28 janeiro 2013

Lojas e lojas.

Oi, gente?
Como estão? Bem e bonitos?
Eu passei a semana bem, mas a minha barriguinha tentou me matar como ocasionalmente tem costume.
Gostaria de poder fazer um transplante de barriga, assim eu poderia ter uma que funcionasse e me amasse como todo mundo tem.

Essa semana eu fiz algumas coisas bacanas quanto a cosplay.
Eu terminei aquela roupa batuta da Saya de Blood C e ela ficou muito lindinha.
O destaque vai para a minha gola fenomenalmente bem feita. Eu nunca realmente entendi como se fazia golas e as minhas sempre ficavam meio esquisitas, mas essa ficou tão linda! Estou orgulhosa de mim mesma.
Eu quis manter tudo nas cores certinhas então precisei fazer tudo nesse cosplay, inclusive a gravata, uma peça que nunca tinha feito antes. Na minha opinião tudo ficou muito fofo, e é sem dúvida um dos cosplays mais bem feitos que já fiz.
Agora vou morrer anos enchendo a peruca de aplique e trocando as amarrações da katana para poder ficar tudo certinho.
Aqui umas fotos de quando ainda estava terminando esse cosplay. Tem alguns alfinetes e alguns detalhes faltando, como a fitinha na gravata.


Essa semana visitei a loja da Ariane aqui em São Carlos, a Riah! Comic Shop.
É a única comic shop que temos voltada para o público dos mangás.
Minha irmã simplesmente adorou aquela loja que segundo ela é "grande e cheia de todos os mangás" haushaushauh XD
Eu particularmente, achei a loja bem fofa, porque tem, além dos mangás, muitos quadrinhos.
Como fã incondicional  de HQ's esse tipo de loja é sempre bem vinda.
Eu tive medo de me perder no caminho para lá, porque sou totalmente perdida e ruim de lembrar nomes de ruas, mas achei o lugar bem fácil de chegar porque fica perto da minha antiga escola.
Tirei algumas fotos do lugar como ele está agora, porque a Ariane pretende ampliar algumas áreas.


A Riah! queria ter uma área para vendas de cosplays e acabou entrando em contato comigo.
Sou uma fornecedora oficial de cosplays para uma loja! Olha que beleza!
Eu comentei uns posts atrás que pensava em abrir uma loja sobre isso.
Estou tomando a venda de cosplays na Riah! como uma experiência para ver se consigo mante um ritmo de costuras bom. Se tudo der certo pretendo abrir uma loja online sobre isso.
Hoje, se der uma passada por lá, vai encontrar alguns cosplays feitos por mim em exposição e a venda na loja.


Aproveitei para comprar uns mangás e uns quadrinhos lá na loja também, porque né?
Mandei tudo para os diabos e resolvi comprar  os mangás de Vampire Knight um por um, ao contrário de comprar o box inteiro como pretendia, vou deixar alguns reservados na Riah! porque eles encomendam números antigos se você precisar.
Minha irmã liga na loja a cada 10 minutos para reservar volumes que ela quer. Fomos lá duas vezes e nas duas ela gastou mais de R$60,00 de uma vez. Eu realmente não sei da onde uma menina de 13 anos tira tanto dinheiro.
Enfim, agora ela está uma alegria só porque não precisa ficar indo de banca em banca procurando mangás, ela só liga na loja, reserva e busca no dia seguinte.
A parte chata é que ela é uma anã e não consegue ir na loja sozinha, então eu preciso levá-la toda vez. XD


Ah, a Riah! me convidou para dar uma palestra e dois workshops sobre cosplay lá.
Espero passar as datas e os horários certinhos para que quem quiser ir possa ir.
Vou deixar alguns cosplays em exposição lá e vou dar um workshops sobre construção de armaduras, e outro sobre costuras no cosplay. Espero que alguém vá ver XD
Enfim, essa semana minha lojinha de acessórios foi recomendada em um blog. Enviei duas encomendas pelo correio e fiz mais três vendas.
Estou bastante feliz com o ritmo que a loja está tendo e espero que ela continue assim por um bom tempo.

Ah, adicionei um novo gadget aqui no blog. Faz tempo que estava procurando algo assim e finalmente encontrei.
Eu roubei ele no blog da Izabela (desculpe Haru) e adicionei aqui com propósitos totalmente malignos: vou postar fotos dos meus rangos saborosos e deixar exibindo os slides aqui.
Ter esse gadget de fotos de comida é tipo um sonho que se realiza. Obrigada por me proporcionar isso, mesmo que indiretamente, Haru! XD
O único problema do Tuna.be é que ele é todo em japonês e eu simplesmente não sei o que estou fazendo ahsuhaus XD
Eu consigo traduzir o suficiente para poder logar e postar fotos, mas não sei mexer mais nada nele. Eu tentei mudar as configurações de fundo e panz, mas eu acredito que estou mandando imagens muito grandes para lá e ele não consegue fixá-las no blog. Tirando as traduções super esquisitas que meu navegador faz e o fato do blog ainda estar pelado, ele serviu muito bem aos meus propósitos malignos. Fiquei feliz 8D

Meu navegador traduziu "Di Lua's Marvelous Kitchen" para isso aí haushaushuahsua XD

Enfim, o post é isso com todas essas novidades e panz.
Amanhã de manhã sai a lista de aprovados na Unesp e espero sinceramente que meu nome esteja lá.
Boa semana para todo mundo!

