05 janeiro 2013

O Preconceito e Críticas no Cosplay

Oi, gente!
Como passaram a semana e a virada de ano?
Eu passei bem, comi bastante e não passei mal de tanto comer. Isso é realmente um avanço no meu metabolismo todo! 8D

Faz tempo que eu resolvi escrever alguns artigos no blog sobre certos assuntos no cosplay.
Muitos temas e controvérsias  me irritam ou me chateiam, e decidi colocar minha opinião sobre eles aqui.
Resolvi começar por Preconceito  e Críticas no Cosplay, que é um tema muito debatido em fóruns, mesmo que a maioria das pessoas não perceba que estão falando sobre isso.

As Críticas no Cosplay

No cosplay, e em qualquer área da vida, você precisa sempre aprender a lidar com as críticas.
Todo mundo faz cosplay para ser elogiado, para mostrar para alguém. Nunca conheci alguém que fizesse cosplay e só usasse no porão da própria casa, até porque dificilmente alguém tem porão, né? Todo mundo tira fotos e posta em algum lugar, mostra para os amigos, vai a eventos e guarda as  fotos em algum lugar.
O problema de tudo isso é que nem sempre o que ouvimos é o que queremos ouvir. Especialmente na internet.
Algumas pessoas na internet tem uma patologia que eu chamo de "Doença do cachorro dentro do quintal".
Você pode ter um cachorro do tamanho de uma pulga, se ele estiver dentro da segurança do seu quintal e passar algum outro cachorro, independentemente dele ser um trilhão de vezes maior que seu cachorro-pulga, seu nanino vai latir como se fosse o maior cachorro do universo. No entanto, se fosse abrir o portão e deixar os dois cachorros se encararem, seu pulga-dog vai correr para dentro de casa com o rabo entre as pernas e chorando.
O mesmo acontece na internet.
As pessoas se sentem grandes, protegidas pelo anonimato e pela distância física entre as pessoas, e acabam dizendo, ou melhor, escrevendo coisas que não teriam coragem de dizer na sua frente. Na internet todo mundo esquece dos bons modos. Todo mundo  é valente.


Quantas vezes você não viu uma foto ou trabalho na internet receber um "Nossa, que coisa ridícula! Que lixo isso"?
Agora, quantas vezes alguém já disse isso na sua frente, ou na frente de uma pessoa que você conhece?
O cosplay é exatamente assim.
As pessoas simplesmente são assim.
Me perguntam se nunca ouvi uma crítica negativa nos meus cosplays. É claro que já ouvi!
Já ouvi pessoas dizendo que não tinha peitos suficientes para um certo personagem, que eu era magra demais para outra, que escolhi mal as cores dos personagens.
Todo mundo é sujeito à crítica e todo mundo tem o direito de criticar. O problema é como você critica.
Dizer que não gostou de algo por este, esse e aquele motivo é uma coisa. Agora simplesmente dizer que não gostou porque não gostou é outra coisa completamente diferente. Crítica construtiva é diferente de crítica de gente desocupada.
Eu sempre considero as críticas construtivas, mas desconsidero as "críticas desocupadas".
Já vi muitas pessoas que não conseguem aceitar nenhum tipo de crítica, pessoas que se consideram tão maravilhosas que não aceitam crítica nenhuma.
Eu acho que críticas são importantes e gosto bastante delas. Elas fazem com que você perceba um erro e faça um trabalho melhor da próxima vez.
No ano passado recebi uma crítica no DeviantArt sobre as minhas expressões no cosplay, sobre como eu fazia exatamente a mesma cara em todas as fotos. Eu parei para pensar e realmente era verdade, desde então eu tento ser mais expressiva. Talvez eu não esteja conseguindo fazer isso, porque me parece que em toda foto eu estou com aquela cara "poker face" de sempre, mas eu tento, pelo menos.



As Críticas com Preconceito:

Dentro das críticas que os cosplayers recebem existem algumas, que infelizmente são muito comuns, e me aborrecem bastante por serem as críticas que eu chamo de "Críticas de Preconceito".
Elas são fundadas única e exclusivamente por preconceitos por parte de quem as faz. São comentários que envolver a cor do cosplayer, o gênero, o porte físico e até mesmo a série de onde ele está fazendo cosplay.

