar a PornStar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, Bruna.
      Eu não sei de onde você é mais eu e você temos conceitos muito distintos sobre as garotas que são assim denominadas.
      Nos eventos no meu estado nos quais eu frequento existe uma limitação bastante rígida sobre o comprimento das roupas que os cosplayers podem usar, porque os eventos são de classificação livre, então roupas muito curtas ou extremamente decotadas não são permitidas, por uma questão de preservação do público infantil que é livre para entrar nesses eventos.
      Eu não vou entrar na questão da nudez nem à exposição de séries violentas à crianças porque não foi essa a questão que você colocou no seu comentário.
      Na minha vivência, o tipo de garotas que é taxada de "cosputa" não são roupas extremistas, biquinis ou toalhas. Eu vejo garotas com saias 5 cm mais curtas ou um decote discreto sendo taxada de cosputas por outros cosplayers e isso pra mim é totalmente injustificado.
      Você ataca a industria pornográfica nos animes, eu ataco um conservadorismo em relação à roupas curtas, não à nudez.
      Nós estamos falando de assuntos diferentes, porque o tipo de garota que você imagina ou presencia nos eventos que você tem vivência, não são permitidos nos eventos que participo.
      Então estamos falando de tipos de roupas distintas.
      Eu estou falando de roupas como esses cosplayers de Mario Bross. Não estou me referindo à pessoas com roupa de banho em eventos.
      Se você considera esse tipo de roupa como "ideal para a industria pornográfica" eu gostaria de saber que tipo de industria pornô você anda tendo contato.

      E achei bastante infeliz o seu comentário sobre pessoas "praticamente" nuas não merecerem respeito.
      Me desculpe, mas todas as pessoas merecem um mínimo de respeito, você estar com shortinho ou estar de burca não é termômetro para o nível de respeito que você merece.
      Tem muito padre pedófilo com roupa até o pescoço que é respeitado como uma pessoa maravilhosa sendo que na verdade é um cretino.
      Assim como praia não é lugar de desrespeito só porque todos estão com a bundinha de fora.
      Você me parece ter uma visão bastante restrita sobre exposição de pele humana, acho que seria interessante se você tivesse uma reflexão acerca da instituição social de roupas em determinadas ocasiões.
      Iria abrir bastante a sua visão de mundo.

      E quanto à cosplayer de Saori, sim, não era um cosplay. Foi uma forma de chamar atenção sim, porque a moça não era uma cosplayer.
      Ela era uma modelo contratada por uma empresa de jogos para divulgação do novo game de Saint Seiya que estava sendo lançado no país dela.
      Não sei se foi desnecessário, porque a empresa conseguiu divulgar bem o produto dela, a moça recebeu pelo que foi contratada pra fazer, então você deveria reclamar com a empresa que teve a ideia, não com a modelo que aceitou o emprego.
      Acho sempre perigoso apontar o dedo pra alguém porque não sabemos os motivos das pessoas.
      No seu caso você a julgou porque achou que ela estava no evento para se aparecer, quando na verdade ela estava fazendo o trabalho dela.
      A questão é: você deveria julgar ela ou a empresa que quis, e conseguiu, vender em cima de um fetiche do público dos eventos?

      Excluir
  20. Amei o post já acompanho seu blog a MUITO tempo (mas e a preguiça de comentar e a net que não ajuda?), devo dizer que não te conheço pessoalmente, mas mesmo assim consigo sentir uma grande afinidade pelo seu modo de pensar e se expressar, devo dizer que concordo muito com esse post, ninguém tem o direito de desrespeitar ninguém, só pq pensa isso ou aquilo, e é óbvio que o machismo não morreu! Tenho um ódio do caramba de quem diz isso, pois afinal de contas é um absurdo! Outra coisa que tbm me deixou revoltada foi o comentário dos imbecis do Facebook (na foto) fala sério eu penso que quem quer que tenha sido, poderia estar andando nua no meio da rua e ainda assim não seria motivo para justificar, respeito é bom e todo mundo gosta e o mais incrível os mesmos babacas que dizem isso provavelmente saem na rua sem camisa a noite e nem por isso tem medo de ser estuprados ou desrespeitados na rua por uma mulher que estiver passando! concordo é pura idiotice esse termo Cosputa! E amei as fotos, esse Jack (hmmmmmmm kkkkk) e a menina vestida de Mário, não vi motivo algum pra chamarem de cosputa, achei super lindo, acho que o povo tem que deixar de querer ser moralista e apreciar o que existe de bom e bonito na vida sem ter medo de que a sociedade pense isso ou aquilo! P.s - tá anônimo porque to com uma preguiça do caramba de abrir minha conta do google, mas só pra identificar vou usar o nome Babyé, como minhas amigas lindas fazem <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Babyé!
      Que nome interessante o seu:3