Lendo:
"Lira dos Vinte Anos"  de Álvares de Azevedo.
"O Anticristo" de Friedrich Nietzsche

Assisti:
"O Ursinho Ted" (2012)

Música Viciante da Semana
"Manda esse treco de volta senão o bicho pega" de Monstros S.A. 


"Se temos um príncipe é para que nos preserve de ter um senhor"
Segunda Parte de "Ensaio sobre a Origem e os Fundamentos da Desigualdade entre os Homens de Jean-Jacques Rosseau.

20 janeiro 2013

Dicas de Costura Cosplay Para Iniciantes

Oi, gente!
Como passaram a semana? Não pegaram gripe com essa chuva e ventinho?
Minha cidade está no clima de Londres, com chuva todo dia e céu nublado o tempo todo.
Eu realmente não reclamo porque odeio aquele solzão na cara, e esses dias nublados dá para usar todas as roupas bacanas e bonitas do meu guarda-roupa sem eliminar toda água do meu corpitcho.

Na semana passada disse que deixaria algumas dicas sobre costura nesse post. Elas são baseadas na minha própria experiência como costureira, coisas que aprendi  e não usei, coisas que precisei e não aprendi e coisas assim.

Tenha tudo o que você precisa:
Uma das coisas mais importantes quando se começa a costurar é ter tudo o que você precisa. Você não vai para a guerra sem armas, meu amigo.
Eu acho costurar uma coisa muito divertida, mas até que eu aprendesse realmente tudo o que precisava foi um processo muito estressante. Tantas vezes eu quis quebrar minha máquina com uma marreta porque ela se recusava a costurar o que precisava, porque a linha escapava nos momentos mais importantes e coisas assim. No entanto, nada é tão estressante quanto querer fazer algo e não ter as ferramentas corretas.
Meu kit basicão de costura tem: uma tesoura boa para cortar tecidos, uma tesoura ruim para cortar tranqueiras, giz de costura, agulhas soltas, cones de linha, alfinetes de costura, fita métrica e régua de costura.
Sempre que vou começar um cosplay pego o tecido e todas essas tranqueiras e começo a trabalhar, se não encontro algum desses itens a minha costura trava, e só consigo continuar quando encontro o que está faltando.

Algumas das minhas caixinhas de aviamentos

DICA: Compre cones de linha (custam aproximadamente R$2,30) em vez de retrós pequenos (custam aproximadamente R$1,00), os cones vem muito mais fio, você não corre o risco de ficar sem linha durante a costura e dá próxima vez que usar um tecido nessa cor, não vai precisar comprar um outro retrós \o/.


Esqueça as bitolas das aulas de costura
Se você fez aula de costura em algum momento ouviu sua professora dizendo "você precisa alinhavar antes de costurar senão vai ficar tudo torto e horrível" ou "precisa fazer o molde antes, sem o molde não dá para costurar" ou até "se você costura bastante precisa de uma overlock para fazer uma boa finalização".
Eu costumo dizer que sou um tapa na cara da sociedade de costura, porque faço tudo o que dizem para não fazer.

Alinhavo:
Eu nunca alinhavo antes de costurar. Acho um desperdício do meu tempo útil. Minhas costuras são retinhas e firmes mesmo sem alinhavar, muito obrigada.
A ideia do alinhavo é saber como as peças vão se encaixar antes da costura final. Você gasta horas lá fazendo costura a mão para depois passar a costura na máquina e desmanchar a sua costura a mão.
Tem gente que não consegue costurar sem alinhavar, eu não consigo costurar alinhavando. Desculpe sociedade.
A dica que te dou é, se seu tecido é caro e você está insegura sobre o que está fazendo: alinhave.
Se seu tecido é firme, não custou R$90,00/m, você sabe o que está fazendo e não quer alinhavar: não alinhave.
A única vez na minha vida que alinhavei foi na primeira vez que preguei um zíper em uma saia lolita, porque não tinha certeza se estava prendendo o zíper da maneira correta e queria ver se da forma como havia feito o zíper funcionaria.  Depois que peguei a manha nunca mais alinhavei. O que costumo fazer é prender com alfinetes para manter o tecido no lugar antes de costurar. Funciona tão bem quanto alinhavar e não precisa de mil horas desfazendo a costura depois.