As Críticas sobre Cor:

As críticas de cor são aquelas em que a pessoa não consegue olhar um cosplay  e dizer "olha que roupa bacana que ela conseguiu fazer", ela necessariamente precisa dizer "nossa, essa fulana é muito preta para fazer tal personagem"ou " fulano japonês, KKKKK" ou "fulana branquela -q".
Eu sinceramente tenho nojo profundo de quem faz esse tipo de comentário ou pensa desse jeito.
Vejo tantos cosplayers fantásticos, com roupas incríveis, recebendo esse tipo de crítica.
É um racismo velado dentro no cosplay que diz que se você não for branca não pode fazer cosplay de personagem branco, se você não for negro, não pode fazer um personagem negro.
Isso é tão ridículo que se você extrapolar essa linha de raciocínio, vai chegar a conclusão que só pode fazer cosplay de personagem de pele azul, quem nasce azul e só quem nasceu com pele verde pode fazer cosplay de personagem de pele verde. Isso, você tem que concordar comigo, é um pensamento bem tosco e incoerente.


O cosplay é, e não canso de repetir, um hobby muito bonito. Ele não tem esse preconceito de cor, classe social e peso. As pessoas que olham o cosplay é que tem esse tipo de preconceito.
O cosplay  é um HOBBY antes de qualquer coisa, você pode, e deve, fazer cosplay de quem você quiser, quando quiser e como quiser.
O cosplay é absolutamente livre, se você é negro e quer fazer uma personagem branca,vá em frente.
Se você é asiática e quer fazer um personagem negro, corra para o abraço, não existe nenhuma lei que proíba isso e nunca vai existir.
O cosplay é um hobby que consiste em vestir em se caracterizar da maneira mais semelhante possível a um personagem que você goste.
Ninguém NUNCA vai ser igual a um personagem, então pare de cobrar tanto das outra pessoas.
Quantos animes se passam no Japão, com personagens JAPONESES você já viu cosplays?
NANA, por exemplo, é um mangá que se passa em território japonês, as Nana's são japonesas, mas eu não vejo ninguém comentando ou pensando: "Que ridículo esse cosplay! Uma Nana não asiática, onde já se viu?"


Críticas sobre o Peso.

Outro tipo de pensamento bastante errado, e eu faço questão de dizer PENSAMENTO, porque não comentar não quer dizer que você não pense isso, é o que gente plus-size não pode fazer cosplay.
É o tipo mais comum de comentário de preconceito que escuto: "Nossa, fulana mais gorda","Nossa,que balofa kkkk".
Eu sigo trocentas cosplayers no DeviantArt que não são lá magrelas de passarela e fazem cosplays simplesmente fantásticos.
As roupas, os detalhes, o cuidado com a maquiagem e o cabelo são impressionantes, mas a única coisa que as pessoas conseguem ver é o manequim que elas usam.
Eu sempre quis ser capaz de ver quem são as pessoas que fazem esse tipo de comentário, porque eu aposto meus dois braços que não são pessoas com menos de 40 quilos comentando.
Já vi cosplayers que bloquearam o acesso aos comentários justamente para não receber esse tipo de insulto.


Eu acho essas cosplayers todas tão bonitas!
Sigo duas irmãs da Alemanha, no DeviantArt. Elas são gêmeas e sempre fazem cosplays da mesma série, fazem as próprias roupas e arrumam seus acessórios.
Elas não são lá Gisele Bunchen da vida, são fofinhas e muito bonitinhas, com os rostinhos mais cutes que já vi na vida.
Eu nunca consegui não favoritar uma imagem delas, porque elas são simplesmente lindinhas demais.
Tem uma porção de personagens na galeria delas que eu NUNCA encontrei alguém que fizesse um cosplay mais bonito do que elas, elas tem mais de 5 mil seguidores no DA e fotos com quase 10 mil favoritos, mas o deviantart é um site de ARTE, onde as pessoas estão acostumadas a olhar realmente a beleza das coisas, e não só o que a mídia dita que é bonito.
Outro dia vi uma dessas fotos super famosas delas em uma página de animes do Facebook, e só vi gente descendo o comentário sobre o peso delas.
Parar para olhar o quão linda a foto era ninguém conseguiu, mas ter tempo para insultá-las sobre o peso, isso todo mundo teve.