      Fico feliz que acompanhe o blog e compartilhe da minha visão sobre esses assuntos.
      Não é? Eu não sei em que mundo as pessoas vivem para dizer que machismo não existe ou está morto. Ele está vivo e muito ativo, todos os dias.
      Eu sinto uma profunda depressão sobre isso também, quero dizer, a maioria dos homens tem medo de sair na rua a noite e ser assaltado, as mulheres tem um medo de ser ESTUPRADAS acima de tudo.
      Muitos homens tem medo de estupro só caso forem para a cadeia. Me deprime pensar que vivemos em um mundo onde sair de casa é um perigo eminente de estupro à mulheres.

      Não é? Eu gosto tanto desses cosplays todos, acho todos tão bonitinhos.
      Eu sou uma grande fã de anatomia humana então talvez isso tenha influência, mas eu realmente não entendo porque nossa sociedade tem tanta aversão à corpos expostos.
      É pele, é músculo todo mundo tem, não entendo o porquê de se manter como tabu.
      Faz um bem pra saúde imenso conhecer o próprio corpo, a gente deixar de ser muito bitolado com doenças e coisas assim.

      Foi um prazer ter você por aqui! <3

      Excluir
    2. Muito obrigada, vc é muito simpática, vou postar agora com a minha conta kkkkk (largar um pouco dessa preguiça), Babyé é um apelido muito interessante mesmo, é por causa do meu nome Bárbara, mas minhas amigas inventaram então tá tudo bem eu até gostei do jeito engraçado de escrever kkkk
      Agora voltando pro assunto sério. Também acho uma pena todo mundo viver no mundo com medo, mas o jeito é tentar mudar o que der, o que não der nós esperamos até que a mentalidade do povo evolua (fazer o que?) de pouco em pouco um dia chegamos lá!

      Excluir
    3. haushauh
      Que bom que voltou!
      Acho que todo mundo tem um apelido estranho dado por colegas que acaba gostando.
      Meu "Rossassen" nasceu assim também. XD

      Sim, concordo com você.
      Acho que o importante é sempre tentarmos mudar o que está ao nosso alcance.
      E nunca nos conformarmos de braços cruzados porque isso não ajuda de forma nenhuma.
      Espero que nossa geração consiga mudar ou influenciar a geração seguinte, para que daqui alguns anos possamos ver um quadro diferente do atual tão opressor.
      Não acho que vamos mudar isso de uma vez, mas se conseguirmos ir amenizando aos poucos já seria ótimo.

      Excluir
  21. "Veja só o tipo de merda que sou obrigada a ler simplesmente porque gosto de personagens fora do convencional!" Acho que é justamente o contrário, essas são as roupas convencionais para personagens. Em qualquer obra audiovisual, e aí incluo gráficos de jogos, voltados para o mundo nerd/geek, o apelo para o público masculino é massivo. E como conseguir atenção de omi? É só colocar uma mulher provocativa na frente dele. Não sou especialista, mas ao que me parece há uma regra sobre "quanto mais foda, menos roupa"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que você tem razão. Foi uma tendencia muito forte por decadas nos vídeo games e agora tem mudado um pouco.
      Acho que as empresas viram que as mulheres se tornaram uma fatia realmente grande do mercado e que nós realmente boicotamos quando nos sentimos ofendidas ou agredidas de alguma forma com o produto que nos é oferecido.

      Acho que no cosplay no entanto a lógica é um pouco contrária, não acha.
      As roupas curtas das personagens muitas vezes servem de forma de empoderamento pra muitas meninas.
      É uma forma delas reafirmarem o controle sobre seus corpos e suas decisões.
      Acho que também temos um gosto, e acho que levo mais a minha opinião aqui, que mulheres apreciam algumas roupas mais curtinhas e tals, mas obviamente não é o tipo de roupa que essas garotas usam em vídeo-games.
      A industria realmente extrapola de um jeito bastante nada a ver pra atender mais fetiches masculinos do que o gosto feminino ai.

      Excluir

Todos os comentários são lidos e respondidos.
Comentários com teor preconceituoso ou intolerante não serão publicados.