Tecido alfinetado antes da costura

Moldes:
Outra bitola das aulas de costura são os moldes. Eu tinha vontade de esbofetear minha professora toda vez que ela me dizia que "sem molde é impossível costurar" e que você PRECISAVA aprender a fazer os moldes antes de cortar o tecido.
Moldes são outra coisa que considero um desperdício de papel maldito.
Eu tenho moldes apenas de blouses lolitas, porque costumo fazer uma por mês e cansei de ficar me medindo toda vez que ia costurar. Então fiz os moldes porque uso muito as mesmas peças, no mesmo tamanho, no mesmo modelo.
Agora, imagine se eu fosse fazer moldes toda a vez que eu vou fazer um cosplay? Eu chego a trabalhar três ~ quatro cosplays por mês. Eu teria que comprar uma fábrica de papel para tudo isso.
O que costumo fazer é desenhar em um papel pequeno a ideia do que será a peça, anotar as medidas nessa folha pequena e depois cortar direto do tecido de acordo com o que esquematizei.
Quando comecei na costura, não tinha muita segurança em fazer mangas, tanto longas quando curtas, então fiz um molde que funcionava e sempre usava quando meu cosplay tinha mangas, para evitar estragar tecidos caros. Depois aprendi como fazê-las e joguei o molde fora.
A dica que te dou é: se você tem dificuldade em alguma peça do seu cosplay, crie e use um molde até que tenha segurança sobre como costurá-la.

Meus esquemas vidA LOKa de costura

Overlock:
Overlock é outra daquelas coisas superestimadas na costura. Overlock é aquele ponto para finalização no interior das peças, serve entre mil coisas para impedir que o seu tecido desfie e fique com um acabamento feio.
 Tem muita gente maluca no cosplay que aceita o desafia de comprar uma Overlock só para costurar cosplays. Eu acho um completo desperdício de dinheiro que você poderia estar usando em outras coisas mais úteis.
Eu tenho um ponto overlock na minha máquina, mas eu quase nunca uso, porque não gosto da aparência que ele deixa nas peças. Na minha opinião o overlock deixa a peças com uma cara tão feia, como se tivesse sido feito às pressas, deixando aquele monte de linha do lado de dentro. Só uso quando tenho uma preguiça maldita de costurar decentemente.
Eu costumo finalizar e esconder as pontas do tecido com costura inglesa. Na minha opinião fica mais elegante e mais bonito do lado de dentro. O bom da costura inglesa é que você faz tudo com costura reta, então mesmo que você tenha uma máquina de costura super básica, você consegue dar um bom acabamento.

 Finalização com costura reta (esq.) e Finalização com overlock (dir.)

Preciso de uma máquina com um milhão de pontos:
Tem muita gente no cosplay que diz que se você não tiver uma máquina de costura aprovada por Chuck Norris, eletrônica, com 42374234233 pontos diferentes você não consegue costurar.
Eu te digo que isso é uma mentira deslavada. Aqui vale a velha máxima de que "menos é mais".
Minha máquina tem 20 pontos diferentes, mas com anos de costura percebi que não precisaria mais do que 6 pontos.
Você precisa de uma costura reta, um zig-zag pequeno e um grande para prender elásticos e chulear e os três pontos para fazer casa de botão.
Eu uso o overlock e o ponto triplo para elásticos de vez em quando, mas eu realmente não precisaria deles porque posso me virar muito bem com os pontos simples que tenho.
Se você souber usar bem o simples, vai conseguir fazer qualquer cosplay com eles.

Minha JX4000 da Elgin

Preciso de aulas de costura?
Eu vou ser sincera e dizer que não. Eu fiz um curso muito rápido sobre finalizações, mas só fiz quando já tinha mais de 2 anos de costura. Eu costurei sozinha por muito tempo e a experiência de errar sozinha, sem ninguém estar lá te vigiando para te dar um pito é muito libertadora. Você pode errar e não vai levar um puxão de orelha por isso.
Tudo o que eu aprendi no meu curso de costura está disponível na internet e ensinado até de forma melhor.
Na internet você encontra vídeo e tutoriais de tudo, desde "como ligo a minha máquina" até "como fazer uma costura Chuck Norris hiper mega reforçada para couro italiano cheiroso".
Então eu te digo que o mais importante é sua vontade e suas tentativas. Eu sempre recorro ao Youtube quando vou fazer uma peça que não faço a menor ideia de como se faz.
Aprendi a fazer saias de prega com um tutorial no Youtube, não foi no meu curso.
Acho que a única vantagem dos cursos é a experiência com os gadgets de costura. A sua professora está te dizendo para que serve isso ou aquilo e como usar esses acessórios melhor. No entanto esse tipo de dica também está disponível na internet, e você pode aprender sem sair da sua casa.




Conheça suas limitações:
Uma coisa importante quando se começa a costurar seus próprios cosplays é saber suas próprias limitações.
Você precisa olhar para a roupa de um personagem e pensar "eu sei fazer esse tipo de roupa? Consigo aprender como se faz?". Quando você está começando eu te recomendo fazer cosplays simples.
Evite cosplays com golas, com mangas estranhas ou muitas pences. Comece com cosplays retos, saia simples, tops e coisas assim, que são basicamente retângulos costurados.

Kokoro de DOA (esq.) e Sheryl de Macross Frontier (dir.) são exemplos de cosplays simples de costurar

Com o tempo você vai melhorar sua costura e vai ter confiança para olhar um cosplay motherfucker e dizer "eu consigo costurar essa roupa toda".
A Luka de Vocaloid foi um cosplay que demorei mais de um ano para fazer, porque não tinha confiança suficiente na minha costura para começar a costurá-la. Com o tempo eu adquiri mais experiência e fiquei muito feliz com a forma que a construí. Foi um dos meus cosplays mais trabalhosos e um dos mais bonitos também. Se você olhar os detalhes, vai ver que usei técnicas que aprendi com cosplays passados, praticando em peças mais simples.
Não adianta você tentar fazer um vestido de quinze camadas e mil detalhes, se sua costura reta ainda está torta. Você só vai ficar frustrado com o resultado.