Eu sempre fui contra colocar cosplays em páginas que não sejam de cosplay, em parte por causa disso.
Se você não tem  muito contato com o universo do cosplay, dificilmente vai compreender o esforço que uma pessoa tem em uma roupa. Dificilmente vai olhar uma foto e pensar "Meu Deus, que trabalho gigantesco essa pessoa teve para fazer esse personagem.
Se você não tem muito contato com cosplayers, você muito dificilmente vai conseguir fazer uma projeção correta de quanta  dedicação um cosplay de nível exige, você vai ter muita dificuldades em entender o quão difícil é se empenhar tanto para fazer um cosplay naquele nível de complexidade.
Você que não tem contato com o universo cosplay de forma alguma vai sempre ver as fotos, se colocar no lugar da pessoa na foto e pensar "eu consigo fazer um cosplay igual ou melhor"?
Não.
A maioria das pessoas que não conhece o que é cosplay direito vai pensar que aquela foto não vale nada. Que a  pessoa é um lixo e não percebe o quão horrível é isso que elas acabaram de fazer.
Achou algo ridículo, simplesmente porque você é cego demais para ver a beleza por trás do seu preconceito.
São pessoas com uma visão de beleza muito restrita e influenciada.
Eu realmente sinto muito por pessoas que pensam assim.



Cosplayer também tem Preconceito.

Aí, chegamos no preconceito dos preconceitos.
O preconceito dentro do próprio cosplay.
Eu costumo dizer que um heterossexual homofóbico é uma coisa nojenta de ver, agora um homossexual homofóbico é, embora raro de se ver, uma coisa realmente triste.
O cosplayer preconceituoso dentro do cosplay existe também.
Eu citei vários tipos de comentários tristes que os cosplayers recebem de pessoas que não são cosplayers, mas esse tipo de comentário pode vir de cosplayers também.
Eu acho isso duplamente triste.

Preconceito com séries populares.

O comentário mais comum é: "Nossa, não acredito que você fez cosplay de fulano, esse anime é tão do povão. Que chinelagem!".
A minha reação quando vejo esses comentários é sempre de "Ahn?"
Eu quero perguntar, para você leitor e para qualquer pessoa que saiba o que é cosplay, desde quando cosplay é uma atividade da alta sociedade? Desde quando só gente abastada faz cosplay?
É o Eike Batista que eu vejo andando nos eventos tirando foto, né? É o Bill Gates que fica entrando nas salas de fotografia dos eventos de anime para tirar foto com cosplay, né? Claro que é. A gente sabe que o Steve Jobs vivia de cosplay por aí.
Cosplay NUNCA foi atividade da elite, meus queridos. Nunca foi coisa de gente que aquece a lareira com nota de dólar.
Sempre foi coisa de quem trabalha, de quem estuda e de quem, pelo menos uma vez na vida já andou de metrô ou pegou um busão.
É claro que existem casos raros, como a Alodia nas Filipinas, que é de uma família super rica e ficou mundialmente famosa com cosplay, mas esses são casos tão pontuais que são desprezíveis perto da quantidade esmagadora de cosplayers de classe média baixa.
Ninguém está errado por fazer cosplay de uma série popular, você é que está errado em pensar que não fazer uma série popular te faz uma cosplayer melhor, te faz um cosplayer mais digno que os outros.
Você tem catarro no nariz e fazia cocô na fralda como todo mundo. Não sei o porquê de tentar de elitizar.


Preconceito com Otakus

Outro comentário entre os membros da auto-proclamada high-society do cosplay diz respeito aos otakus.
"Ai, odeio otaku, é essa lambeção", "Ai, porque otaku me dá nojinho", "Ai, porque otaku não devia existir".
Aí eu te pergunto, quem é que segue as páginas dessas pessoas no Facebook? Quem é que segue a high-society no twitter? Que visita o blog e Deviantart? Quem é que deixa o ego dessas pessoas inflado com tantos seguidores e likes nas fotos?
É o Eike Batista, né? O Bill Gates e o Steve Jobs de cosplay.
As pessoas que essa "high-society" tanto ofende são justamente quem dão fama a eles.
Eu vejo esse tipo de cosplayer com os mesmos olhos que vejo os cantores que odeiam fãs.
Não gosta de otaku e de fã de anime porque acha irritante? Existe um jeito simples de resolver: é só sair do cosplay, porque querendo ou não, são eles o público alvo dessa atividade.