Costurar bastante te ensina a tornar a costura discreta

Use tecidos elásticos e evite os que desfiam:
Se você começou a costurar agora, vai cometer muitos erros comuns. Vai cortar tecido demais, cortar tecido de menos,  costurar muito apertado ou costurar muito largo.
Uma das formas de driblar esse problema é usar tecidos elásticos. Eles se deformam se for preciso então mesmo que você tenha costurado muito apertado, ainda assim vai caber porque o tecido estica. Se a peça ficou muito larga você pode dar uma apertadinha sem medo de apertar demais, pelo mesmo motivo.
Evite tecidos que desfiam demais, porque vão atrapalhar na hora de costurar e podem enganchar nas engrenagens da sua máquina e acredite VOCÊ NÃO QUER ISSO. Cetim é um desses tecidos que num piscar de olhos engancha em tudo e te faz correr chorando para a sua mãe. Evite esse tipo de tentação de satanás.
Qualquer coisa presa nas engrenagens não vai ser legal, acredite.

Pratique até seus dedos sangrarem (ou até seu tecido acabar):
A dica máxima para a costura é treinar. Costurar é uma habilidade adquirida, se você treina e se esforça você com certeza melhora.
Eu costumo costurar de tudo um pouco, desde roupas até capinhas de celular. Isso melhora sua confiança com a máquina e te dá experiências futuras.
Quando quero fazer uma peça nova e não sei se ela vai ficar bonita eu costumo fazer duas, uma em um tecido baratinho e só depois que já tiver feito no tecido barato e consertado os erros é que faço no tecido caro e definitivo.
Preguei meu primeiro zíper em um tecido barato, fiz 10 casas de botão em um retalho antes de fazer em um cosplay de verdade e continuo fazendo esse tipo de coisa. Os testes são muito importantes e nunca se esqueça deles antes de costurar de vez no seu cosplay. A confiança de já ter feito algo antes quase sempre garante um melhor resultado na segunda vez.

Desmanche e comece tudo outra vez se for necessário

Aprendendo sempre.
Essa coisa de sempre estar se atualizando vale para qualquer área da sua vida.
Você precisa sempre aprender e saber coisas novas. Na costura isso também vale. Eu vivo assistindo vídeos de costura e sigo muitos blogs de costureiras, porque vira e mexe encontro coisas que não sabia, ou que fazia de um jeito e descubro que existe uma forma mais simples de fazer.
O YouTube é sempre um amor quando se trata de costuras, tanto em inglês quanto em português e estou sempre olhando coisas lá.
Um dos blogs que mais me ajudou quando comecei a costurar foi o Superziper.com.
Ele tem muitas dicas bacanas que usei e uso até hoje, como zíperes, botões e sobre a sua máquina de costura.
Vou listar aqui alguns tutoriais bem básicos que considero muito importantes para a costura, coisas que me ajudaram e ajudam muito na hora de fazer um bom cosplay.

 - Como pregar zíper comum
- Como pregar zíper invisível
- Como pregar colchete de pressão
- Como pregar colchete de gancho
- Como colocar viés
- Como franzir tecido usando lastex
- Como consertar bugs na máquina de costura.
- Como fazer um manequim com suas medidas
-Como tirar medidas para Calças
-Moldes para Calças 
-Como tirar  medidas para Blusas

Bom, as dicas de costura para quem está começando são essas.
Pretendo fazer um outro post com dicas de costura para um cosplay bonito, coisas como costura invisível, truques para esconder botões e coisas assim.
Espero que seja útil.
Eu ia postar o resultado final da Saya, que consegui terminar essa semana, mas achei que iria ficar estranho misturar aqui nesse post de dicas.
O post é isso e na semana que vem conto todas as coisas malvadas e ambiciosas que tenho combinado de fazer sobre cosplay.
Estou tão ansiosa com tudo!
Uma boa semana para todo mundo e beijos para quem gosta de beijos!

Lendo:
"As Crônicas de Gelo e Fogo: A Fúria dos Reis" de George R.R. Martin

Assisti:
"A Viagem" (2012)

Música Viciante da Semana:
"Angel of Music" da trilha sonora de "O Fantasma da Ópera"

"O coração da mulher é assim; parece feito de palha, incendeia-se com facilidade, produz muita fumaça, mas em cinco minutos é tudo cinza que o mais leve sopro espalha e desvanece."
"Capítulo XVII - Fogo de Palha - Memórias de um Sargento de Milícias" de Manuel Antônio de Almeida

14 janeiro 2013

Minha Loja Lolita e Comissões Abertas!

Oi, genteM!
Como passaram a semana? Passaram bem e felizes?
Eu passei bem, ocupada e meio feliz com tanta correria.
Peço desculpas pelo atraso no post, mas a minha internet me abandonou quando eu estava escrevendo este post na tarde de domingo.

Essa semana finalmente aconteceu! Eu finalmente inaugurei a loja! Aeeee o/
Consigo ouvir os anjos cantando em louvor, gente!
Eu demorei 4 meses para me organizar e decidir tudo, mas eu finalmente consegui.
A loja está funcionando e até recebendo pedidos 8D
Em dois dias de funcionamento já consegui vender R$27,00 em produtos \o/
Me sinto muito feliz com isso, não por ter recebido dinheiro com isso,  mas por ter conseguido fazer tudo até aqui.
Eu tenho tanta dificuldade em fazer tudo porque nada vem fácil para mim, então conseguir fazer algo nesse estilo é muito gratificante.
Eu quero agradecer a todas as pessoas que me ajudaram até aqui (momento agradecimento pelo Oscar) direta ou indiretamente.
Agradeço a todas as pessoas que me perguntavam sobre a loja, que me davam sugestões e ideias. Agradeço especialmente a Kaká, a Michele e à Paula por me ajudarem nas horas derradeiras de designER haushaush XD
Agradeço mais uma vez à Paula por ter topado minhas maluquices de criar uma caixa em forma de caixão no meio de suas férias sagradas.
Ah, caso estejam curiosos a loja se chama "Cripta Vitoriana" e você pode visitá-la clicando aqui. 8D



A loja está funcionando bonitamente, mas ainda não cadastrei todos os produtos lá. Tenho uns 8 broches, uns 4 colares e uns 6 brincos que ainda não foram cadastrados porque estava esperando meu cadastro de vendedora ser liberado.
Consegui liberar o cartão de crédito nela e estou aceitando pagamentos parcelados no cartão, olha que coisa chique!
Enfim, a loja é primordialmente para o público gothic lolita, mas muitas meninas gostaram dela mesmo não conhecendo o lolita. Acho que é porque a loja tem vários acessórios simples que podem ser usados no dia a dia e em qualquer lugar.
Eu tenho tantos pingentes para chegar que acho que vou precisar de uma conta super para a lojinha. Espero que ela continue bem e que meus planos com ela deem certo.
Ah, criei uma página no Facebook para a loja também. Você pode visitar clicando aqui.
Nela eu mostro os produtos disponíveis e pretendo adicionar algumas imagens do processo de criação, você pode acompanhar a página e ver minhas habilidades (???) artísticas com bijuterias e resinas.



Essa semana eu reabri as comissões que estavam fechadas desde o começo do ano passado.
As comissões vão ficar abertas por pouco tempo, e vou fechá-las assim que atingir 4 comissões.
Já recebi uma por e-mail esse semana, então acredito que meu tempo vai ser bem usado nas costuras.
Você pode ver os detalhes sobre as comissões na página de comissões.

Eu ando com uma ideia fixa na cabeça faz uns dois meses. Minha cabeça é tão lotada de coisas e eu continuo enchendo ela com mais pensamentos.
Percebi que gosto muito de cosplays, e muito mesmo de fazê-los, mas não gosto de usar todos os cosplays que faço.
Tem tantas séries que eu gostaria de costurar os cosplays, simplesmente pelo prazer de costurá-los.
Estou pensando em abrir uma loja sobre isso. Eu não gosto muito de abrir comissões, faço isso só quando estou com tempo livre e com a cabeça vazia. A pressão da data de entrega sempre me deixa mal humorada.
No entanto, eu realmente gosto de costurar os cosplays no tempo livre, e gostaria de fazer vários para poder vendê-los depois para quem tiver interesse em cosplays novos.
Não os faria sob medida, faria em tamanhos padrão como 38 e 40, e os colocaria a venda. No entanto essa minha ideia se choca com a minha incerteza sobre minhas aulas.
Eu não sei se estarei em alguma universidade daqui dois meses, em qual cidade estarei ou como será meu período letivo, mas gostaria muito de abrir esta outra loja com meus artigos confeccionados. O que acham da ideia?
Eu gostaria tanto que ela desse certo! Quem sabe?

Cosplays que sou taradas para costurar, mas não para usar.

Semana que vem eu pretendo mostrar minhas atualizações da Saya, e espero sinceramente que tenha terminado esse cosplay até lá, e pretendo gravar alguns tutoriais sobre costura.
Eu nunca tinha pensado nesse tipo de tutorial, mas eu andei conversando com alguns cosplayers que começaram a costurar suas próprias roupas e tiveram muita dificuldade.
Espero que seja de ajuda para os desesperados.

Enfim, desculpem-me novamente pelo atraso do post e espero que tenham tido uma ótima semana.
Beijos para todo mundo.