Eu critico muito os trolls de cosplayer, mas critico ainda mais os cosplayers estrelinhas que vivem por aí.
Acho que humildade é bom e todo mundo gosta, e tem faltado em muita gente no cosplay.
Antes de dizer que isso é ridículo, ou aquilo é tosco é bom se lembrar da velha máxima do cosplay: Cosplay é um Hobby, e QUALQUER um pode fazer cosplay da forma que quiser.
Cosplay não é profissão, não tem como ser mais cosplayer que outra pessoa.
Não interessa se você faz cosplay há 10,15 ou 50 anos. Se você tem preconceitos quanto ao cosplay, se você acha que fulano não pode fazer cosplay por essa e outras razões, se você acha que só você  pode se divertir com isso, que pensa que só você e um seleto grupo de pessoas pode publicar suas fotos e ser admirado por isso, então meus parabéns, você é um elitista do pior tipo.
Cosplay é um hobby para todos, a pena é que a maioria das pessoas se esqueceu disto.


-------------------------------------------------------

Acho que esse foi o maior post que já publiquei aqui no blog.
Espero sinceramente que alguém leia isso um dia. XD
Um beijo e boa semana para todo mundo.

Clique aqui para ver o post em que falo sobre as Cosputas e o machismo no Cosplay

P.S.: Você pode clickar nas fotos do DeviantArt para vê-las em tamanho maior e visitar a galeria dos cosplayers.

Li:
"Memórias de um Sargento de Milícias" 
de Manuel Antônio de Almeida
"Discurso sobre a Origem e os Fundamentos da Desigualdade entre os Homens" 
de Jean-Jacques Rousseau
"Medo Líquido"
de Zygmunt Bauman

Lendo:
"O Machismo Invisível"

Assisti:
"Rurouni Kenshin" (2012) 

Joguei:
"Vingadores: Batalha Pela Terra" (Kinect)

Música Viciante da Semana:
"Construção" de Chico Buarque de Hollanda

"Os povos se deram chefes para defender sua liberdade e não para serem dominados.".
"Segunda Parte - Discurso sobre a Origem e Fundamentos da Desigualdade entre os Homens' de Rousseau

28 comentários:

  1. gostei do texto ... infelizmente acontece muito disso ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Julio! Que milagre o senhor por aqui XD

      Isso está muito enraizado nas pessoas. É difícil mudar quando é assim.
      Elas 'aprendem' o que é "bonito" e tudo o que foge desse padrão é sempre tachado de feio, sem nem pensar. =/

      Excluir
  2. Um amigo indicou seu texto, e posso dizer que valeu a pena vir aqui!
    Um ótimo desabafo e opinião perante essa triste realidade. Sou cosplayer e tenho paixão pelo que faço e (infelizmente)já pude vivenciar muito dessas situações descritas. :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado, Giovana.
      Esse tipo de coisa me deixa muito revoltada. É muita falta do que fazer e muito preconceito embutido nas pessoas.
      Dizer que alguém não pode fazer cosplay, ou que tal tipo de cosplay errado é tão ilógico!

      Excluir
  3. né???? As pessoas hoje em dia são muito complexadas. Todo mundo se acha inteligente e profundo principalmente quem critica dessa forma. Isso não é ser profuncdo, é ser babaca. Eu não tenho paciência e nem educação para isso. Fazer o quê...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo.
      Eu evito discutir ou responder para gente desse tipo porque não vale o trabalho mental e a saliva gasta.
      você fala fala fala, entra por um lado e sai pelo outro. Cansei.

      Excluir
  4. Falou TUUDOOOOOOOOOOOOOOOOO!
    Tem hr que irrita isso na boa, gente de mente pequena em um mundo que acha onde pode decidir o que é perfeição pfv! Como sempre falo a gente não é o personagem pra sair xerox ~ Pô as vezes me cansa isso e de levar na esportiva, mas como vc falou no comentário acima "não vale o trabalho mental e a saliva gasta". Parabéns Dii <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "acha onde pode decidir o que é perfeição pfv!" Exatamente o que penso.
      Não é porque você não gosta de algo que isso faz dela feia.

      Muito obrigada S2

      Excluir
  5. Escreveu e desabafou tudo que um cosplayer sente nem todos né? Sempre tem pessoas sem noção.

    Quando eu estava indo para o AF com o cosplay da Kitana, uma menina que estava sentada na minha frente estava falando que quando a menina vai fazer cosplay sexy tem que ter corpão, ser gostosa e tal. Eu fiquei super apreensiva de usar o cosplay depois... Muito chato ¬¬"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente o que digo.
      Essa coisa de tentar impor limites sobre quem pode e quem não pode fazer cosplay é tão imbecil.
      Qualquer pode fazer o que quiser e ninguém tem nada que comentar sobre isso.
      Somos todas livres e tentar limitar isso é muita intolerância.