Lendo:
"As Crônicas de Gelo e Fogo: A Fúria dos Reis"

Assisti:
"Espelho, Espelho Meu" (2012)
"Branca de Neve e o Caçador"(2012)
"Uma Chance Para Viver" (2008)
"Elisabeth" (1998)
"Solomon Kane" (2009)
"O Senhor dos Anéis: As Duas Torres" (2002)
"Harry Potter e o Enigma do Príncipe"(2009)
"O Último Samurai"(2003)

Música Viciante da Semana:
"Trouble Maker" da Hyuna

"Chegou um tempo em que não adianta morrer.
Chegou um tempo em que a vida é uma ordem.
A vida apenas, sem mistificação"
"Os ombros suportam o mundo - Sentimento do Mundo" de Carlos Drummond de Andrade 

05 janeiro 2013

O Preconceito e Críticas no Cosplay

Oi, gente!
Como passaram a semana e a virada de ano?
Eu passei bem, comi bastante e não passei mal de tanto comer. Isso é realmente um avanço no meu metabolismo todo! 8D

Faz tempo que eu resolvi escrever alguns artigos no blog sobre certos assuntos no cosplay.
Muitos temas e controvérsias  me irritam ou me chateiam, e decidi colocar minha opinião sobre eles aqui.
Resolvi começar por Preconceito  e Críticas no Cosplay, que é um tema muito debatido em fóruns, mesmo que a maioria das pessoas não perceba que estão falando sobre isso.

As Críticas no Cosplay

No cosplay, e em qualquer área da vida, você precisa sempre aprender a lidar com as críticas.
Todo mundo faz cosplay para ser elogiado, para mostrar para alguém. Nunca conheci alguém que fizesse cosplay e só usasse no porão da própria casa, até porque dificilmente alguém tem porão, né? Todo mundo tira fotos e posta em algum lugar, mostra para os amigos, vai a eventos e guarda as  fotos em algum lugar.
O problema de tudo isso é que nem sempre o que ouvimos é o que queremos ouvir. Especialmente na internet.
Algumas pessoas na internet tem uma patologia que eu chamo de "Doença do cachorro dentro do quintal".
Você pode ter um cachorro do tamanho de uma pulga, se ele estiver dentro da segurança do seu quintal e passar algum outro cachorro, independentemente dele ser um trilhão de vezes maior que seu cachorro-pulga, seu nanino vai latir como se fosse o maior cachorro do universo. No entanto, se fosse abrir o portão e deixar os dois cachorros se encararem, seu pulga-dog vai correr para dentro de casa com o rabo entre as pernas e chorando.
O mesmo acontece na internet.
As pessoas se sentem grandes, protegidas pelo anonimato e pela distância física entre as pessoas, e acabam dizendo, ou melhor, escrevendo coisas que não teriam coragem de dizer na sua frente. Na internet todo mundo esquece dos bons modos. Todo mundo  é valente.


Quantas vezes você não viu uma foto ou trabalho na internet receber um "Nossa, que coisa ridícula! Que lixo isso"?
Agora, quantas vezes alguém já disse isso na sua frente, ou na frente de uma pessoa que você conhece?
O cosplay é exatamente assim.
As pessoas simplesmente são assim.
Me perguntam se nunca ouvi uma crítica negativa nos meus cosplays. É claro que já ouvi!
Já ouvi pessoas dizendo que não tinha peitos suficientes para um certo personagem, que eu era magra demais para outra, que escolhi mal as cores dos personagens.
Todo mundo é sujeito à crítica e todo mundo tem o direito de criticar. O problema é como você critica.
Dizer que não gostou de algo por este, esse e aquele motivo é uma coisa. Agora simplesmente dizer que não gostou porque não gostou é outra coisa completamente diferente. Crítica construtiva é diferente de crítica de gente desocupada.
Eu sempre considero as críticas construtivas, mas desconsidero as "críticas desocupadas".
Já vi muitas pessoas que não conseguem aceitar nenhum tipo de crítica, pessoas que se consideram tão maravilhosas que não aceitam crítica nenhuma.
Eu acho que críticas são importantes e gosto bastante delas. Elas fazem com que você perceba um erro e faça um trabalho melhor da próxima vez.
No ano passado recebi uma crítica no DeviantArt sobre as minhas expressões no cosplay, sobre como eu fazia exatamente a mesma cara em todas as fotos. Eu parei para pensar e realmente era verdade, desde então eu tento ser mais expressiva. Talvez eu não esteja conseguindo fazer isso, porque me parece que em toda foto eu estou com aquela cara "poker face" de sempre, mas eu tento, pelo menos.



As Críticas com Preconceito:

Dentro das críticas que os cosplayers recebem existem algumas, que infelizmente são muito comuns, e me aborrecem bastante por serem as críticas que eu chamo de "Críticas de Preconceito".
Elas são fundadas única e exclusivamente por preconceitos por parte de quem as faz. São comentários que envolver a cor do cosplayer, o gênero, o porte físico e até mesmo a série de onde ele está fazendo cosplay.

As Críticas sobre Cor:

As críticas de cor são aquelas em que a pessoa não consegue olhar um cosplay  e dizer "olha que roupa bacana que ela conseguiu fazer", ela necessariamente precisa dizer "nossa, essa fulana é muito preta para fazer tal personagem"ou " fulano japonês, KKKKK" ou "fulana branquela -q".
Eu sinceramente tenho nojo profundo de quem faz esse tipo de comentário ou pensa desse jeito.
Vejo tantos cosplayers fantásticos, com roupas incríveis, recebendo esse tipo de crítica.
É um racismo velado dentro no cosplay que diz que se você não for branca não pode fazer cosplay de personagem branco, se você não for negro, não pode fazer um personagem negro.
Isso é tão ridículo que se você extrapolar essa linha de raciocínio, vai chegar a conclusão que só pode fazer cosplay de personagem de pele azul, quem nasce azul e só quem nasceu com pele verde pode fazer cosplay de personagem de pele verde. Isso, você tem que concordar comigo, é um pensamento bem tosco e incoerente.


O cosplay é, e não canso de repetir, um hobby muito bonito. Ele não tem esse preconceito de cor, classe social e peso. As pessoas que olham o cosplay é que tem esse tipo de preconceito.
O cosplay  é um HOBBY antes de qualquer coisa, você pode, e deve, fazer cosplay de quem você quiser, quando quiser e como quiser.
O cosplay é absolutamente livre, se você é negro e quer fazer uma personagem branca,vá em frente.
Se você é asiática e quer fazer um personagem negro, corra para o abraço, não existe nenhuma lei que proíba isso e nunca vai existir.
O cosplay é um hobby que consiste em vestir em se caracterizar da maneira mais semelhante possível a um personagem que você goste.
Ninguém NUNCA vai ser igual a um personagem, então pare de cobrar tanto das outra pessoas.
Quantos animes se passam no Japão, com personagens JAPONESES você já viu cosplays?
NANA, por exemplo, é um mangá que se passa em território japonês, as Nana's são japonesas, mas eu não vejo ninguém comentando ou pensando: "Que ridículo esse cosplay! Uma Nana não asiática, onde já se viu?"


Críticas sobre o Peso.

Outro tipo de pensamento bastante errado, e eu faço questão de dizer PENSAMENTO, porque não comentar não quer dizer que você não pense isso, é o que gente plus-size não pode fazer cosplay.
É o tipo mais comum de comentário de preconceito que escuto: "Nossa, fulana mais gorda","Nossa,que balofa kkkk".
Eu sigo trocentas cosplayers no DeviantArt que não são lá magrelas de passarela e fazem cosplays simplesmente fantásticos.
As roupas, os detalhes, o cuidado com a maquiagem e o cabelo são impressionantes, mas a única coisa que as pessoas conseguem ver é o manequim que elas usam.
Eu sempre quis ser capaz de ver quem são as pessoas que fazem esse tipo de comentário, porque eu aposto meus dois braços que não são pessoas com menos de 40 quilos comentando.
Já vi cosplayers que bloquearam o acesso aos comentários justamente para não receber esse tipo de insulto.


Eu acho essas cosplayers todas tão bonitas!
Sigo duas irmãs da Alemanha, no DeviantArt. Elas são gêmeas e sempre fazem cosplays da mesma série, fazem as próprias roupas e arrumam seus acessórios.
Elas não são lá Gisele Bunchen da vida, são fofinhas e muito bonitinhas, com os rostinhos mais cutes que já vi na vida.
Eu nunca consegui não favoritar uma imagem delas, porque elas são simplesmente lindinhas demais.
Tem uma porção de personagens na galeria delas que eu NUNCA encontrei alguém que fizesse um cosplay mais bonito do que elas, elas tem mais de 5 mil seguidores no DA e fotos com quase 10 mil favoritos, mas o deviantart é um site de ARTE, onde as pessoas estão acostumadas a olhar realmente a beleza das coisas, e não só o que a mídia dita que é bonito.
Outro dia vi uma dessas fotos super famosas delas em uma página de animes do Facebook, e só vi gente descendo o comentário sobre o peso delas.
Parar para olhar o quão linda a foto era ninguém conseguiu, mas ter tempo para insultá-las sobre o peso, isso todo mundo teve.



Eu sempre fui contra colocar cosplays em páginas que não sejam de cosplay, em parte por causa disso.
Se você não tem  muito contato com o universo do cosplay, dificilmente vai compreender o esforço que uma pessoa tem em uma roupa. Dificilmente vai olhar uma foto e pensar "Meu Deus, que trabalho gigantesco essa pessoa teve para fazer esse personagem.
Se você não tem muito contato com cosplayers, você muito dificilmente vai conseguir fazer uma projeção correta de quanta  dedicação um cosplay de nível exige, você vai ter muita dificuldades em entender o quão difícil é se empenhar tanto para fazer um cosplay naquele nível de complexidade.
Você que não tem contato com o universo cosplay de forma alguma vai sempre ver as fotos, se colocar no lugar da pessoa na foto e pensar "eu consigo fazer um cosplay igual ou melhor"?
Não.
A maioria das pessoas que não conhece o que é cosplay direito vai pensar que aquela foto não vale nada. Que a  pessoa é um lixo e não percebe o quão horrível é isso que elas acabaram de fazer.
Achou algo ridículo, simplesmente porque você é cego demais para ver a beleza por trás do seu preconceito.
São pessoas com uma visão de beleza muito restrita e influenciada.
Eu realmente sinto muito por pessoas que pensam assim.



Cosplayer também tem Preconceito.