      Excluir
  6. Belo Texto Di Lua *O*

    por um minuto pensei que voce tinha escrito o texto por causa do meu comentario que costumo fazer personagens masculinos por causa do meu biotipo fisico ( não é soh por isso mas tamb~em porque são roupas confortaveis, e maiores , mas larguinhas , gosto de usar roupa assim)

    Depois vi que na verdade isso é uma situação bem comum de qualquer cosplayer que tenta ousar, fazer algo além da sua limitações.

    eu topo com desafio também ... adoro isso ..mas também me sinto apreensiva...principalemnte com relaão a biotipo e material usado... dá um certo medinho em mim

    Como falei pra voce eu fiz uma erza, Versão heart kreus 1 - noraml , a primeira versão de quemos no faiy tail - anime.

    olha o contraste
    A erza:
    alta, ruiva, forte , pele branca, peitão, corpão , tem todos atributos fisicos perfeitos pra fanservice by hiro mashima que quer agradar gregos e troianos!

    a kelly ( eu):
    baixinha (1,53) morena , magrela, cor desbotada, cabelo castanho escuro , olho verde não definido muito bem , q, despeitada total, corpo estilo pau de vira tripas... né padrão tampinha

    Resultados: estou a esquerda
    http://www.facebook.com/photo.php?fbid=338020469609548&set=pb.318895701522025.-2207520000.1357684632&type=3&theater

    e quer saber foram nove meses de trabalho puro, pra ser detonado nun dia soh e fazer bem feito ainda -q

    e mesmo com esse cosplay sabendo do resultado que deu e do orgulho que deu em faze-lo - eu adoro a erza- penso que ainda tenho que me redimir e fazer a versão criança que é mais a minha cara XD sebemq ue versão criança e fofo cara .. a trança então ..longo cabelão com cara de carrascos de todos os caras da fairy *O*

    adoro o cosplay em si ..ele me permite ser uma sakura seu quiser ..mesmo sabendo que sou mas escura que ela -q
    daki pra frente qu e ser uam pessoa mas sussa com cosplay ..fazer por gostar e não morre por isso..cansa trabalhar com stress...ser feliz com cosplay ...é o foco né?

    adorei o post acho super válido!
    continue assim ♥




    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é super magrinha! Te imaginei totalmente diferente =P

      Eu não tenho nada contra quando você mesmo se impõe condições com o cosplay.
      Eu mesma não faço meninas de cabelo muito curto, nem as super peitudonas porque não me sinto bem, mas isso é algo que eu digo a mim mesma.

      É diferente você dizer as outras pessoas que elas não podem faz tais personagens por isso ou por aquilo. Sou totalmente contrária a isso.

      Cosplay é algo muito divertido, todo mundo pode fazer como bem entender, porque o intuito é sempre se divertir 8D

      Obrigada XD

      Excluir
    2. hauahua... sou um tampinha falando a verdadeXD

      é que voce nem ouviu minha voz (q xD~)... sou secretaria de escola , passo metade do meu dia atendendo fone ... as pessoas falam comigo no telefone, pensam né.... dona kelly deve ser uma senhora! , e nem imaginam que por tras da linha tem uam criança da quarta série trabalhando xP

      uma vez em um evento , me perguntaram seu meu Ed ( Edward Elric - fullmetal alchemist) era um sexy no jutsu ( não! tentei faze-lo parecer um homem.. acho que falhei depois de ouvi esse comentario .. desde então estou esperando o momento certo pra mudar umas coisas e melhorar o cosplay)

      acho que tai uam coisa que gosto no cosplay .. nossa capacidade de melhorar as coisas.. hj meu cosplay tah bom mas sei de meios que pode torna-lo melhor ..isso é bastante legal!

      só gostaria de para de me estressar... não consegui fazer um cosplay que até o ultimo instante eu estou dando retoques e fazendo ajustes... gostaria de uam vez na vida terminar um cosplay um semana antes de um evento que vou estreia-lo... essa minha falha

      Excluir
    3. uahsauhs E a minha voz, já ouviu?
      As pessoas acham que é a voz da minha irmã mais nova haushaushauhsuahsuahsuhaushaushaush XD

      Eu também sou baixinha, sempre que faço cosplay em grupo preciso usar salto de 60cm para ficar do tamanho das outras pessoas XD


      Eu gosto muito dessa coisa de ver sua evolução no cosplay e ver o quanto você melhorou. Eu acho que isso é característico de toda atividade criativa.