Aí, chegamos no preconceito dos preconceitos.
O preconceito dentro do próprio cosplay.
Eu costumo dizer que um heterossexual homofóbico é uma coisa nojenta de ver, agora um homossexual homofóbico é, embora raro de se ver, uma coisa realmente triste.
O cosplayer preconceituoso dentro do cosplay existe também.
Eu citei vários tipos de comentários tristes que os cosplayers recebem de pessoas que não são cosplayers, mas esse tipo de comentário pode vir de cosplayers também.
Eu acho isso duplamente triste.

Preconceito com séries populares.

O comentário mais comum é: "Nossa, não acredito que você fez cosplay de fulano, esse anime é tão do povão. Que chinelagem!".
A minha reação quando vejo esses comentários é sempre de "Ahn?"
Eu quero perguntar, para você leitor e para qualquer pessoa que saiba o que é cosplay, desde quando cosplay é uma atividade da alta sociedade? Desde quando só gente abastada faz cosplay?
É o Eike Batista que eu vejo andando nos eventos tirando foto, né? É o Bill Gates que fica entrando nas salas de fotografia dos eventos de anime para tirar foto com cosplay, né? Claro que é. A gente sabe que o Steve Jobs vivia de cosplay por aí.
Cosplay NUNCA foi atividade da elite, meus queridos. Nunca foi coisa de gente que aquece a lareira com nota de dólar.
Sempre foi coisa de quem trabalha, de quem estuda e de quem, pelo menos uma vez na vida já andou de metrô ou pegou um busão.
É claro que existem casos raros, como a Alodia nas Filipinas, que é de uma família super rica e ficou mundialmente famosa com cosplay, mas esses são casos tão pontuais que são desprezíveis perto da quantidade esmagadora de cosplayers de classe média baixa.
Ninguém está errado por fazer cosplay de uma série popular, você é que está errado em pensar que não fazer uma série popular te faz uma cosplayer melhor, te faz um cosplayer mais digno que os outros.
Você tem catarro no nariz e fazia cocô na fralda como todo mundo. Não sei o porquê de tentar de elitizar.


Preconceito com Otakus

Outro comentário entre os membros da auto-proclamada high-society do cosplay diz respeito aos otakus.
"Ai, odeio otaku, é essa lambeção", "Ai, porque otaku me dá nojinho", "Ai, porque otaku não devia existir".
Aí eu te pergunto, quem é que segue as páginas dessas pessoas no Facebook? Quem é que segue a high-society no twitter? Que visita o blog e Deviantart? Quem é que deixa o ego dessas pessoas inflado com tantos seguidores e likes nas fotos?
É o Eike Batista, né? O Bill Gates e o Steve Jobs de cosplay.
As pessoas que essa "high-society" tanto ofende são justamente quem dão fama a eles.
Eu vejo esse tipo de cosplayer com os mesmos olhos que vejo os cantores que odeiam fãs.
Não gosta de otaku e de fã de anime porque acha irritante? Existe um jeito simples de resolver: é só sair do cosplay, porque querendo ou não, são eles o público alvo dessa atividade.


Eu critico muito os trolls de cosplayer, mas critico ainda mais os cosplayers estrelinhas que vivem por aí.
Acho que humildade é bom e todo mundo gosta, e tem faltado em muita gente no cosplay.
Antes de dizer que isso é ridículo, ou aquilo é tosco é bom se lembrar da velha máxima do cosplay: Cosplay é um Hobby, e QUALQUER um pode fazer cosplay da forma que quiser.
Cosplay não é profissão, não tem como ser mais cosplayer que outra pessoa.
Não interessa se você faz cosplay há 10,15 ou 50 anos. Se você tem preconceitos quanto ao cosplay, se você acha que fulano não pode fazer cosplay por essa e outras razões, se você acha que só você  pode se divertir com isso, que pensa que só você e um seleto grupo de pessoas pode publicar suas fotos e ser admirado por isso, então meus parabéns, você é um elitista do pior tipo.
Cosplay é um hobby para todos, a pena é que a maioria das pessoas se esqueceu disto.


-------------------------------------------------------

Acho que esse foi o maior post que já publiquei aqui no blog.
Espero sinceramente que alguém leia isso um dia. XD
Um beijo e boa semana para todo mundo.

Clique aqui para ver o post em que falo sobre as Cosputas e o machismo no Cosplay

P.S.: Você pode clickar nas fotos do DeviantArt para vê-las em tamanho maior e visitar a galeria dos cosplayers.

Li:
"Memórias de um Sargento de Milícias" 
de Manuel Antônio de Almeida
"Discurso sobre a Origem e os Fundamentos da Desigualdade entre os Homens" 
de Jean-Jacques Rousseau
"Medo Líquido"
de Zygmunt Bauman

Lendo:
"O Machismo Invisível"

Assisti:
"Rurouni Kenshin" (2012) 

Joguei:
"Vingadores: Batalha Pela Terra" (Kinect)

Música Viciante da Semana:
"Construção" de Chico Buarque de Hollanda

"Os povos se deram chefes para defender sua liberdade e não para serem dominados.".
"Segunda Parte - Discurso sobre a Origem e Fundamentos da Desigualdade entre os Homens' de Rousseau