      Esse negócio de terminar cosplay com antecedência é para os fracos, Kelly. Todo mundo sabe que os fortes terminam as coisas todas no busão a caminho do evento. XD
      Eu não gosto muito de ir a eventos porque é aquela correria louca e nunca consigo fazer do jeito que quero. Depois preciso refazer metade das coisas. A Sif está sendo assim.

      Excluir
  7. Belo texto, falou tudo!!
    Não é só porque a pessoa não tem o mesmo porte que o personagem escolhido que ela não pode fazer. Ja imaginou isso? Todos teriam que ser zoiudos e cabeçudos pra ser bom, se pensar assim xD
    Acho que o que realmente importa, é o carinho e dedicação que você tem com o cosplay escolhido, mesmo que não fique tão bom quanto o esperado. O que importa é que você fez o seu melhor, e melhorar com o tempo afinal, acho que ninguém nasce sabendo fazer tudo perfeitamente =P

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Djéssica.
      Seu exemplo é exatamente o que penso. Esse negócio de porte físico limitando a sua escolha de personagens é tão imbecil!
      Concordo plenamente. A dedicação e o carinho são infinitamente mais importantes que o resultado final.
      O cosplay não tem uma regra que obrigue você a ficar idêntico ao personagem. A única regra que conheço é a que diz que você deve se divertir.
      Se você se esforça o resultado sempre melhora com o tempo, é assim com qualquer coisa, e o cosplay não é diferente 8D

      Excluir
  8. Eu amei esse post, e super concordo. Eu sofro bastante porque eu sou morena e faço cosplay de personagens brancos e não estou nem aí. É com o meu dinheiro que eu tô pagando e estou fazendo porque amo. Nem me importo mais, haha :3 Put black and white in your colorful life

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, Caayuh.
      Eu não entendo essa necessidade das pessoas de meter o dedo e a língua no cosplay alheio. Cuidar da própria vida ninguém nunca quer.
      Certa você em não ligar XD

      Excluir
  9. Di lua = minha cosplayer preferida ASKPKSKPASKPSAKPS

    Seu texto disse tudo, uma pena que não importa o quanto digamos, não entra na cabeça das pessoas que cosplay é amor e diversão.

    Fico triste quando um amigo meu quer fazer cosplay pela primeira vez mas fica com medo de fazer por não ter peso, altura ou cor de pele para o tal personagem, e tudo isso graças a comentários de pessoas que não levantam uma palha para fazer um cosplay ou por elitistas que não dão a mínima para incentivar os outros.

    Muito bom o texto, mandei meu amigo ler pra ver se encoraja u.u SKAASKPKPSKPSKASP XD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eeeeeee \o/

      Exatamente, qual é a dificuldade em entender que cosplay é diversão acima de qualquer coisa?

      Esses comentários acabam influenciando todos os copslayers de alguma forma, seja na escolha dos personagens ou na forma de interpretá-los. É muito triste que esse tipo de nojeira acabe limitando a criatividade e diversão do cosplay.

      Espero que ajudei ele sim. Quero ter no meu curriculum que mudei a vida de alguém ahsuahsuahushauhsuuaushuahsuahushau XD

      Beijos, Pafael!

      Excluir
  10. Adorei o post, concordo 100% com o que você escreveu. Acho que grande parte desses preconceitos apareceram a partir do momento em que as pessoas esqueceram do prazer e da diversão que é se estar de cosplay! E grande parte das críticas, pode perceber, são de quem não fazem cosplay, quem realmente enfrenta as dificuldades geralmente fazem críticas com o intuito de ajudar.
    Também existe preconceito em relação a idade, eu criei um preconceito comigo mesma e quero tirar isso da minha cabeça, tenho 24 anos e já me acho velha pra "cosplayar" por aí, mas é algo que amo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Ana.
      É muito estranho ver as pessoas de fora do cosplay julgando de maneira tão abusiva e preconceituosa assim.
      Como eu disse, os cosplyers também tem preconceito, mas esses casos em geral são muito menores do que os preconceitos dos não-cosplayers.

      Eu esqueci de comentar o preconceito com idade, mas ele existe mesmo.
      Eu acho que todos nós temos uma coisa na cabeça que nos impede de fazer certos cosplays. Eu, por exemplo, não faço personagens de cabelo muito curto, porque me sinto feia usando eles.
      Sei que é coisa da minha cabeça, mas eu não consigo fazer, mesmo sendo totalmente maluca pelo personagem XD

      Excluir
    2. Pois é, muita coisa tá só na nossa cabeça mesmo!
      Minha maior inspiração como cosplayer é a Witchiko, acho ela simplesmente fantástica! E olha, ela começou aos 29 anos e a considero ela uma das maiores referências, não só aqui no Brasil, mas como fora, o cuidado que ela tem de preparar o cosplay, maquiagem, fotografia e etc é de encher os olhos.
      Também me acho feia com cosplay de cabelo curto xD

      Excluir
    3. A Witchiko tem cosplays muito lindos. As fotografias e os acessórios que ela tem na galeria são muito muito extraordinários.
      Concordo com você.

      Excluir
  11. Aqui é a Babyé, mais uma vez kkkkk bem eu não sou cosplayer, mas sou otaku\ otome (depende, tem pessoa que eu disse que era otaku e quase me matou pq se eu sou mulher sou otome e blablabla, mas isso não vem ao caso) tipo gostaria de dizer que nunca fiz cosplays e mesmo assim aprecio muito, fui ano passado pela primeira vez em um evento e devo dizer que fiquei encantada com todos os que vi <3 Também acho idiotice insultar os otakus, já que somos nós que curtimos os zilhões de fotos deles de coração e tudo mais, só disse isso porque achei que vc generalizou um pouco quando disse que tipo o povo que não é cosplay não sabe o trabalho que deu e por isso só sabe criticar (sei que não foi bem isso o que vc disse, mas foi mais ou menos como eu interpretei, então posso estar errada), no entanto eu amo ver os cosplays que algumas pags do face posta, gosto muito mesmo, apesar de ter muita gente besta fazendo comentários desnecessários. Não é por nada, não só gostaria de dizer que tem pessoas que nem de longe já fizeram cosplays e nem por isso são menos apaixonadas pelo tema (eu sou louca pra fazer um, mas falta coragem, dindin e muitas outras coisas kkkkkk) acho que era só isso. Parabéns pelo post, como sempre Divo =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá novamente, Babyé!
      Eu também fiquei muito encantada com todos os cosplayers quando eu os vi pela primeira vez.
      Foi como uma paixão à primeira vista XD

      Eu não entendo cosplayers que odeiam otakus.
      É como ser um cantor, fazer músicas para as pessoas ouvirem e não gostar de todo mundo que ouve a sua música.
      Simplesmente não faz sentido algum na minha cabeça.

      Ah, talvez eu tenha dado essa impressão mesmo sobre não cosplayers criticando cosplayers, mas não era essa a minha intenção.
      Eu realmente acho que se vocÊ não tem muito contato com o universo do cosplay você não consegue imaginar proporcionalmente o trabalho que um cosplay dá, mas sei bem que tem muita gente que não tem contato e mesmo assim não critica os cosplays de nível não tão fieis, porque tem uma cabeça e um coração muito abertos.
      Eu mesma fui apaixonada por cosplay durante muito tempo antes de entrar no cosplay propriamente.
      Acho que a forma como coloquei não deixa essa informação clara, vou editar o post para esclarecer da melhor forma que puder.
      Obrigada por essa critica ao texto, Babyé.
      Achei realmente importante.

      Muito obrigada e tudo de bom pra você!

      Excluir
  12. Igualmente, fico feliz de vc não se sentir ofendida com criticas, as minhas eu sempre tento fazer as mais construtivas possíveis, assim como sempre procuro mudar pra melhor (e seus posts ajudam muito as pessoas (em geral, eu penso), vc nem imagina o quanto alguns já me fizeram refletir e ter uma perspectiva diferente das coisas), mas tem gente que não gosta, então obrigada. e Tudo de bom pra vc também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais gente como você no mundo, por favor.
      Críticas construtivas ajudam muito agora as que não são, não adicionam em nada na vida de ambas as partes.

      Fico feliz que tenha te ajuda a repensar algumas coisas, porque sempre digo que se uma pessoa repensar depois de ter lido meus posts já vale muito a pena.

      Eu é que agradeço sua presença por aqui.
      Tudo de bom pra você também.

      Excluir

Todos os comentários são lidos e respondidos.
Comentários com teor preconceituoso ou intolerante não serão publicados.